Dicas de Viagem: Amsterdã

Atualizado por em 10/04/2016

Rogerio Milani

Amsterdã é um baita destino de viagem e preparei uma série de dicas de viagem para quem está pensando em conhecer esse local incrível que dá pra visitar várias e várias vezes sem enjoar. Espero que você curta!

Dicas de viagem Amsterdã_canal_Viajando bem e barato

Dicas de viagem: Amsterdã

Bicicletas, ruelas, pontes, canais, cerveja, museus, coffee-shops, tulipas… Amsterdã são estas e muito mais outras palavras que podem ser como adjetivos. O lugar é mágico mesmo! Levante a mão aí quem foi e não gostou! Impossível… Se isto aconteceu com você, me escreve, me explique, porque vai ser difícil de entender… Choveu o tempo todo? Quebrou a perna ao descer do tram? Foi roubado na estação central? Hmm… ainda assim continua mágico, hehe!

Buenas, na minha opinião, quatro dias/três noites aqui é um tempo razoável. Prefira a combinação cinco/quatro. Um dia a mais para voltar aos pontos preferidos ou simplesmente para deixar rolar e se perder pela cidade.

Chegamos em Amsterdã numa sexta, por volta do meio-dia, em voo saindo de Londres… Cara, o avião mal decolou e a aeromoça da British nos serviu um chá e um biscoito e quando vimos já estávamos pousando… Entendeu agora a profundidade do lanche? Por isso, vale a dica de organizar visita a Amsterdã junto com destinos na Grã-Bretanha, Alemanha e Bélgica.

Do aeroporto, depois de duas horas procurando as malas e registrando a não presença das mesmas, pegamos o trem para a Centraal Station. Na estação, já garanta seus tickets pelo período que for passear pela cidade. Os tickets dão direito a qualquer tipo de transporte público oferecido. Táxi, só em último caso… São caríssimos!

Da estação central pegamos o tram (bonde) e rumamos para o albergue. Claro, albergue. Quer viajar barato? Então somente pense em albergue. Às vezes há hotéis que compensam, mas bem às vezes… Na França a rede de hotéis Formule 1 ou Etap compensam. Mas procure sempre comparar valores e a distância que o hotel ou albergue ficam da zona central da cidade destino.

O albergue, Euphemia Budget Old City Canal Zone, fica localizado próximo de tudo, lugar tranquilo, quarto legal, limpeza nem tanto, pouco agito. Ficamos em quatro num quarto, com banheiros coletivos separados para homem e mulher. Tranquilo.

Café da manhã não incluído no preço, por cinco euros. Optamos por este café apenas uma vez e não curtimos. Muito melhor sentar ao ar livre, pedir um café, suco e umas panquecas. Um pouco mais caro, mas muito mais Amsterdã!

Alugue bike, caminhe muito, abuse dos trams. Faça as visitas obrigatórias, mas lembre-se que o melhor de Amsterdã está nas ruelas, nos canais, nos parques, nas ‘magrelas’, na diversidade cultural do povo.

Onde ficamos

Albergue Euphemia. Gastamos 20 Euros por pessoa/dia em quarto quádruplo, com banheiro coletivo por andar. Lembre-se que os valores variam de acordo com a temporada e também comodidades. Por exemplo, ao fazer a reserva neste albergue, o valor para quarto duplo com banheiro privativo era 32 Euros por pessoa.

Minha sobrinha, Mariana, ficou no Stayokay Amsterdam Vondelpark, por 26 euros/dia em acomodação para oito pessoas. Ao lado do melhor parque de Amsterdã, com o café da manhã mais frequentado pelos locais, vale, e muito, a dica para um upgrade.

Dicas de viagem Amsterdã_StayOk_Viajando bem e barato

O que conhecemos

Bairro da Luz Vermelha (0)
Bairro Jordaan (0)
Museu Van Gogh ($)
Mercado das flores (0)
Mercado de pulgas de Waterlooplein (0)
Parque Vondelpark (0)
Projetos arquitetônicos da MVRDV (0)

Ficou para a próxima

Heineken Experience ($)
Casa de Anne Frank ($)
Museu Erótico ($)
Museu da Cannabis ($)
Museu do Sexo ($)
Museu Het Rembrandthuis ($)
Rijksmuseum ($)
Campo de flores (tulipas) e moinhos (0)

(0) gratuito
($) pago

Experimentamos

Não almoçamos e nem jantamos em nenhum restaurante. Apenas na última noite, no domingo, fomos a um que era uma espécie de buffet de frutos do mar, legumes e vegetais, onde compramos diversas porções de lula, camarão, berinjela, alcachofra, etc, acompanhados de um delicioso pão e muuuuita Heineken. Todas as outras refeições ou passávamos em algum supermercado (nosso preferido lá é a rede AN) e comprávamos quitutes locais para comer no parque ou comprávamos pratos típicos holandeses refrigerados (não congelados), muito baratos, que eram aquecidos no microondas do próprio local e comíamos aí mesmo ou levávamos para o albergue. Delícia e baratíssimo!

Curiosidades

Note como os prédios são inclinados para a frente e possuem uma espécie de roldana na pontinha. Como vocês acham que eles levam a cama, o piano, a geladeira para dentro daquelas casas estreitas?

Melhor época

Para não gastar muito e também não morrer de frio, vá a Amsterdã entre 22/09 e 31/10. Baixa temporada, outono, linda de morrer. Nesta época a temperatura fica normalmente entre 8 e 18 graus. Mas volte outra vez no verão e no inverno. Imagine o contraste…

Para chegar lá

Direto do Brasil normalmente as passagens mais em conta são da British ou da KLM.

Saindo de alguma cidade européia, há as opções das low-fare (empresas aéreas de baixo custo) Skyeurope, EasyJet, Ryanair, Vueling e muitas outras. Digite low fare europa no Google que aparecerão diversas companhias, e todas vendendo online. Também há o serviço Rumbo, para descolar passagens baratas. Para curtas distâncias, use o trem. Às vezes sai mais caro que ir de avião, mas você não precisa perder tempo com check-in, além dos aeroportos serem bem afastados dos grandes centros. De trem você desembarca no centro ou muito próximo dele.

Quanto gastamos

Começando com um bom café da manhã, com frutas, frios e iogurtes comprados no supermercado, um ou dois ingressos por dia, locação de bike, almoço no parque, 1L de cerveja, lanche rápido à tarde e janta no albergue, a média diária ficou em 30 Euros por pessoa/dia, sem hospedagem.

Fotos

Vale a dica para um passeio de barco pelos canais de Amsterdã. A cidade sob outro ângulo

Não esqueça de levar mochila ou sacola para carregar suas compras. A maioria dos supermercados cobram pelas sacolas plásticas

Uma facilidade para os homens… mictórios na rua

O distrito da Luz Vermelha…

Não foi na época das tulipas? Sem problemas, leve as de madeira

O tram (bondinho) te leva para qualquer lugar da cidade. Fique atento que numa mesma rua circulam carros, motos, bikes, tram e pedestres…

Alugue bike para o dia inteiro, sai mais barato. Mas lembre do seguro, pois o índice de roubos é muito alto por lá

Muita ousadia na arquitetura local. Projeto do conceituado escritório de arquitetura holandês MVRDV

Imperdível… Museu Van Gogh. Reserve pelo menos 4 horas para conhecer um pouco da história e as obras deste mestre impressionista

_____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

22 Comentários

  1. Olá Rogério,
    Estou pretendendo ir a Amsterdã por 7 dias no feriado de abril. Vou aproveitar e enforcar a semana de 20 a 24/04, o que acha?
    Gostaria de sugestão de hotel bem localizado. Quero fazer os passeios básicos e conhecer o parque das tulipas. Adoro seu site. Parabéns!!!!!
    Obrigada!

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *