Acordo de Schengen: obrigatoriedade do Seguro Viagem na Europa

Publicado por em 07/04/2012

Rogerio Milani

Além de ser um importante instrumento em caso de necessidade, a obrigatoriedade de portar seguro viagem na Europa foi determinada pelo Tratado de Schengen, assinado pelos principais países integrantes da União Européia. O seguro deve oferecer pelo menos 30 mil euros (ou 50 mil dóláres) de cobertura para assistência médica e repatriação funerária.

seguro viagem na europa viajando bem e barato pela europa

A falta do seguro viagem na Europa pode ser motivo de deportação de um turista e é obrigatório nos seguintes países: Alemanha, Austria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca e Suécia. Além destes, o seguro também é obrigatório na Irlanda, porém sem a exigência dos 30 mil euros.

Como usar o seguro viagem na Europa?

É importante levar sempre o comprovante do seguro viagem, chamado de apólice ou voucher. Este documento possui os dados e o número único de identificação do viajante, o telefone da central de assistência e as coberturas detalhadas.

Para utilizar o seguro viagem basta ligar para a central de assistência cujo número estará impresso na apólice ou voucher, informando o código único do viajante. O atendimento é realizado em português e funciona 24 horas por dia, em todos os dias da semana.

A central de assistência orienta sobre como proceder, podendo informar um estabelecimento médico ou enviando um médico diretamente até o viajante.

O pagamento é sempre realizado diretamente pela seguradora para o estabelecimento médico, exceto em casos de urgência em que a central de assistência do seguro não foi informada previamente ao atendimento médico. Neste caso o segurado efetua o pagamento e solicita o reembolso junto à seguradora.

É muito importante sempre entrar em contato com a central de assistência antes de procurar atendimento, sempre que possível, para que a seguradora possa se certificar da qualidade do atendimento prestado e poder realizar o pagamento ao estabelecimento médico, evitando assim a necessidade de solicitar o reembolso.

Acesse este post para ter mais informações sobre como viajar tranquilo e protegido com um bom seguro viagem na Europa!

Para saber mais sobre o Tratado de Schengen, clique aqui.

 

_______________________________________________________

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa

Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads

_______________________________________________________

banners05animado01

Seguro viagem

Tags

11 Comentários

  1. Olá Rogério!
    A maioria dos seguros só podem ser feitos através das agências de viagens e não pela pessoa física. Para quem gostar de planejar toda viagem (e fazer tudo sozinho), como eu, indico um seguro de saúde que qualquer pessoa pode contratar, que é a Mondial Assistence (https://www.mondialtravel.com.br/home.aspx). Atende os requisitos do tratado e não é caro.

    abraços

    Comente
    • Ola Guilherme, você pode cotar online e sendo pessoa física. Usei o serviço da Real Seguro Viagem em minhas duas últimas viagens, com ótimos valores e tudo dentro da normalidade.

      Abraços!

      Comente
    • Oi Guilherme,

      Trabalho na Real seguro viagem, a agência de viagens que criou o site https://www.seguroviagem.srv.br/?agency_code=64.

      Entendi sua questão, realmente as seguradoras que comparamos no site não vendem diretamente para pessoa física, é obrigatório ter a figura da agência de viagem por trás da venda do seguro viagem.

      Nas contratações pelo https://www.seguroviagem.srv.br/?agency_code=64 a Real é a agência de viagens que viabiliza a contratação através dessas seguradoras.

      Abração!

      Comente
    • Olá Rogério e Rafa.
      Há uns 3, 4 anos que só uso a Mondial, exatamente porque na época que estava procurando só encontrei ela que vendesse para pessoa física. Se mudou hoje em dia, melhor para quem gosta de planejar tudo sozinho, como eu. Obrigado aos dois.
      abraços

      Comente
  2. Olá Rogério. Taí um detalhe que nunca lembramos: e se algo der errado? :/ Muito obrigada pela dica. E a dúvida aqui descrita pelo Guilherme é real?
    Mas na verdade o que me motivou escrever é que no início de julho (sei.. época cara mas inevitável, por isso preciso de ajuda) irei para Portugal. Devo chegar por Lisboa, onde tenho amigos que me hospedarão e ficarei por volta de 4/5 dias. Depois preciso ir pra Guimarães ficar 4 dias, ir para Porto por 2 dias e voltar pra Lisboa. Entre Porto e Lisboa estou tentando “dar uma escapadinha” para Paris e ficar 3 dias por lá.
    Minha dúvida é como fazer todo esse trajeto.
    Pesquisei trens para trafegar por portugal, mas como ir para Paris? Vi alguns vôos baratos, R$14,64, mas daí vc clica pra comprar e cobra uma taxa de embarque de quase R$400! é isso mesmo?
    Por favor, poderia me ajudar? como ir de Porto para Paris e principalmente onde se hospedar em Guimarães (perto de Azurém), Porto e Paris da forma mais barata possível.
    Estranho é que vi uma pousada em Guimarães, pedi reserva, mas não recebo nada confirmando. Medo de cair em um lugar pouco confiável.

    Comente
  3. Oi Rogerio tudo bem?
    Estava eu pesquisando sobre viagens para o exterior quando me deparei com seu blog, muito legal por sinal.
    Mas estou precisando de ajuda, porque quanto mais eu pesquiso e tento me informar, mas fico perdida.
    A ideia é viajar para a Itália. Mas quero ir de travessia Atlântida (talvez pela Cruzeiros MSC 18 dias) E o porto para desembarque é em Veneza.
    Contudo, pretendo fechar um pacote terrestre com a CVC de 5 dias em Roma. Mas para isso, quero ir de Veneza a Roma de trem. É possível? Quanto fica, quanto tempo demora? porque vou ter que calcular as datas da chegada para a do pacote em Roma.
    E depois voltar de avião para São Paulo.
    Ou sera que a minha pretensão está alem dos limites? Preciso de ajuda.
    Eu e meu marido nunca fomos para o exterior, conhecemos muito pouco de inglês e espanhol e pretendemos juntar um montante de R$10.000,00 para a viagem toda.
    Queremos ir em novembro de 2014 ou março de 2015 (vai depender da saída do porto de santos do navio da MSC)
    Tem outras empresas que podemos fazer esse tipo de viagem com um pacote tudo junto?
    Alguma opinião? sugestão? ajuda? pleaseeeee!!!
    Meu email e msn: triplicev@hotmail.com

    Comente
  4. Estou pensando em viajar para Paris e Londres e essas informações foram muito úteis pois sou turista de primeira viagem 😉 Obrigado!

    Comente
    • Beleza Rodrigo, precisando é só chamar!

      Abraços!

      Comente
  5. Vou para França e Itália. É preciso fazer dois seguros, específicos para cada país e já específicar as datas? Ou fazendo o seguro para “europa”, especificando a data de todo o período da viagem, já abrange os dois países?
    Pergunto isso pois vi em sites de seguradora tanto para selecionar o destino “europa”, quanto para selecionar o país que a pessoa irá.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Isabel, tudo bem?!

      O seguro viagem vale para todos os países que fazem parte do Tratado de Schengen. O que pode ocorrer é o seguro ser estendido também para países que não fazem parte do tratado, como o Reino Unido, por exemplo. Neste caso a cobertura pode ser menor do que os 30000 euros exigidos pelo Tratado. Então, se vais para a França e Itália, é apenas um único seguro com a mesma cobertura para ambos países, ok?!

      Abraço!

      Comente
  6. Boa tarde!
    Temos um pouco mais de 15 dias para uma viagem que pensamos em dividir entre Noruega, Holanda e Suécia. Será que dá? Alguma sugestão? Desde já, agradeço.

    Comente

Trackbacks/Pingbacks

  1. Viajando Bem e Barato pela Europa - […] maioria dos países da Europa, que fazem parte do Tratado de Schengen, obrigam os turistas a viajarem por suas cidades…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *