Europa em outubro: o giro do casal Fernando e Sandra pela França, Itália e Portugal

Atualizado por em 18/12/2015

Rogério Milani

A primeira viagem para a Europa a gente nunca esquece… O casal Fernando e Sandra resolveram ir para a Europa em outubro para conhecer Roma, Florença, Paris e Lisboa e contrataram os serviços de roteiros personalizados do blog para que tudo corresse de forma tranquila. Vem ver como foi a experiência deles!

Europa em outubro_Coliseu_Viajando bem e barato
A nota para nossa primeira viagem para a Europa é 10, sem dúvidas. Estávamos cheios de expectativas e dúvidas se seríamos capazes de realizar uma viagem como a que fizemos, sobretudo por se tratar de nossa primeira viagem à Europa. Contudo, classificaríamos tudo como excepcional. As dicas e instruções básicas foram fundamentais para que pudéssemos planejar e executar a viagem como prevíamos.

Os principais fatores que nos levaram a contratar a consultaria foram nossa total falta de experiência e a vontade imensa de realizar uma viagem fora dos padrões rígidos de pacotes de turismo, com lugares e dias previamente programados, visitas guiadas e muita correria. Nossa intenção era escolher pessoalmente os lugares que gostaríamos de visitar, curtindo ao máximo cada um deles, sem correria e atropelo. Hoje podemos dizer: é trabalhoso, mas vale cada minuto de dedicação!

Não conhecíamos o blog, tampouco o Rogério. Estávamos fazendo pesquisas na internet sobre formas de programar sozinhos nossa própria viagem quando tivemos a agradável surpresa de conhecer esse incrível trabalho realizado por ele.

Europa em outubro: nosso roteiro

O roteiro montado foi perfeito. Todas as dicas do Rogério acabaram se confirmando, sobretudo no que tange ao tempo necessário para visita em cada lugar, meios de transporte… E olha que foram 17 dias viajando.

Se tivesse que mudar algo, talvez dedicasse mais tempo a um ou outro lugar, especialmente Florença, Paris e Lisboa. Mas o Rogério já havia nos alertado sobre isso logo no início da consultoria. Ficou o “gostinho de quero mais”. 🙂

Europa em outubro_Casal_Viajando bem e barato

Europa em outubro: as cidades

Partimos de Porto Alegre em voo direto à Lisboa pela TAP. Lá aguardamos por algumas horas e pegamos outro voo, também pela TAP, para Roma, onde chegamos no final da tarde/início da noite.

Em Roma permanecemos por 3 dias e 4 noites. A cidade é incrível. Seguindo as orientações do Rogério, caminhamos muito e, a cada esquina, nos deparamos com lugares impressionantes indicados por ele. Conseguimos visitar tudo o que havíamos programado e mais um pouco. Lá conhecemos a querida Adriana, do B&B Piazzetta Al Colosseo onde ficamos hospedados, que nos deu várias dicas e nos ajudou bastante.

De Roma, partimos de trem-bala para Florença, onde permanecemos por mais 4 dias, considerando um bate-volta para Veneza (um dia), e mais um breve giro pelo interior da Toscana (Siena, San Gimignano e Pisa).

Com tantos lugares impressionantes, fica difícil escolher um ou outro para indicar. Em Florença, acho imperdível visitar a Piazzanale Michelangelo e sua vista de tirar o fôlego. Em Veneza, imperdível a Piazza San Marco, incluindo a Basílica e o Campanile. Em Siena e San Gimignano, as construções medievais e as belas paisagens; e em Pisa, a imponente e belíssima Torre de Pisa.

Florença, sem dúvidas, merece um pouco mais de tempo para conhecer e curtir o que cidade tem de melhor. Na próxima viagem, com certeza dedicaremos mais tempo a ela.

De Florença partimos em vôo da Air France em direção a Paris, onde permanecemos por mais 4 dias. Meu Deus, o que dizer de Paris? Em uma palavra, definiríamos como “encantadora”. Além das tradicionais visitas a Torre Eiffel (com subida ao topo), Arco do Triunfo, Categral de Notre Dame, Museu do Louvre, etc., vale muito a pena realizar um passeio noturno de Bateux-Mouche pelo Rio Sena.

Com relação a Paris, acredito que você sempre fique com a impressão de que faltou tempo. Só no museu do Louvre permanecemos por seis horas seguidas. Ficaria lá por mais seis e não conseguiria ver tudo. Então, é certo que Paris também estará no roteiro de uma próxima viagem à Europa.

De Paris, partimos em vôo da TAP para Lisboa, onde permanecemos por mais três dias. O tempo foi curto e tenho a certeza de que muita coisa ainda ficou por conhecer. Contudo, em Lisboa, dois lugares são imperdíveis: Oceanário e o Castelo de São Jorge. Vale muito a pena.

Europa em outubro_selfie_Viajando bem e barato

As viagens de trem

Nos trechos Roma-Florença e Florença-Veneza-Florença, viajamos de trem de alta velocidade (trem bala) pela Italo Treno, com tickets adquiridos com antecedência (aqui do Brasil), pela internet, também por indicação do Rogério. Daqui mesmo, você adquire, paga com cartão de crédito, escolhe seu lugar e já imprime o voucher. Depois, localiza a plataforma de embarque (binário), o vagão e o assento.

A experiência foi agradabilíssima, sobretudo pela praticidade, tecnologia, conforto e segurança. O preço gira em torno de € 20,00 por pessoa, mas se você comprar com antecedência, pode participar de promoções. Aliás, é importante comprar com determinada antecedência para não acabar ficando sem, pois esse tipo de transporte é muito utilizado. Isso sem falar nos preços, pois o preço chega a triplicar se você deixar para comprar na hora.

Europa em outubro_Paris_Viajando bem e barato

Os voos

Sobre o vôo Brasil-Europa-Brasil, viajamos pela TAP. A compra dos bilhetes foi feita pela internet de maneira fácil e tranquila, seguindo as orientações do Rogério. Mas como ele sempre alerta, é bom ter bastante atenção quando for selecionar as opções de vôo e conexões, sobretudo para que você não perca muito tempo aguardando em aeroportos. Durante o vôo, o atendimento foi muito bom. Refeições e lanches são de excelente qualidade.

Se você viaja em grupo e pretende que todos fiquem juntos durante o vôo, acho importante fazer a pré-reserva de assentos para evitar problemas. Vi bastante gente reclamando a respeito. Tal reserva se faz pela central de atendimento ao cliente e pode ser feita dias antes da partida.

No trecho entre Florença – Paris, voamos pela Air France. A compra também foi feita pela internet e de forma antecipada. Se você fizer a compra com antecedência, o preço dos bilhetes é muito bom. O atendimento dentro da aeronave foi fantástico. Comissários extremamente simpáticos e atenciosos. Sem dúvidas foi a melhor companhia aérea que utilizamos.

De Paris para Lisboa utilizamos, novamente, os serviços da TAP. Fomos muito bem atendidos e o preço das passagens é bem razoável.

Europa em outubro_Itália_Viajando bem e barato

Europa em outubro: Os hotéis

Quanto a hospedagem, em Roma, ficamos no B&B Piazzetta al Colosseo, da queridíssima Adriana. Vale muito à pena. O preço é justo e a localização é privilegiada – é praticamente ao lado Coliseu. Dali, você tem acesso fácil a todos os meios de transporte disponíveis, supermercado, bares e restaurantes, além de permitir que você saia caminhando pela cidade, curtindo cada ponto histórico. Além disso, a Adriana fornece muitas dicas sobre lugares para visitar e a melhor maneira de chegar até eles. Quanto às instalações em si, você se sente verdadeiramente em casa. Os quartos são amplos, com banheiro privativo e excelentes acomodações. Ainda há uma cozinha bem equipada, onde você mesmo pode preparar seu lanche, além de uma sala de jantar. Quando formos à Roma novamente, certamente nos hospedaremos no B&B Piazzetta al Colosseo.

Em Florença, nos hospedamos no hostel Relais La Corte di Cloris. Apesar de ficar um pouco afastado da estação de trem, é muito bem localizado. Possui supermercado, banco, estações de ônibus nas proximidades. Contudo, o que realmente chama a atenção neste local é o requinte das acomodações. As suítes são extremamente confortáveis e bem cuidadas, cama enorme, closet, banheiro. Tudo de excelente qualidade. O café da manhã é muito bom e também está incluído na diária, assim como o empréstimo de bicicletas para que você possa passear pela cidade. Também chama a atenção a simpatia das atendentes. O preço é compatível com acomodações.

Em Paris, nos hospedamos no Hôtel de Venise, perto da estação Reuilly – Diderot da linha 1 do metrô. O ponto forte deste local é a localização. É muito fácil chegar e partir para qualquer ponto da cidade a partir deste hotel. Atendentes muito atenciosos. O ponto fraco é a cobrança em separado do café manhã (um pouco caro no nosso ponto de vista) e as próprias acomodações. Os quartos são minúsculos e um pouco barulhentos. O banheiro, no entanto, é bastante grande.

Em Lisboa, nos hospedamos no Hostel Orange 3 House B&B. Além da localização ser excelente, de imediato você é recepcionado pela Joana, uma simpatia. As acomodações são excelentes e confortáveis. É praticamente um apartamento à sua inteira disposição. Além disso, o café da manhã é muito bom. Você ainda tem à sua disposição uma cozinha bem equipada, o que facilita muito se você pretende preparar suas próprias refeições. Certamente nos hospedaríamos ali novamente.

Europa em outubro_pizza_Viajando bem e barato

Como chegamos aos hotéis

Na nossa chegada em Roma, considerando que nada conhecíamos e estávamos extremamente cansados depois de mais de 11h de vôo, preferimos contratar um transfer indicado pela Adriana. Foi bastante tranquilo e ele estava nos esperando já na área de desembarque. Contudo, hoje, mais confiante depois das várias experiências que tivemos, utilizaria tranquilamente o metrô.

Nas demais cidades, optamos por utilizar táxis para o deslocamento do aeroporto à hospedagem e vice-versa. Apesar de mais cara, era a forma mais confortável e segura, sobretudo porque éramos duas pessoas, com duas pesadas malas, mochilas, etc.

A única ressalva que faço é com relação aos táxis em Paris. Além de ser extremamente caros, como o Rogério já havia nos alertado, há transporte executivo nas proximidades dos pontos na saída dos aeroportos, captando passageiros. É importante ter cuidado para não acabar pegando esse tipo de transporte (a não ser que você realmente queira), pois você vai acabar pagando ainda mais caro do que um táxi comum (pelo menos três vezes mais).  Uma boa alternativa é o Tam Transfer, que faz este serviço em Paris com motoristas brasileiros. 😉

Em Lisboa, embora o metrô seja de excelente qualidade, se você não quiser sair arrastando malas pelas estações, não há problema, pois as corridas de táxis são bem em conta. Além disso, há a simpatia dos motoristas. Umas figuras.

Ingressos antecipados

Em Roma, além do Roma Pass, se a intenção for visitar o Museu do Vaticano e a Capela Sistina, vale muito a pena comprar o ingresso antecipado via internet. O preço não é relevante nesse caso, mas sim a fila quilométrica que se forma para a aquisição do ingresso e que você evita se já tiver comprado antecipado. Assim, se você já adquiriu o ingresso, você já entra direto, sem fila, sem stress.

Em Paris, também decidimos comprar antecipadamente uma visita guiada pelo Museu do Louvre. Nesse caso, embora tenha saído bem mais caro do que o simples ingresso, estava incluído o serviço de um guia brasileiro. Foi uma experiência interessante e valeu a pena, pois tivemos a oportunidade de conhecer e obter explicações muito interessantes sobre o próprio museu e diversas obras expostas. Contudo, a maior parte da visita (umas 5 horas, aproximadamente), fizemos sozinhos. Foi muito legal. Ahhh… no Museu do Louvre, não deixe de visitar os Aposentos/Apartamentos de Napoleão III e o Código de Hamurabi.

Europa em outubro_vista_Viajando bem e barato

O clima

O clima estava excepcional e a consultoria nos ajudou muito nesse sentido, sobretudo por ser início de outono na Europa e porque estávamos preocupados com eventuais variações de temperatura e umidade. O tempo estava firme e o sol brilhou forte em praticamente todos os dias. Não pegamos um só dia de chuva, calor ou frio intenso. A temperatura era agradabilíssima.

A maior variação na temperatura foi entre Roma e Paris. Em Roma, chegamos a pegar mais de 30⁰C, enquanto que em Paris, à noite, menos de 10⁰C. Mas estávamos preparados!

Nosso financeiro para a viagem

Os gastos ficaram abaixo do que imaginávamos, não tendo sido necessário nenhum aporte complementar. Tivemos que gastar um pouco mais em transporte, sobretudo pela decisão de utilizarmos táxis para o transporte aeroporto-hospedagem-aeroporto. Mas nada muito acima do esperado.

Sem considerar hospedagem e transporte, o gasto médio por pessoa ficou bem abaixo de € 50,00. Mas é importante ressaltar que isso pode variar muito de viajante para viajante. Como nossa prioridade não era frequentar restaurantes caros ou fazer compras, os gastos ficaram até mesmo abaixo do esperado.

Utilizamos o cartão Travel Money e a experiência foi bastante positiva. Embora a nova tributação incidente sob essa modalidade de transação, é uma forma de pagamento que compensa pela segurança e praticidade.

Utilizamos o cartão de crédito apenas uma vez, e mesmo assim só por garantia (saber se estava funcionando e tal). Mas não indicamos se não for realmente necessário, sobretudo em vista das variações do câmbio.

Recomendariam a consultoria?

Recomendaria com toda a certeza, sobretudo para pessoas que, como nós, desejam evitar os inconvenientes e a imensa perda de tempo ocasionada por viagens em grupo (pacotes ou excursões). O trabalho que você tem para planejar sua viagem a diretamente proporcional a satisfação que você tem após o resultado final.

Tivemos a confirmação deste excelente trabalho quando percebemos o cuidado e atenção dispensada pelo Rogério durante e após a viagem. Sem dúvidas é um diferencial. Foram diversos os aspectos positivos da consultoria, desde o primeiro contato até o retorno da viagem. Simplesmente não existe comparação entre o trabalho realizado pelo Rogério e viagens programadas através de pacotes ou excursões.

Na primeira parte (programação e organização de roteiros), o que fez a diferença, sem dúvida, foi a compreensão e sensibilidade do Rogério para captar o tipo de viagem que pretendíamos. A partir daí, recebemos uma infinidade de informações acerca dos lugares visitados, principais pontos turísticos e atrações em cada uma das cidades, a forma de chegar até elas, dicas, cuidados, etc. Isso foi fundamental para nosso projeto, pois a partir daí, programamos cada dia em cada lugar.

Durante a viagem, ainda mantivemos contato e recebemos mais informações, o que tornou a viagem ainda mais agradável e tranquila, além de demonstrar a preocupação do Rogério em realizar um trabalho realmente diferenciado.

Europa em Outubro_Veneza_Viajando bem e barato

Fernando e Sandra
Porto Alegre – RS
Outubro/2015

_______________________________________________________

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_______________________________________________________

banners05animado01

Tags

46 Comentários

  1. Viajar é tudo de bom, e para a Europa é melhor ainda.

    Comente
  2. A descrição dessa viagem só faz aumentar o desejo de retornar à Europa. Quem viaja uma vez fica viciado, principalmente se foi a Londres, Espanha, Paris e Portugal.
    É muito bom!

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *