Tudo sobre Veneza: o que fazer, transporte, alimentação, hospedagem e muito mais dicas

Atualizado por em 19/05/2017

Rogério Milani

Canais, gôndolas e história: uma joia italiana

Veneza_ruas_Viajando bem e barato pela Europa

Antes de visitar: conhecendo Veneza

Por quê visitar Veneza? Uma cidade flutuante, construída sobre várias ilhas e erguida no meio de um lago. Única, não é?

O transporte é feito em barcos (incluindo ambulâncias, polícia, bombeiro e ônibus), as pontes douradas cruzam os muitos canais e a mistura dos povos transformou essa cidade em potência comercial e cultural no passado. Assim é Veneza, situada na região nordeste da Itália, na região do Vêneto, e banhada pelo mar Adriático. Inspira criatividade, alimenta os sonhos, apaixona os casais e encanta os fotógrafos. Palácios na beira da água, cafés deliciosos, músicas nas ruas, gôndolas e pura arte e história. Famoso pelo seu carnaval de máscaras, não é a toa que Veneza recebe em torno de 18 milhões de turistas a cada ano. É um lugar para não apenas visitar uma vez na vida – são necessárias duas, três viagens para se encantar com a belíssima cidade.

Esse post vai ajudar você a aproveitar cada segundo nessa cidade maravilhosa e evitar as pequenas “frias” que entramos quando não conhecemos o nosso destino e o funcionamento do destino que escolhemos. Aproveite!

Veneza_canais_Viajando bem e barato pela Europa

Como chegar e se locomover em Veneza: dicas de transporte

Para se deslocar por Veneza existem algumas opções de transporte por terra e água mas a melhor de todas é a pé. Somente assim você conhecerá as maravilhas e surpresas da cidade. Um bom tênis é indispensável.

Como ir dos aeroportos principais até o seu hotel: chegando em Veneza e se locomovendo pela cidade

A chegada principal se dá através de dois aeroportos mais próximos: o principal é o Marco Polo localizado a 12km – e o outro Aeroporto Internazionale A. Canova localizado em Treviso e especialmente utilizado pelas companhias aéreas low cost. A partir daí, pode-se utilizar basicamente dois tipos de transporte até Veneza ou Mestre (onde ficam alguns hotéis mais baratos).

Chegando de ônibus, o nome da companhia é ATVO e a linha 35 sai dos aeroportos e funciona basicamente das 5h da manhã até a 00h20min, custando 6 euros e te deixando na Piazzale Roma. Mas sempre recomendamos que é melhor verificar antes no site da companhia.

Se você sair do aeroporto e for alugar um carro para, depois de Veneza sair em direção à outras cidades da Itália, pode usar a Rental Cars ou RentCars. A maioria dos sites de turismo indica que o melhor lugar para estacionar o carro é em Mestre, no San Giuliano Parking, pelo preço de 5 euros. Para quem quiser estacionar em Veneza, são duas as opções: um chamado Tronchetto Parking Garage, localizado na Piazzale Roma, pertinho da estação de trem, e a Garage San Marco, localizado ao lado da Piazza San Marco, ambos em torno de $30 euros por dia.

Outra alternativa é de barco. A companhia ALILAGUNA tem barcos que saem de 15 em 15 minutos dos aeroportos, custam 15 euros e te deixam em alguns pontos diferentes da cidade. Para mais informações e confirmações de preço e horários, recomendamos olhar no site também.

Para quem vem diretamente de outras cidades e chega de trem, vai chegar na estação chamada Stazioni di Venezia Santa Lucia. A partir daí, localizado na parte oposta da Pizza San Marco, você pode se locomover por Veneza. Dependendo da localização do seu hotel, se não der para ir caminhando (veja nossas dicas abaixo), o que sempre recomendamos é o famoso VAPORETTO, um ônibus-barco que oferece tickets para 12, 24, 48 e 72 horas. É bom sempre comprar e carregar os tickets (você achará na saída da estação) e eles nem sempre pedem para vê-los, mas não ande sem pois você pode ser pego de surpresa e ter que pagar uma bela multa. As gôndolas são o sonho de muita gente mas são uma opção que custa caro (em torno de 100 euros o casal). Já o traghetto, que atravessa o Gran Canale é outra excelente opção.

Se tiver alguma pergunta, ao chegar na estação de trem, procure pelo serviço oficial de informações APT, aberto diariamente entre 8h10-18h50. O mapa Venezia Lido é gratuito, e tem os principais pontos turísticos.

Veneza_ruas_Viajando bem e barato pela Europa

Para conhecer os arredores de Veneza: bate-volta para as Ilhas de Murano, Burano e Torcello e Verona

Veneza é considerada a porta de entrada para o Adriático, muitos saem dali em direção para a Croácia. De acordo com outros blogueiros e experiências pessoais indicamos alguns passeios.

1. Ilhas de Murano, Burano e Torcello

Esse passeio de um dia que vai encher seus olhos de cor. A primeira das ilhas e mais próxima de Veneza, Murano, é conhecida em todo o mundo pela antiga tradição da fabricação de vidro. A segunda, Burano, é uma famosa ilha movimentada, repleta de casas coloridas e conhecida pelas rendas artesanais, verdadeiras obras de arte feitas de fio e que você pode comprar em lojas locais ou bancas de rua. Torcello foi o principal centro da lagoa de Veneza antes do nascimento da República de Veneza. Esta ilha mística combina espiritualidade intensa em inúmeros testemunhos de grande importância histórica e artística, como a Basílica de Santa Maria Assunta, a Ponte do Diabo lendário e do trono de Átila.

Para chegar até essas ilhas, você pode contratar um tour em qualquer agência de viagem em Veneza ou ir sozinho. O melhor é comprar um passe de 12 horas do Vaporetto.

Para Murano: barcos/vaporetto de números 41, 42, DM e LN;
Para Burano: barcos/vaporetto de número LN;
Para Torcello: barcos/vaporetto de número LN;

2. Verona: a terra de Romeu e Julieta

Conhecida como La Piccola Roma, Verona, com 261 mil habitantes, é a maior cidade da região do Vêneto, sendo cortada pelo rio Adige. Verona foi considerada uma das cidades mais poderosas durante o Império Romano, a cidade tem um incrível patrimônio artístico e arquitetônico. Verona também é conhecida em todo o mundo por Shakespeare e seu Romeu e Julieta. A cidade tem seduzido poetas, viajantes, artistas e celebridades ao longo dos séculos.

Verona é uma obra de arte, uma fascinante mistura de culturas e períodos históricos, de influências do nórdico e do mediterrâneo. A cidade é ao mesmo tempo antiga e moderna. Alguns pontos de interesse são: Castelvecchio, Arena de Verona, Piazza Bra e Portonni Della Bra, Casa de Julieta, Piazza dei Signori e Anfiteatro Romano de Verona.

Para Verona, pode-se chegar através do aeroporto principal da cidade, o Verona Aeroporto , de trem pela Rail Europa você chega na Estação Ferroviária de Verona Porta Nuova (Stazione di Verona Porta Nuova).

Veneza_Verona_Viajando bem e barato pela Europa

Seguro viagem obrigatório na Europa

Ficou com vontade de conhecer Veneza? Se você viajar pra lá, precisa obrigatoriamente contratar o serviço de seguro viagem! Se você nunca ouviu falar sobre isso e quer saber mais, leia este post sobre o seguro viagem e todas as dicas para contratar este serviço.

Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads.

Onde ficar em Veneza

Em relação a hospedagem você pode optar por ficar em Veneza ou em Mestre, que é a cidade mais próxima e mais barata. É importante levar em consideração que a parte central da cidade, onde ficam as ilhas, é um labirinto e os carros não entram. Por isso é bem importante, além da economia, entender um pouco o mapa de Veneza para saber onde está o hotel e como se locomover.

Para não se perder em Veneza, sugerimos que marque a sua hospedagem em relação à estação de trem Santa Lucia ou a praça São Marcos, que daí ficará fácil retornar. E tente não seguir o fluxo, principalmente na alta temporada, quando a cidade fica entupida de gente. Tente usar ruas e pontes alternativas, assim poderá caminhar com mais tranquilidade.

Caso esteja com bastante bagagem, lembre que em Veneza nem mala de rodinha aguenta, pois toda ponte tem escadas e há muitas pontes e muitas escadas. Considere contratar um carregador da Cooperativa Trasbagagli ou contratar um avulso ao chegar na estação de trem. Outra boa opção é organizar uma mala de mão ou mochila com o que precisará usar em Veneza e deixar a mala no guarda-volumes da estação,que funciona das 6 às 23h e cobra 13,50 euros por volume/dia (valores de setembro/2015).

Indicamos sempre o site de buscas Booking.com para fazer as reservas mas indicamos alguns nomes abaixo, caso queira ter uma idéia.

Opção econômica

Hostels e Bed & Breakfasts – Os hostels são algumas opções mais baratas de hospedagem. Antes era usualmente utilizado pelos “mochileiros”, mas agora o nível de alguns hostels se elevou bastante o que fez com que fossem utilizados também por pessoas que querem ecomomizar na hospedagem e gastar seu dinheiro em outras coisas. Apesar de existirem opções de quartos privados, a desvantagem é a falta de privacidade. Os B&Bs são pequenos alojamentos que oferecem pernoite com café da manhã.

Algumas ótimas sugestões de hostels e B&B muito bem localizados e de bom valor em Veneza:

  1. Hotel Messner (Dorsoduro 216, Dorsoduro, I-30123 Veneza).
  2. B&B Aquavenice (Rio Terà S. Leonardo 1371, Cannaregio, 32400 Veneza)
  3. Albergo São Samuele (Salizada San Samuele 3358, San Marco, 30124 Veneza)
  4. Al Portico Guest House (Cannaregio 1804, Cannaregio, 30121 Veneza)
  5. Locanda Poste Vecie (Rialto Pescheria San Polo 1612, San Polo, 30125 Veneza)

Opção tradicional/preço médio

Selecionamos algumas ótimas opções de hotéis em Veneza bem localizados, para fácil uso do transporte público. Lembre-se de que muitos hotéis, a exemplo dos hostels e B&Bs, oferecem opções mais baratas com quartos privativos e banheiros compartilhados. Pode ser uma boa saída para economizar e para os europeus isto é muito comum. Nós também já ficamos em muitos hostels e hotéis com banheiros compartilhados e não vimos nenhum problema nisto!

  1. Palazzo Contarini della Porta di Ferro (Salizada Santa Giustina Castello 2926, Castello, 30132 Veneza).
  2. Hotel Rio (Castello 4358-4358/A (Campo SS. Filippo e Giacomo), Castello, 30122 Veneza)
  3. Casa Caburlotto (F.ta Rizzi – Santa Croce 316, Santa Croce, 30135 Veneza)
  4. Hotel Aaron (Via Felisati 187, 30171 Mestre)
  5. Hotel Tritone (Viale Stazione 16, 30171 Mestre)

Opção alto padrão

Existem bastante hotéis em Veneza chiquérrimos como opções de alto padrão, não será difícil encontrá-los. Aqui sugerimos estes:

  1. Domus Venetia (Sestiere San Marco 2673, San Marco, 30124 Veneza).
  2. The Gritti Palace, A Luxury Collection Hotel (Campo S.Maria Del Giglio 2467, San Marco, 30124 Veneza)
  3. Baglioni Hotel Luna – The Leading Hotels of the World (San Marco 1243, San Marco, 30124 Veneza)
  4. Bauer Hotel (San Marco 1459, San Marco, 30124 Veneza)
  5. Hotel Danieli, a Luxury Collection Hotel (Riva degli Schiavoni 4196, Castello, 30122 Veneza).Além das sugestões acima, você também poderá conferir sugestões dos clientes da consultoria de roteiro personalizado, bem como suas avaliações dos hotéis, hostels, B&Bs, pousadas e apartamentos nos quais ficaram em Londres. Clique aqui para conferir as viagens personalizadas e avaliações de hospedagens.

Onde comer em Veneza: dicas de alimentação

Veneza não é uma cidade muito econômica e muitos consideram com a cidade mais cara da Itália. Existem restaurantes que custam uma fortuna, outros são feitos para enganar turistas e outros que realmente valem a pena. Uma dica importante é: quanto mais perto do Rialto e Piazza San Marco, mais caro você irá pagar. O bom sempre é consultar os hotéis/hostels ou locais para ver as últimas novidades. Existem algumas rosticcerias (restaurantes aonde dá para levar a comida, tipo um buffet a kilo, ou comer ali), vários lugares que vendem pizzas em fatia e dá para ir comendo pela rua, ou osterias – bares com decoração bem rústica onde no balcão ficam expostos os tira-gostos. Os pratos com peixe são os mais típicos.

Algumas comidas típicas são a bruschetta (pãozinho torrado com tomate e manjericão), cicchetto (canapés tipo tapas), polpette (almôndegas), le sarde in saor (sardinha com cebola), e mozzarella in carrozza (sanduíche de queijo quente). Nossa recomendação de bebida fica para os bons vinhos da região, o licor Limoncello e o famoso originário do Veneto Spritz.

Veneza_bruschetta_Viajando bem e barato pela Europa

Opção econômica

Se quiser economizar bastante, rodeie a zona Universitária (IUAV) e verá, por exemplo, o Bacareto da Lele (sanduíche de mortadela e presunto por $0,80) ou o Pizza al Vuolo ($2 o pedaço) no Campo Santa Margherita (praça dos estudantes). Ainda na praça se encontra o l’Hostaria Vite Rossa, ideal para provar a Mozzarella in carrozza.

Opção tradicional/preço médio

Para quem busca outros restaurantes um pouco mais caros e requintados mas por menos de $25, visite o Pronto Pesce, San Polo 319. Trattoria Ca’ d’Oro (Alla Vedova) no Cannaregio, 3912 e Dal Moro’s – Fresh Pasta to Go (Calle de La Casseleria, 5324 – Castello 30122).

Veneza_Caffe Florian_Viajando bem e barato pela Europa

Opção alto padrão

Duas ótimas opções para quem quer ótimas refeições e belas vistas são o Ristorante Alle Corone (Castello, Campo della Fava 5527, 30122) e o Café Florian – o mais antigo de Veneza, existente desde 1720 e localizado na Piazza San Marco.

Veneza imperdível: dicas que todo viajante tem que saber

A primeira coisa que recomendamos é pedir dicas interessantes para o pessoal do hotel/hostel aonde estão hospedados. Os locais mudam bastante e eles têm sempre uma lista atualizada para dar as melhores dicas aos seus hóspedes. Para passeios em atrações turisticas, evite filas comprando ingressos antecipados.

Veneza_Carnaval_Viajando bem e barato pela Europa

  1. Evite o alto verão
  2. Se hospede em Veneza
  3. Fique, pelo menos, três noites na cidade
  4. Pegue instruções no seu hostel/hotel
  5. Deixe a mala na estação
  6. Não tenha medo da água alta (não é comum)
  7. Não tenha medo das pombas na Piazza San Marco
  8. Leve sua carteirinha de estudante, terá muitos descontos
  9. Compre o passe do Vaporetto
  10. Prepare o bolso para o passeio de gôndola – é caro, mas inesquecível
  11.  Caminhar, caminhar e caminhar
  12. Murano, Dorsoduro e San Giorgio Maggiore
  13. Museu Accademia
  14. Museu Ca’Rezzonico
  15.  Museu Peggy Guggenheim
  16. Bienal de Arte de Veneza
  17. Carnaval de Veneza
  18. Visita e Pôr do sol na frente do Palazzo Ducale
  19. Cruzar a Ponte Rialto e a Ponte dos Suspiros.

O que fazer e onde turistar em Veneza: duas dicas de passeios diferentes

STAZIONE DI VENEZIA SANTA LUCIA (A) E PONTE DEGLI SCALZI (B)
A Estação de Venezia Santa Lucia (Stazione di Venezia Santa Lucia em italiano) é a principal estação ferroviária de Veneza, e o principal acesso à cidade por transporte público. A Ponte Scalzi em Veneza, juntamente com a Ponte Rialto, a Ponte Accademia e a Ponte da Constituição, formam as quatro pontes sobre o Grande Canal.

CHIESA DE SAN GIACOMO (C)
Tradicionalmente se considera a igreja iglesia mas antiga de Veneza, construida no ano 421 por um carpinteiro (Candioto ou Eutinopo).

SCUOLA GRANDE SAN GIOVANNI EVANGELISTA (D) E SCUOLA GRANDE DI SAN ROCCO (E)
A Scuola Grande di San Giovanni Evangelista é uma escola de Veneza, localizada ao lado da Igreja de São João Evangelista, é a mais antiga escola de fundação entre os que ainda trabalham no território da cidade. E a escola de San Rocco é um antigo edificio de Veneza e foi decorado por Tintoretto.

CAMPO SANTA MARGUERITA (F)
O Campo Santa Margherita é uma praça e o local mais movimentado do bairro do Dorsoduro. Destaca-se na praça a Igreja de Santa Margherita, o Palazzo Foscolo-Corner, a Scuola Grande dei Carmini e a Igreja Santa Maria dei Carmini. Excelente local para beber e comer.

GALLERIE DELL’E ACCADEMIA (G) E COLLEZIONI PEGGY GUGGENHEIM (H)
No bairro Doursouro estão localizadas igrejas de estilo gótico se misturando com instituições de arte famosas, como a Coleção Peggy Guggenheim e a Galleria dell’Accademia, uma escola de belas artes que se transformou em museu e que hoje abriga a maior coleção de pinturas venezianas , a partir do século XIV, bizantina e gótica de artistas do Renascimento, Bellini, Carpaccio, Giorgione , Veronese, Tintoretto e Tiziano.

SANTA MARIA DELLA SALUTE (I)
Santa Maria della Salute (Santa Maria da Saúde) é uma basílica de Veneza, fica no grande canal no lado oporto à praça San Marco. Foi construída como promessa pelos habitantes venezianos por causa da peste que em 1630 dizimou a população.

 

GUETTO JUDAICO (A)
O Guetto Judaico é uma área de charme único, além de ser considerado o point da noite de Veneza. O ponto central do gueto é a praça Ghetto Nuovo. Localizado perto do Canale de Cannaregio.

PONTE DO RIALTO (B) E GRANDE CANAL (C)
A ponte mais famosa de Veneza – Rialto – é a primeira que ligou os dois lados do grande canal. Como a Ponte Vecchio em Florença, essa ponte, construída originalmente em madeira, é de extrema beleza é repleta de lojas e foco das principais fotos dos turistas. O grande canal é o maior da cidade e atravessa Veneza, a “aorta” de Veneza, por onde flui a vida da cidade em todos os aspectos. Não perca o passeio de Vaporetto pelo Grande Canal.

PIAZZA SAN MARCO (D) / CAMPANILE DI SAN MARCO (E) / BASÍLICA DE SAN MARCO (F)
A praça junto com a basílica de mesmo nome é o grande ponto turístico de Veneza. Todos os turistas da cidade estão aqui. É a única praça de Veneza e o lugar mais baixo também que frequentemente é afetado pela alta da maré. É também um dos únicos grandes espaços urbanos numa cidade européia onde as vozes das pessoas se impõem sobre os sons do tráfego. A Campanille, alta torre veneziana que fica na Piazza San Marco oferece a melhor vista que se pode ter de Veneza do alto. A entrada custa $8 euros. (Quase sempre das 9h-19h). A Basílica funciona das 9h45min as 17h.

TORRE DO RELÓGIO (G)
Aos redores da Piazza San Marco está o lindíssimo prédio do século XV que abriga um dos maiores relógios astronômicos do mundo.

PALÁCIO DUCALE (H) E PONTE DOS SUSPIROS (I)
Ao contrário do que muitos imaginam, a Ponte dos Suspiros não tem esse nome por ser, originalmente, um lugar romântico. É que era ali, aonde os condenados que iam diretamente para a prisão atravessando a Ponte do século XVI, se despediam dos seus queridos pela última vez. Raramente alguém conseguia fugir. O Palazzo Ducale, também conhecido como Palácio do Doge, é um símbolo da cidade de Veneza e uma obra-prima do gótico veneziano (BIGLIETTO I MUSEI DI PIAZZA SAN MARCO – 16 euros).

PAVILHÕES DA BIENAL DE VENEZA (J)

A Bienal de Veneza (em italiano: Biennale di Venezia) é uma exposição internacional de arte realizada a cada 2 anos, desde 1895, em Veneza, Itália. A Bienal se divide em categorias: Arquitetura (Mostra Internacional de Arquitetura), Arte (Exposição Internacional de Arte), Cinema (Festival Internacional de Cinema de Veneza), Dança (Festival Internacional de Dança Contemporânea), Música (Festival Internacional de Música Contemporânea) e Teatro (Festival Internacional de Teatro).

Cartões de turismo e compra de ingressos

Citypass Venezia Única (Venice Card) – Versão do portal de turismo de Veneza e tem a validade de sete dias a partir do primeiro dia de uso. Esse cartão te dará acesso ao Palazzo Ducale e outros 10 museus, além de 16 igrejas do circuito Chorus, Fondazione Querini e Museu Hebraico. O valor do ticket principal para Adultos custa 39,90 euros (Para jovens de 6 a 29 anos o valor é 29,90 euros).

– Tourist Travel Card – Transporte – Aqui você terá acesso a todos os tipos de transporte dentro da cidade (com excessão de gôndolas, do ATVO ônibus para o aeroporto e ALILAGUNA botes para o aeroporto). Você poderá comprar tickets por 20 euros (24horas) / 30 euros (48horas) / 40 euros (72horas) ou 60 euros (1 semana).

– Ingressos de atrações turísticas podem ser comprados diretamente no site de cada atração ou então todos em um único lugar e uma única compra.

Para conferir outros passeios e ingressos em Veneza, recomendamos os parceiros TicketbarViator.

Veneza_Basilica Salute_Viajando bem e barato pela Europa

Veneza: contatos e números de emergência

Ambulância pública em Veneza – 118 / Polícia – 112
Giovanni e Paolo Hospital – 0415294111 / Aeroporto – +390412609222
Agência de turismo Oficial – +390415298711 / Telefone da estação de trem: +390415298711
Achados e perdidos (Polícia) – +390415224576 – Escritório Geral: +390412748225

Este artigo foi escrito por Roberta Weber Calabró e Rogério Milani – Parceria Steps To Fly e Viajando bem e barato pela Europa.

___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa

Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com
seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

banners05animado01

Tags

3 Comentários

  1. Precisa saber a melhor data para curtir o carnaval de Veneza de 2018 ?
    E quais os bailes de máscaras que existem nessa época ? Datas e preços ?

    Comente
  2. Bom dia, gostaria de receber algumas dicas importantes, sobre minha viagem, estou chegando em Roma em janeiro dia 14/2016 , nunca fui a Europa, pretendo conhecer Assis, Florença, Veneza…, e Roma , ficarei 15 dias, seria tempo suficiente ? É o clima no mês de janeiro, como devo me preparar antes de sair do Brasil ? Aguardo retorno e muito obrigada. Roseli.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Oi Roseli!

      Navegando pelo blog ou buscando diretamente as cidades ou infos que deseja, certamente terá toda dica possível que necessita, ok?!

      Abraço e ótima viagem!

      Comente

Trackbacks/Pingbacks

  1. Carnaval de Veneza - […] A festa também é uma oportunidade de conhecer a belíssima Veneza – se você está pensando em organizar uma…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *