Tudo sobre Roma: o que fazer, transporte, alimentação, hospedagem e muito mais dicas

Publicado por em 05/02/2015

Rogerio Milani

Roma, a cidade eterna!

roma castelo santo angelo

Antes de visitar: conhecendo Roma

Quem nunca ouviu falar de Roma – a cidade eterna localizada às margens do Rio Tibre? Com mais de 2.700 anos de história (dominando o mundo durante 500) o epicentro do império e a capital da Itália é um “parque de diversões” para apreciadores da história e arquitetura. Um inesgotável tesouro para amantes da cultura e da arte. Uma metrópole eletrizante de 2,8 milhões de pessoas e de trânsito caótico. Um agitadíssimo centro para boêmios, glutões, modernos e fashionistas.

Uma cidade nova construída sobre a Roma antiga, por isso não é à toa que as escavações para o metrô demoram anos, já que em cada tentativa descobrem peças de arte milenares. São tantas surpresas e atrações ao percorrer essa cidade que é impossível conhecê-la visitando somente uma vez. A favor dos turistas está o fato de a maioria das atrações mais procuradas se concentrar em uma área possível para exploração a pé (Coliseu, Foro Romano, Piazza Venezia, Fontana di Trevi, Pantheon).

Esse post ajudará você a conhecer todas as facilidades que precisa para aproveitar cada segundo nessa cidade maravilhosa e evitar as pequenas “frias” que entramos quando não temos uma “idéia” do nosso destino. Mamma Mia, che bella cittá!

Como chegar e se locomover em Roma: dicas de transporte

Em Roma, prepare-se para caminhar muito. A rede de transportes públicos é bastante completa e sob gestão de dois operadores: ATAC Roma (operador público responsável pelos ônibus, bondes, 2 linhas de metrô e ferrovias) e Roma LPT, consórcio de empresas privadas. Se eu pudesse dar somente uma dica valiosa e indispensável sobre o transporte em Roma, eu diria: pegue o metrô até lugares chave (perto dos pontos turísticos) e caminhe. Já, já daremos exemplos disso.

Como ir dos aeroportos principais até o seu hotel: chegando em Roma e se locomovendo pela cidade

Os dois aeroportos principais de Roma são Fiumicino e Ciampino.  Ao Aeroporto Leonardo da Vinci, mais conhecido como Fiumicino, chegam a maioria dos voos internacionais. De Fiumicino, a maneira mais tranquila de ir para o centro é de trem, com Trenitalia – Leonardo Express – dura 30 minutos e custa 11 euros –  ou mais econômica, de ônibus, de companhias como Terravision, no qual a viagem dura 55 minutos, se trânsito normal, e custa 4 euros, até a Estação Central Roma Termini (Stazione Termini). Desta estação fica mais fácil se deslocar até o seu hotel.  Uma dica importante para pegar o ônibus é que você primeiramente deve comprar o ticket e depois, na porta do ônibus, e segundo a disponibilidade, é que você embarcará. Dependendo da época do ano é bem concorrido.

roma TERRAVISION

Do aeroporto de Ciampino para a Estação Central Roma Termini (Stazione Termini) a maneira mais econômica é de ônibus, de companhias como Terravision, com a viagem durando em média 40 minutos e custa 4 euros. Outra opção é pegar um táxi, a viagem até o centro custa em torno de 30 euros e a grande vantagem (especialmente se for de dia) é que o caminho passa pela famosa Via Ápia,  uma das principais estradas da Roma Antiga.

Ainda saindo do aeroporto, os pontos oficiais de táxi estão nos terminais 1, 2, 3 e 5 do aeroporto de Fiumicino e, no Ciampino, o ponto oficial de táxi está na saída do aeroporto. As corridas são tabeladas e não há cobrança de taxa por bagagem. Não recomendamos alugar um carro na caótica Roma, mas se a intenção for usar o carro para algum bate-volta ou explorar o interior da Itália, recomendamos a Rental Cars, que têm o melhor preço pesquisando entre as ofertas das maiores locadoras de veículos presentes na Itália.

Para chegar ou partir de Roma de trem, você chegará ou sairá principalmente de Roma Termini, a estação mais central. Poderá, ainda, chegar ou sair por Tiburtina ou Ostinse, um pouco mais afastadas. Para conferir e comprar os tickets de trem, você poderá consultar o site da Trenitalia, a companhia férrea estatal, a Italo Treno, companhia privada e que opera apenas trens de alta velocidade ou então diretamente pelo site da Rail Europe, que opera as mesmas tarifas com todas as informações em português e o pagamento de uma pequena taxa adicional pelo serviço.

Agora que já sabes como chegar a Roma, podemos lhe explicar o funcionamento da rede de metrô romana. A metropolitana de Roma possui três linhas em funcionamento (A, B e B1) e uma em construção (C) que deve ficar pronta agora em 2015. A linha A, que vai de Battistini a Anagnina é a de cor laranja, a linha B, que vai de Rebibbia até Laurentina é a cor azul. A B1 é um complemento da azul mas dificilmente você irá utilizá-la. E todas convergem para a estação central Termini.

Ela funciona basicamente como todas as linhas de metrô, basta escolher a parada que precisa descer e olhar a direção que deve seguir. É um sistema muito mais simples do que o de cidades como Londres ou Madri porque você somente poderá trocar de linha na estação Termini e, acredito, a única dificuldade pode ser em encontrar a direção correta, portanto, preste atenção nas placas indicativas. Os tickets podem ser comprados  em tabacarias (qualquer loja que tenha uma placa com um T de “tabacco”), nas estações de metrô (as máquinas ficam na entrada) e, em alguns ônibus que tem uma máquina que vende bilhetes também.

roma Metro

A linha A e a linha B funcionam todos os dias das 5h30 às 23h30 (nas Sextas e Sábados terminando à 01h30). Vamos a um exemplo: Se estás em Lepanto (Linha A) e queres ir ao Colosseo (Linha B) você deve pegar o metrô em Lepanto direção Anagnina e descer em Termini. Ali você trocará para a linha azul em direção à Laurentina e descer no Colosseo. É ou não é fácil?

Como já informado acima, não aconselhamos dirigir por Roma porque, além da dificuldade do trânsito, as ruas são estreitas e dentro do centro histórico dá para fazer tudo a pé. Além de ser muito agradável, é uma surpresa em casa esquina. Para entender o funcionamento da cidade, os ônibus costumam ser bem eficientes. Existem bilhetes simples – por trecho, por dia, por 3 dias e para uma semana. Aconselhamos consultar o site da ATAC para ver os preços atualizados e todas opções disponíveis.

Cheap_Car-Hire_pt

Para conhecer os arredores de Roma: bate-volta para Nápoles/Pompéia e Florença (Firenze)

A Itália é tão espetacular que fica muito difícil poder dizer qual é o melhor lugar para visitar. Segundo algumas pesquisas e experiências pessoais indicamos alguns passeios.

Roma-Nápoles/Pompéia

Localizada a aproximadamente 2 horas ao Sul de Roma, Nápoles possui os maiores palácios de ópera e teatros do mundo, além de ser um museu a céu aberto. A baía, as praias e os passeios marítimos com vistas para o vulcão Vesúvio são indispensáveis, porém a cidade é muuuito caótica, por isso tome cuidado com as suas malas e bolsas. As coisas estão melhorando por lá, mas mantenha-se sempre atento, ok?! Perto dali está Pompéia, com suas ruínas que que nos fazem voltar no tempo e chegar em uma cidade da antiga Roma um dia depois que todos morreram pela erupção do vulcão Vesúvio. Saindo de Roma, Nápoles fica a uma distância de 220 km, e a melhor opção é viajar de trem, consultando TrenitaliaItalo Treno ou Rail Europe. Se preferir viajar com excursão de um dia para estas cidades, consulte os sites da Viator ou Ticketbar.

Roma-Florença

Distante 250Km de Roma, Florença, terra de David de Michelangelo, foi o centro do Renascimento italiano e está repleta de museus com quadros e esculturas, também jardins, igrejas, cafés e restos de toda história medieval e da cavalaria. A Ponte Vecchio sob o Rio Arno, as sorveterias e as compras, Firenze é considerada por muitos como uma das cidades mais lindas do mundo. A viagem dura aproximadamente 1h e meia com o trem de alta velocidade (TrenitaliaItalo Treno e Rail Europe), que parte de Roma a Firenze de meia em meia hora. Muito fácil e rápido! E quanto antes comprar seus tickets, mais barato será! E caso prefira ir com tudo organizado, guia e sem preocupações com horários ou estações, compre seu pacote na Ticketbar ou Viator.

Onde ficar em Roma: dicas de acomodação

Roma sempre foi um dos destinos mais significativos do mundo. Palácios, pequenas casas e locais abrigaram os primeiros viajantes até os dias de hoje. Atualmente, a fama é dos B&B (Bed & Breakfast) – cama e café da manhã, e nós temos boas dicas para os leitores desse guia rápido.

Para quem viaja pela primeira vez à Roma, a dica é ficar próximo (ou dentro) do Centro Histórico, já que assim estarão muito bem localizados em relação aos transportes e principais pontos turísticos e a região possui também vários hotéis, com os mais diferentes níveis de conforto. O entorno do Vaticano costuma ter uma alta circulação de turistas, mas alguns bons hotéis, inclusive alguns na agradável e arborizada região atrás do Estado Papal. Se puder, evite apenas a região imediatamente próxima a estação ferroviária Termini, mal frequentada e com longa história de furtos a turistas desavisados.

roma PIAZZA VENEZIA

Opção econômica

Al Colosseo 8
Bem pertinho do Coliseu, no ótimo bairro Monti, fácil para explorar a cidade a pé ou então com transporte público.

Opção tradicional/preço médio

Recomendamos o B&B Piazzetta Al Colosseo (Via Annia – Celio/Colosseo) localizado bem no centro histórico de Roma, pertinho do Coliseu e que é gerenciado pela simpática Adriana, brasileira do Rio de Janeiro que vive há muito tempo em Roma.

Uma outra excelente opção é o B&B Maison Vaticana (Via Ottaviano 42, Vatican City – Prati, 00192) também comandado por uma brasileira, a Gisele, professora de português/italiano, que mora em Roma desde 2009, quando então se casou com o romano Antonio que, por sinal, fala muito bem o português. O Maison Vaticana fica bem pertinho da praça São Pedro, do Museu Vaticano e do Castelo Santo Ângelo, bem barbadinha para explorar estes e outros pontos a pé ou usando o transporte público, com pontos de ônibus e estação de metrô bem próximos à pousada.

Sweet Home Colosseum
Também fica bem pertinho do Coliseu, de onde o hóspede poderá fazer praticamente tudo a pé ou usar o metrô/bus.

Opção alto padrão

Relais Merulana Guest House
Uma ótima e muito bem avaliada pousada, bem confortável e super bem localizada, pertinho do Coliseu e no ótimo bairro Monti.

Trevi Palace Hotel
Fica bem no miolo central da zona turística de Roma, de onde é possível fazer tudo a pé. Hotel bem confortável, 3 estrelas, muito bem avaliado e com preço justo para o que oferece.

bannereuropa300x250 A

Onde comer em Roma: dicas de alimentação

Tratorias, restaurantes, bares, cafés, pizza, massa, comidinhas de mercados gourmet, comida de rua, cantinas. Você jamais passará fome em Roma. O díficil é poder indicar nesse guia rápido alguns restaurantes, já que são milhares interessantes, saborosos e para todos os gostos e bolsos. Só não deixe de provar uma sequência completa, o antipasto (entrada ou saladinha), primo piatto (normalmente um prato de arroz, pasta ou sopa), secondo piatto (prato principal, carne, ave ou pescado), contorno (acompanhamento) e dolce (sobremesa). Para beber, uma boa taça de vino italiano da casa e café. Pratos romanos clássicos são o carciofi alla giudia (alcachofras judias) e fiori di zucca fritti (flor de abobrinha frita). Mas aí vão algumas dicas interessantes sobre alimentação. Também há os paninos, sanduíches sempre muito bons e com ótimos preços, e o tramezzino, um sanduiche triangular com pão de fôrma.

Opções econômicas

Caso você fique hospedado em um apartamento ou local com cozinha/sala, vale a pena ir no supermercado e preparar aquele café da manhã em “casa” (mesmo assim não deixe de comer um bom “corneto” na rua com um café “ristretto”), ou almoçar na rua (pegando sempre o prato do dia –normalmente até 14h-15h) e à noite dar uma passada no mercado e comprar itens para lanches ou jantar. Se bater a fome durante o passeio, uma boa alternativa é sempre a pizza a taglio ou então um sorvete! Outra boa dica é sempre fugir de locais muito perto de atrações turísticas e perguntar aos locais onde eles costumam comer, isto será garantia de boa comida e preço justo.

Opções tradicionais/preço médio

Trastevere é um dos melhores lugares da cidade para tomar o “aperitivo”, ou seja, um drinque com petiscos antes de escolher uma das dezenas de trattorias do bairro para o segundo round de comilança. Existem muitos restaurantes deliciosos por aqui, não deixe de provar a “pasta carbonara”, típica romana, feita com ovos.

Opção alto padrão

Existem excelentes restaurantes espalhados por Roma, de alta qualidade. O que você têm que cuidar são aqueles caríssimos e que de “alto padrão” não têm nada, normalmente localizados ao redor dos pontos turísticos. Para quem quer comprar produtos de alta qualidade, sugerimos visitar mercados gourmet, como o ótimo Eataly.

Roma imperdível: dicas que todo viajante tem que saber

A primeira coisa que recomendamos é pedir dicas interessantes para o pessoal do hotel/hostel aonde você estará hospedado. Os locais mudam bastante e eles têm sempre uma lista atualizada para dar as melhores dicas aos seus hóspedes.

  1. Leve tênis confortável, ande a pé.
  2. Para o café da manhã, um “corneto” e um café “ristretto”.
  3. Evite comer perto dos pontos turísticos.
  4. Vá com troco para comprar os tickets do metrô.
  5. As melhores épocas para visitar são na primavera (março a junho) e outono (setembro a dezembro).
  6. Dependendo da atração, compre tickets com antecedência, Roma têm gente o ano todo.
  7. Alugue uma bicicleta para passear pelas ruelas, se perca.
  8. Prove a foccacia.
  9. Assista “La Dolce Vita” e “Anjos e Demônios” antes da visita.
  10. Prove o gelatto italiano.
  11. Aprenda palavras em italiano antes de viajar.
  12. Coma uma massa tipica romana “a carbonara” no Trastevere.
  13. Assista a troca da Guarda no Quirinale.

ROMA

O quê fazer e onde turistar em Roma: 3 dicas de passeios diferentes

Vaticano – Basílica de São Pedro, Tumbas dos Papas, Museus (A)
É quase impossível visitar a Basílica, as tumbas, a cúpula e os museus em um dia só. Nos museus (que fecham aos domingos, exceto o último domingo de cada mês que abre gratuitamente) está a famosa Capela Sistina. Uma das dicas é fazer a reserva pelo site do Vaticano com antecedência ou comprar seu ingresso na Ticketbar. Assim você escapa das filas gigantescas. Atenção: o Roma Pass não vale para o Museu Vaticano. Compre o ingresso antecipadamente.

roma VATICANO

Castel Sant´Angelo (B)
O Mausoléu do Imperador Adriano já foi usado como edifício militar, prisão e fortaleza no período medieval. O anjo em cima do Castelo é o anjo Gabriel e pode ser visto de pertinho do último andar do Castelo (além da maravilhosa vista do Rio e de Roma (fechado às segundas-feiras).

Piazza di Spagna (C)
Bem no centro dela se encontra a Fontana della Barcaccia, uma fonte em forma de barca projetada em 1627 pelos famosos escultores italianos Bernini, pai e filho. Uma das mais belas praças italianas possui uma escadaria que leva até a igreja Trinità dei Monti.

Piazza del Popolo (D)
A Praça do Povo foi modificada diversas vezes  e abriga três igrejas: Santa Maria del Popolo, ao lado da Porta del Popolo bem onde Nero morreu e foi sepultado, e as gêmeas Santa Maria in Montesanto e Santa Maria dei Miracoli, no lado oposto da praça. As fontes Fontana della Dea di Roma e a Fontana del Nettuno do outro, juntamente com o Obelisco Flaminio e circundado por 4 leões de mármore são as grandes atrações da praça.

Villa Borghese (E)
Situado na colina Pinciana, é o terceiro maior parque da cidade com 80 hectares. A casa de recreio do Cardeal Scipione Borghese reúne a sua coleção de obras de arte na imperdível Galleria Borghese, que abriga obras de Gian Lorenzo Bernini,  Caravaggio, Leonardo da Vinci, Raffaello, Rubens, Tiziano. Compre seu ticket antecipadamente.

Fontana di Trevi (A)
Com certeza, é uma das maiores e mais bonitas fontes de Roma.  Inaugurada em 1735, marca o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos de Roma. Diz que quem joga uma moeda de costas para a Fontana di Trevi voltará a Roma.

Palácio de Quirinal (B)
Atual sede do governo Romano.

Panteão – Pantheon (C)
Templo dedicado a todos os deuses romanos. Aqui estão as tumbas de Raffaello e Annibale Caracci, os reis Vittorio Emanuele II e Umberto I e a rainha Margherita.

roma PANTHEON

Piazza Navona (D) e Campo dei Fiori (E)
Essa belíssima praça era o Estádio de Domiciano e ao centro está a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatro Rios). Para visitar a zona de bares e cafés vá ao Campo dei Fiori.

Piazza Venezia (A) e Monte Capitolino (B)
Umas das mais famosas praças romanas, na Piazza Venezia da época de Mussolini, podemos ver o monumento dedicado ao rei Vittorio Emanuele II. O monte capitolino é uma das sete colinas de Roma e é onde se situa a sede oficial do prefeito da cidade. Na parte superior do Vittoriano se encontra o Museo Centrale del Risorgimento. Compre os tickets antecipados e evite filas.

Fórum Romano (C) e Fórum e Mercado de Trajano (D)
O Fórum Romano era o centro comercial, religioso e político da Roma Imperial e o Fórum de Trajano foi o último (cronologicamente) dos fóruns imperiais da Roma Antiga. Já o Mercado de Trajano é considerado o primeiro shopping center da história.

Palatino (E)
Uma das sete colinas de Roma, é uma das partes mais antigas da cidade. Segundo a lenda, Roma teve origem exatamente nessa colina. Foi sede das residências dos aristocratas (época republicana) e imperadores (período imperial) de Roma.

Coliseu (F)
Construído nos anos 70 d.C. foi utilizado para realizar combates de gladiadores, lutas de animais, execuções, batalhas navais, caçadas, etc. Recomendamos compra antecipada para evitar filas.

Arco de Constantino (G)
Situado entre o Coliseu e o Palatino, foi construído para comemorar a vitória de Constantino sobre Maxêncio na  Batalha da Ponte Mílvio, 312 d.C.

Isola Tiberina (H) e Trastevere (I)
Trastevere é o bairro dos romanos, da boemia, repleto de bons restaurantes, bares e boates, mas sem muitas atrações (dignos de nota, porém, são o Tempietto e a Villa Pamphili). Muito perto dali está a Isola Tiberina, a ilha em forma de barco localizada bem no meio do rio Tibre (Tevere), no centro de Roma.

Outros lugares interessantes em Roma

  1. Circus Maximo
  2. Barberini
  3. Bocca della Verità
  4. Parque Gianicolo – vista linda da cidade
  5. Basílica di Santa Maria Maggiore
  6. Basílica San Giovanni in Laterano
  7. Igreja di Trinità dei Monti
  8. Coluna de Trajano
  9. Termas de Caracala

Para conferir outros passeios e ingressos em Roma, recomendamos os parceiros:
Ticketbar
Viator

Roma Eterna

Cartões de turismo e compra de ingressos

Roma Pass

Esse cartão dá direito a entrada grátis nas 2 primeiras atrações visitadas (as demais você pagará tarifas com desconto). Além disso, você tem direito a transporte gratuito e ilimitado em ônibus, algumas linhas de trem e metrô ativados desde o primeiro uso até a 24h do terceiro dia de uso. Aeroporto não está incluso. Recomendamos a compra, já que Roma é a única cidade onde realmente vale a pena comprar esse passe turístico, já que combinado com o transporte público e o Coliseu, Palatino e Fórum Romano, além da Galleria Borghese, já vale a pena, contando estas duas atrações com as entradas gratuitas do Roma Pass. Veja mais infos aqui: http://viajandobemebarato.com.br/2008/11/dicas-de-viagem-roma.html.

roma romapass

Mais de Roma: dicas de sites e blogs recomendados

Dicas de alimentação

  1. http://viajeaqui.abril.com.br/vt/blogs/achados/2013/04/17/quem-converte-se-diverte-o-preco-das-coisas-em-roma/
  2. http://dicasderoma.com.br/forum/f8/gastos-alimentacao-35.html
  3. http://www.raphanomundo.com/2014/01/onde-comer-em-roma.html

Dicas gerais

  1. http://dicasderoma.com.br
  2. http://viajandobemebarato.com.br/2008/11/dicas-de-viagem-roma.html
  3. http://www.viajenaviagem.com/destino/roma
  4. http://www.dicaseturismo.com.br/roteiro-roma/
  5. http://guia.melhoresdestinos.com.br/o-que-fazer-roma-87-778-p.html
  6. www.turismoemroma.com
  7. www.turismoroma.it
  8. www.vamosparaitalia.com.br/roma.html
  9. http://cinema10.com.br/tipos/filmes-sobre-roma

Dicas de transporte

  1. http://www.matraqueando.com.br/category/europa/italia/roma
  2. http://www.paraviagem.com.br/como-se-locomover-em-roma-na-italia/
  3. http://diariodemochileiro.com/europa-italia-dicas-de-como-se-locomover-em-roma/

Roma: contatos e números de emergência

Urgências médicas – 118
Serviço médico – +390677055297
Bombeiros – 115
Polícia – 112 ou 113
Polícia Fiscal – 117
Guincho – 116
Ambulância Cruz Vermelha – 5510

Embaixada Brasileira
Piazza Navona, 14 – Roma
Fone + 39 06 683 981
Fax: 06 686-7858
http://www.ambasciatadelbrasile.it
Email: info@ambrasile.it

Consulado-Geral em Roma
Piazza di Pasquino, 8 – 00186 – Roma
Fone: + 39 06 688 9661
Fax: + 39 06 6880 2883
http://www.consbrasroma.it/index.html
Email: consulado@brasilroma.it

Este artigo foi escrito por Roberta Weber Calabró e Rogério Milani – Parceria Steps To Fly e Viajando bem e barato pela Europa.

_______________________________________________________

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_______________________________________________________

banners05animado01

Tags

32 Comentários

  1. Oi Rogerio, tudo bem? Recomendo o meu site para informaçoes uteis e dicas de sobre Roma.
    http://www.leda-roma.com
    Espero que possa ser util aos seus leitores! Abraços
    Leda

    Comente
    • Rogerio Milani

      Show Leda! Com certeza você sempre terá ótimas infos para a galera do Viajando! E ótimos serviços como guia também! 🙂

      Abração!

      Comente
  2. Olá…tenho planos de passar 30 dias conhecendo parte da Europa. Vi os itinerários dos trens e observando os mapas me pareceu interessante iniciar minha viagem em Madri, de lá ir para Paris e Londres, depois voltar para Roma e conhecer os principais pontos da Italia e de lá ir para Grécia para conhecer um pouco também. Sei que conseguirei conhecer apenas um pouco de cada local, mas essa é minha ideia, fazer um geral nos principais pontos para no futuro ir passar mais tempo onde mais gostar. Pensei em fazer tudo isso de trem e ferro bouts com os passes da Euroail. Você indicaria isso ou será que é loucura ir em todos esses lugares em 30 dias?

    Comente
  3. Rogério… primeiramente parabéns pelo blog. Tenho planos de viajar para a Europa como meu esposo na segunda quinzena de dezembro, conhecendo Portugal, Espanha e Itália uma viagem de 15 dias. Quanto você acha que gastaríamos, hospedando em um hotel razoável? E o que você me indica, sendo que a Itália seria o principal destino conhecendo Roma e incluindo a Toscana. Muito obrigada!

    Comente
  4. Boa noite. Adorei seu blog Rogério, dicas muito boas. Gostaria de saber se vale a pena comprar o ingresso para o Museu do vaticano e Capela Sistina incluindo o almoço nos restaurantes de lá. Aguardo retorno. Muito obrigada

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Anna, tudo bem?!

      Esta eu vou ficar te devendo, pois nunca almocei nos restaurantes de lá. Sempre optei por almoçar na rua mesmo.

      Abraço!

      Comente
  5. Estou programando viagem para Itália. Vou em setembro agora. As idéias de Roma foram ótimas. Vou comprar logo o Roma Pass.
    Obrigada!!!!

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Tata!

      Isto mesmo, garante teu Roma Pass! É a melhor pedida em Roma! 🙂

      Abração!

      Comente
  6. Olá Rogério. Primeiramente parabéns pelo blog, é realmente muito útil.
    Estou indo para a Itália em outubro, viajo com o meu marido e os meus pais. Passaremos a maior parte do tempo na toscana e no norte, Verona, Veneza, Bassamo del Grappa, … e estamos na dúvida quanto a Roma, pois é um pouco longe do nosso foco principal, só temos 12 dias e ficar um dia em Roma não vale a pena. Então dúvida cruel, incluir ou não Roma no roteiro?
    Aguardo tua opinião.
    Desde já obrigada.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Isabela!

      Com toda certeza, deixem Roma para uma próxima viagem, quem sabe com outros destinos ao sul da Itália?!

      Abraço!

      Comente
  7. Rogerio, parabens pelo seu blog, estou vendo neles minha chegada e passeios. Chegaremos em Roma dia 01/10/2015 no Aeroporto Fiumicino. Estamos em duas pessoas e chegaremos as 23.30. Iremos ficar no Mercure Roma Oeste, que segundo hotel fica a distante da Estação Termini 18 km e do aeroporto 22,50 km. Pelo Horario que chegaremos acredito que a melhor opção seria pegar um Taxi. Pelo que estava vendo no seu blog deve custar 30 euros??

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Acir!

      A melhor opção para vocês, que chegarão tarde, é reservar um transfer privado, que custará 45 euros. Verifique com o hotel a possibilidade deles reservarem para vocês, senão te passo contato para que vocês mesmo reservem, ok?! No final o valor ficará elas por elas com o custo do Leonardo Express do aeroporto até Termini e mais o táxi até o hotel, além de que poderá já não ter mais trem no horário que estiverem livres e com as malas.

      Abraço!

      Comente
  8. Iremos de Siena a Roma de carro. Devo devolve-lo em Ciampino perto das 15hs. Porém, antes gostaria de deixar minha familia e a bagagem no hotel que fica na via Cavour. Ao chegar a Roma, segundo o google maps, teria que pegar a Circonvallazione Salaria, depois a Circonvallazione Tiburtina, Via dello Scallo San Lorenzo, depois passando pela Piazza Vit Emmanuele até a Via Cavour. Depois sigo até Ciampino. Minha dúvida é se fazendo esse trecho, entro em alguma ZTL?

    Comente
  9. Estarei em Roma no fim de abril/início de maio. Dia 01/5 é feriado, mas cai no domingo. O papa faz alguma missa, “aparição” nesse dia?

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Amanda!

      Se o Papa não estiver fora de Roma, ele celebrará o Angelus na praça São Pedro ao meio-dia.

      Abraço!

      Comente
      • Para ver essa cerimônia, precisa de alguma reserva?

      • Rogerio Milani

        Não Amanda, é chegar na praça e marcar ponto até a aparição dele para a benção.

        Abraço!

  10. Parabéns! seu blog é uma delícia de ler e esta me ajudando demais na montagem do roteiro. Em maio, eu e meu marido vamos fazer um tour pela Itália. Na reta final, alugaremos um carro em Bolonha para devolvê-lo em Roma. Depois de Bolonha, passaremos pela Toscana. A última cidade do roteiro, antes de Roma, será Orvieto.
    Nesse ponto,sinceramente me perdi. Não sei se é melhor voltar a Perúgia ou Siena, entregar o carro e continuar de trem,ou devolver em Roma mesmo.
    E aí, outra dúvida: devolver em qual dos dois aeroportos? depois de entregarmos, ficaremos hospedados em hotel da Piazza Navona.
    Muito obrigada, por enquanto, e Parabéns, mais uma vez
    Abs
    Célia Santos

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Celia, tudo bem?!

      Uma boa seria devolver o carro em Roma mesmo, ao chegar na cidade. Daí poderão definir qualquer um dos aeroportos ou até uma locadora próxima ao hotel ou estação Termini. Se for num dos aeroportos, ficará mais tranquilo para chegar, sem pegar um trânsito intenso, ok?! E dos aeroportos é fácil ir até o centro ou hotel com transporte público ou um transfer, se preferirem.

      Abraço!

      Comente
  11. Boa noite!
    Muito bom seu site, parabéns e obrigada pelas dicas sempre valiosas.
    Irei pela segunda vez a Roma em maio e só ficarei 3 noites. Chegarei de Florença.
    Estarei com meu marido e meus pais. Estou com uma dificuldade para escolher onde ficar pois meu vôo de retorno, infelizmente, sai as 6h20. Sei que é roubada esse horário mas sabe como é, era bem mais barato. Não pensei que fosse tão difícil encontrar um hotel BBB que tenha recepção 24h. Você teria alguma sugestão? Muito obrigada!

    Comente
  12. Olá Rogério, bom dia!
    Gostaria de saber qual tipo de roupas é permitido nas igrejas e museus em Roma, principalmente se eu e meu marido podemos usar bermudas. obrigada!

    Comente
    • Rogerio Milani

      Olá Renata, tudo bem?!

      As outras igrejas são menos rígidas que o Vaticano quanto ao vestuário feminino. Normalmente não fazem grandes problemas, mas se a bermuda feminina for muito curta eles dão, na entrada, um pano para cobrir. Vale também para as camisetas regatas ou muito cavadas. Para os homens não tem problemas nem no Vaticano. Nos museus é tudo mais tranquilo.

      Abraço!

      Comente
  13. Olá Rogério tudo bem?

    Concluindo alguns detalhes para minha primeira viagem a Europa, roteiro montado basicamente com suas informações aqui do blog, que agradeço mais uma vez, aproveito para perguntar sobre propaganda de transfer do aeroporto Fiumicino para o centro através de vans a parir de 15 euros, no meu caso para o B&B da Adriana que já está agendado. Vc indica alguma coisa nesse sentido?

    obrigado e grande abraço.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Paulo, tudo bem?!

      Você tem a opção de ir até a estação Termini com os onibus da Terravision (mais baratos e mais lentos) ou então com os trens da Leonardo Express. De lá vocês pegam um metrô e param na segunda estação, a Colosseo, de onde seguem a pé até a Piazzetta. Na confirmação da reserva a Adriana envia o passo a passo para chegar até lá, confere no email, ok?!

      Outra opção, se quiserem mais conforto, é contratar o transfer do aeroporto até a Piazzetta e, salvo engano, isto custa 45 euros para 2 pessoas. Também poderá verificar e solicitar isto à Adriana.

      Caso tenha outras dúvidas, é só chamar!

      Abraço!

      Comente
  14. Oi Rogério, estaremos em 4 pessoas e chegaremos por volta de 20h no aeroporto FCO. Estamos pensando em taxi ou um transfer, qual compensa mais? Ficaremos na Via cavour. Num post seu vi comentando de um transfer privado, como faço para reservar? Sabe mais ou menos o valor?

    Obrigada.
    Suelen

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *