Passes de trem pela Europa: Como usar? Vale a pena? Qual o melhor passe para a minha viagem?

Atualizado por em 28/08/2017

Rogerio Milani

passes-trem-ticket-europa-viajando-bem-e-ebarato-pela-europa

Já fazia um tempinho que eu pensava em escrever algo sobre os passes de trem. E então veio a pergunta da Dani De Lucca: “Vale a pena ou não comprar um passe de trem?”. A resposta é sempre: depende. Depende dos países que serão visitados, depende do tempo de viagem, depende de quantos trajetos serão feitos utilizando o passe, depende, depende… Mas quando for vantagem usar o passe, com certeza você estará economizando na sua viagem, e muito, além de poder conhecer muitas cidades em um curto espaço de tempo.

Para aqueles que farão uma, duas, três viagens de trem, o passe não compensa, vale mais a pena comprar os tickets individualmente.

Também não compensa quando se tem poucos trechos de viagens, e que sejam longos. Aí o negócio é voar de low-cost, usando sempre a regrinha básica: para viagens de até 3 ou 4 horas de duração, compensa ir de trem. Acima disto normalmente é melhor optar por uma companhia aérea de baixo custo.(low-cost), nunca esquecendo de calcular uma hora para deslocamento até o aeroporto, mais uma hora para check-in e espera do voo, além de mais uma hora para deslocamento do aeroporto até a estação central da cidade destino. Lembrando: os preços das low-costs muitas vezes são inferiores aos dos trens.

Aqui vale mais uma informação: sempre comparar o valor total das passagens aéreas dos voos internos compradas junto com a passagem Brasil/Europa/Brasil com o valor total dos tickets comprados individualmente em cias normais ou low-costs.

Voltando ao assunto principal aqui, um passe de trem vale a pena quando se fará muitas viagens dentro de um país, entre 2 a 5 países, ou entre diversos países, num determinado período de tempo. Você compra o passe, recebe em sua casa pelos correios, e então viaja para a Europa com ele em mãos. Ou então adquire o seu passe diretamente em uma estação de trem na Europa, apresentando seu passaporte..

A grande vantagem de um passe, sem dúvida, é a flexibilidade de não precisar reservar assentos ou horários para viajar, bastando chegar na estação e entrar no vagão, onde o fiscal irá consultar o seu passe. Porém, em alguns trens específicos, principalmente os mais populares e os de alta velocidade, é obrigatório fazer a reserva via internet ou então no guichê da estação, pois costumam ser muito procurados. E esta reserva terá um custo adicional e não está coberta pelo passe. Para não ter que gastar a mais, o caminho é optar por trens alternativos, que farão a rota em um tempo maior.

O controle será feito totalmente por você, carimbando ele no guichê da estação antes da primeira utilização e depois anotando, no caso dos passes flexíveis, cada viagem feita.

O valor de um passe varia de acordo com a classe que se deseja viajar, primeira ou segunda, e também pelo perfil do usuário: jovem, adulto ou família.

Para obter maiores descontos no passe, vale a pena comprar para 2 pessoas ou grupo de até 5 pessoas, utilizando o chamado Saver Pass, que dá desconto de 15% em cada passe. Mas lembre-se: todos deverão fazer as viagens juntos, já que o nome de todos virá em um único passe.

Você poderá fazer quantas viagens conseguir em um único dia, já que o passe é contado por dias, não por trechos viajados. Só fique atento à regra do trem noturno: a partir das 19h30, já está valendo o dia seguinte.

Vamos aos tipos de passes e suas utilizações.

Eurail Global Pass

Viagem por vários países em 30 dias ou mais

Este passe vale a pena para quem for viajar bastante tempo, 30 dias ou mais, e tem o objetivo de conhecer muitas cidades durante este tempo. A partir de 6 cidades já compensa, com certeza, adquirir o passe. Há a opção de comprar o passe flexível, onde você poderá contar os dias de viagem alternadamente, ou o consecutivo, que contará os dias de viagem em sequência a partir do primeiro trecho.

Passes disponíveis: de 10 a 90 dias, consecutivos ou flexíveis.

Países cobertos pelo Eurail Global Pass: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.

+ informações e tarifas, clique aqui

Eurail Select Pass

Viagem por 3, 4 ou 5 países fronteiriços

Este passe é ideal para quem for fazer bastante viagens entre 3, 4 ou 5 países que fazem fronteira entre si. Você selecionará, no ato da compra do passe, os países que pretende visitar, entre aqueles 22 que estão cobertos pelo passe.

Passes disponíveis: de 5 a 15 dias, flexíveis, para usar em 2 meses

+ informações e tarifas, clique aqui

Eurail Regional Pass

Viagem para uma determinada região ou dupla de países fronteiriços

O Regional Pass é indicado para quem for viajar entre dois países fronteiriços e dentro deles, conhecendo várias cidades em um determinado tempo. Há também o Regional Pass que contempla mais de 2 países do Leste Europeu e também da Escandinávia.

Passes disponíveis: de 4 a 10 dias de viagem, flexíveis, para usar em 2 meses.

+ informações e tarifas, clique aqui

Eurail One Country Pass

Viagens dentro de um único país

Este passe é indicado para quem pretende viajar bastante dentro de um único país, num período de até 2 meses. Os mais vendidos são Itália e Espanha.

Passes disponíveis: de 3 a 10 dias de viagem, flexíveis, para usar em até 2 meses.

+ informações e tarifas, clique aqui

Britrail Pass

Viagens pela Grã-Bretanha

Para os que pretendem viajar de trem por Inglaterra, Escócia e País de Gales, países que não fazem parte dos passes Eurail.

Passes disponíveis: de 3 a 30 dias no passe consecutivo e de 3 a 22 dias para os passes flexíveis, para usar em até 2 meses.

+ informações e tarifas, clique aqui

 _______________________________________________________

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem

_______________________________________________________

banners05animado01

Tags

101 Comentários

  1. Viajei em junho deste ano para a Alemanha por 35 dias e comprei o German Rail Pass pela TTLufthansa, e valeu muito a pena, fui junto com minha irmã e compramos o flex para 7 dias em 1 mês, pois ia ficar hospedada em 7 cidades (incluindo Praga), não precisei me preocupar com o horário, era só chegar na estação e embarcar, apenas de Praga para Munique, eles ofereciam um onibus da BD muito confortável e estava incluído no pass, ainda fiz um bate-volta para Sallzburgo. Super recomendo, nos dias que fazia o deslocamento de uma cidade para outra saía dem cedo e conseguia fazer bate-volta em outra cidade próxima. Em resumo fiquei em 7 cidades e conheci mais 9. Para ano que vem pretendo comprar o pass Benelux.

    Comente
  2. Olá Rogério, boa noite!
    Muito bacana seu trabalho, Parabéns!
    Vou a Portugal em setembro, nunca estive por lá. Não sei se é um bom roteiro. Preciso de sua ajuda.
    SP a Porto, Porto a Coimbra (trem), Coimbra a Lisboa (trem), Lisboa a Madrid (trem), Madrid a SP.
    Seria interessante alguns desses passes para as viagens de trem?
    Também estou pesquisando as passagens aéreas, se é mais barato ir primeiro para Madrid e voltar de porto… Help!!

    Comente
      • Muito Obrigada Rogério, Deus abençoe você.

  3. Boa noite Rogério, td bem? Será qye vc tbm poderia me ajudar ….kkkk vou para italia em mar/16 vamos ficar 10 dias depois vamos de avião para lisboa e vamos ficar mais 11 dias… vc pode me dar uma sugestão de cidades/ trechos que podemos fazer nesse período. Será viagem de lua de mel e desejamos alugar carro tbm. Obrigado desde já.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Mayra, tudo bem?!

      Enviei proposta de consultoria e briefing para teu email, ok?!

      Abraço!

      Comente
  4. Existe algum trajeto que o Swiss pass faz que o Global Passa não faz? Nossa última semana de 4 será na Suíça. Então não sei se compro Global Pass de 21 dias +Swiss Pass de 1 semana ou Global Pass de 1 mês. O que acha? (Fica um pouco mais barato o Global Pass de 30 dias)

    Comente
  5. Oi Rogério, parabéns por mais um post maravilhoso.
    Tenho uma dúvida em relação aos trens da França.
    Eu pretendo ir a Gyverny, visitar a casa de Monet. Porém eu gostaria de aproveitar que irei para aquela direção e visitar a Catedral de Notre-Dame de Rouen.
    Minha idéia é comprar um bilhete Paris – Rouen – Paris. Saltar em Vernon e visitar a casa de Monet. Em seguida, pegar o trem e ir para Rouen (com o mesmo bilhete). Os trens que fazem esta linha são o Intercitè. Você saberia dizer se isso é possível?
    Muito obrigado

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Afonso, tudo bem?!

      Não será possível, você terá que comprar os bilhetes separados e definir os horários de cada um se comprar online. Uma opção é comprar até Vernon e lá comprar, na hora, o ticket para seguir viagem até Rouen e já comprar o ticket de volta para Rouen online, que terá valor mais em conta.

      Abraço!

      Comente
  6. Tirou-nos do sufoco!!!!

    Muito obrigada,Rogério!!

    Comente
  7. Boa tarde, Rogério!

    As suas dicas são as melhores que eu já li! _ e olha que eu vasculhei bastante. Desde já, agradeço por compartilhar conosco as suas experiências , beneficiando a muitos com seu vasto conhecimento.

    Bom, eu estava quase fechando as compras dos bilhetes de trem quando resolvi pedir sua ajuda. Gostaria de saber se é melhor comprar os bilhetes/tickets pela internet ou comprar nas estações. Se for melhor comprar pela internet, qual site indica para comprar os bilhetes? Andei dando uma olhada no site da “Rail Europe”. Há outra com preços mais acessíveis?

    Meu trajeto será Roma- Florença- Veneza- Viena- Budapeste- Praga- Berlim.

    Grata!!

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Marcellen!

      Obrigado pelos elogios! 🙂

      Para os trechos no leste europeu, recomendo a facilidade e transparência da Rail Europe. Para os trechos dentro da Itália e também da Itália para a Áustria, http://www.trenitalia.com/. Para o trecho Viena-Budapeste, http://www.oebb.at/. E na Alemanha, http://www.bahn.de/p/view/index.shtml. Lembrando que as tarifas na Rail Europe normalmente são as mesmas, com um pequeno adicional pelo serviço. E que a prioridade seja sempre a compra do e-ticket, ou seja, o ticket eletrônico, para imprimir em casa ou levar no smartphone.

      Abraço!

      Comente
      • Rogério, muito obrigada por suas informações, me foram de grande valia!!

        Estou com um “empasse” agora, não sei como resolver. Também não sei se você saberá me informar isso. Contudo, como diz o ditado: “Quem tem boca vai à Roma!” (nesse caso, literalmente..rsrsr)…

        Disseram-nos que teremos de fazer um seguro viagem, visto que é exigido dos turistas. O problema está que não encontro seguro viagem que cubra quem sai do Líbano para Europa. Para mim, que sairei do Brasil, foi tranquilo. Entrei em contato com a seguradora e eles disseram que cobrem somente quem sai diretamente do Brasil para o destino solicitado. Você sabe falar algo sobre este assunto?

        Grata, mais uma vez!!

  8. Olá, Rogério!
    Daqui dias semanas irei à Itália e gostaria de fazer: Milão- Florença, Florença- Veneza e Veneza-Paris. Posso comprar os tickets na Trenitalia ou Eurail online e receber por e-mail?
    Ao reservar os bilhetes os assentos já estão reservados?
    Valeu pela atenção!!
    Abçs!!

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Aline!

      Isto mesmo, a compra no site da Trenitalia ou então na Rail Europe permitem receber o ticket eletrônico por email, para impressão em casa ou então para levar no smartphone. E você já poderá reservar os assentos, durante a própria compra.

      Abraço!

      Comente
  9. Olá Rogério,
    Muito bom esse seu BLOG , bom trabalho!
    Já que estás orientando quem precisa, vamos lá:

    Tenho uma viagem de 5 semanas com meu esposo, desceremos em Milão. Planejamos passar algum tempo no norte da Itália, e depois conhecer Áustria, Suissa e Alemanha.
    Tenho contemplado a compra de um desses pt.Eurail . No interior da Itália faremos de carro, mas de Bolzano em diante, gostaria de usar o trem. Na minha pesquisa encontrei o Germann Rail Pass, melhor custo benefício. Entendi que posso usar de Innsbruck em diante, (talvez tenha de comprar separado de Bolzano à Innsbruck).
    Também não está claro se posso usá-lo na Suissa.

    Minha pergunta é: Posso usar o Germann Pass para ir de Frankfurd para Zurik, e depois de Zurik para Milão? Queremos dar uma parada em Zurik, talvez encarar um passeio com aqueles Trens Panorâmicos….
    Caso não der, qual sua sugestão, para aproveitar bem o Pass, e comprar o menor trecho possível.
    Ainda não comprei o Pass, preciso decidir essa semana porque a viagem é em início de abril/15.
    Desde já agradeço.
    Rsemarie

    Comente
  10. Rogerio,

    você recomenda trens noturnos?

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Jéssica!

      Só em último caso, se for a melhor opção ou a mais em conta, ok?!

      Abraço!

      Comente
      • Olá Rogério! Para comprar o passe na própria estação, o passaporte tem de ser europeu?

      • Para não contar como mais um dia o trem tem que partir antes das 19h 30m? Ou ele tem que chegar antes disso?

    • Olá
      Tenho dúvida se o país de origem conta na escolha do pacote de 2,3,4 países. No roteiro: Munique – Viena – Budapeste – Praga – Berlim eu devo escolher o pacote para 3 ou 4 países? Obrigado

      Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *