Polônia: a viagem de retorno às origens do casal Cristine e Fabrício

Atualizado por em 05/03/2016

Manuela Colla

Em junho de 2015, Cristine e Fabrício resolveram retornar à Polônia, país onde se conheceram há treze anos atrás, fazendo um intercâmbio. Confira como foi o giro do casal, que durou dezessete dias, e passou pelos destinos Varsóvia, Cracóvia, Wroclaw e Zgierz.

Polônia_Barbakan - Muralha defensiva da cidade velha_Viajando bem e barato pela Europa

Nosso roteiro de viagem para a Polônia

Viajei em junho deste ano para a Polônia, para visitar lugares em que moramos há treze anos atrás, quando estivemos no país fazendo intercâmbio e acabamos nos conhecendo. Eu e o Fabi viajamos de avião e trem, e passamos por Varsóvia, Cracóvia, Wroclaw e Zgierz neste roteiro.

Para nós, a viagem tinha um sentido especial pois nos conhecemos quando estávamos morando na Polônia, fazendo um intercâmbio subsidiado pelo governo polonês.  Por isso, nosso roteiro foi baseado na vontade de rever lugares em que moramos, iniciando pelas cidades mais próximas de Varsóvia. Queríamos visitar lugares em que já havíamos estado, mas também conhecemos outros da Polônia que achamos que seriam bastante interessantes também.

Dica de transporte para quem chega em Varsóvia

A partir do aeroporto de Varsóvia (Frederic Chopin), pode-se facilmente pegar um trem até a Estação Central (Dworzec Centralny / Warszawa Centralna), localizada no centro de Varsóvia. A partir daí, pode-se tomar um trem para qualquer região do país.

Polônia_Portão de entrada da antiga muralha do centro histórico de Varsóvia_Viajando bem e barato pela Europ

Nossos hotéis

Ficamos no Wroclaw Art hotel, bem no centro histórico, lindo e charmoso. Confesso que não foi barato, mas a escolha (e o investimento) valeram muito a pena. O Art Hotel está situado a apenas 200m da Praça do Mercado Central de Wrocław, e a 1 km da Ostrów Tumski (Ilha da Catedral). Oferece quartos com ar-condicionado, Wi-Fi gratuito e TV via satélite.

O Restaurante e Café do hotel, Art, oferece um café da manhã bem farto todos os dias, e também é especializado em pratos poloneses e italianos. Menus para dietas especiais, inclusive sem glúten e para diabéticos, também podem ser boas opções para quem tem restrições alimentares – nós dois somos vegetarianos e isso foi sempre levado em consideração na escolha dos hotéis. 😉

Polônia_Art Hotel - Wroclaw_Viajando bem e barato pela Europa

Nosso transporte 

Os trens são ótimos, achei que é a melhor forma de locomoção no dia a dia. Os preços variam de acordo com o tipo de trem, a classe selecionada e o tempo de viagem (direto ou semi-direto).

Ao longo da viagem, também alugamos o carro para ir até a cidade de onde vieram meus bisavós, pois não havia muitos horários de trem e queríamos ganhar tempo. Uma opção é alugar um carro através da Rentcars ou da RentalCars e então seguir viagem tranquilamente pelo país.

Polônia_Trem entre Wroclaw w Cracóvia_Viajando bem e barato pela Europa

Dica de restaurantes

Comemos muito bem com preços acessíveis em lugares com culinária típica, vegetariana, italiana e georgiana.

Para quem procura uma comida típica com um preço mais do que justo, além de uma experiência que remete ao período em que a Polônia era uma república socialista, pode ir ao Bar Mleczny, uma rede de restaurantes parcialmente subsidiados pelo governo. Em função dos preços acessíveis, esta rede é muito frequentada por estudantes. Lá, pode-se fazer uma refeição pelo equivalente a cerca de 2 euros, inacreditavelmente barato para a qualidade dos pratos!

Polônia_Vega - Restaurante vegetariano em Wroclaw_Viajando bem e barato pela Europa

Dica de passeios

Uma loja que não dá pra perder: Na Praça do Mercado de Cracóvia (Rynek Główny), encontra-se a Sukiennice, um prédio em estilo renascentista onde funciona um conjunto de lojas, bares e bancas onde vendem artesanato típico.

Um passeio que você queria ter ficado mais tempo: Castelo Real de Wawel, em Cracóvia.

O museu mais incrível em que estiveram: O Museu do Levante de Varsóvia é imperdível, totalmente interativo e com áudio-guias em vários idiomas, inclusive português. É um bom programa para adultos e crianças.

Passeios gratuitos não dá pra perder: O Museu Arqueológico e o  Park Szczytnicki, um grande parque arborizado, ambos situados em Wroclaw.  Caminhar pelo centro histórico e pelo bairro judeu em Cracóvia são outras  opções de passeios gratuitos maravilhosos.

Não pode ir para a Polônia e deixar de fazer: Beber ótimas cervejas artesanais nos pubs. As opções são muitas e maravilhosas!

Cerveja artesanal com amigos polacos

Em busca do passado

Pra mim, a coisa mais legal da viagem foi conhecer a cidade dos meu bisavós e até alguns parentes distantes, Zgierz. É até difícil descrever como isso foi emocionante. Nossa vontade de conhecer o lugar começou quando encontramos algumas cartas na casa do meu avô em Erechim (todas escritas em polonês). Meu avô já faleceu, mas encontramos as cartas na casa em que meu primo está morando… Estas cartas continham algumas conversas do meu bisavô com um sobrinho.

Pegamos o endereço deste sobrinho e, ao chegar em Zgierz, fomos na cara dura bater na porta pra ver se ainda tinha alguém morando lá. Ninguém atendeu, e os vizinhos falaram que o senhor que morava ali tinha falecido. Nessa hora, desanimamos… Mas continuamos andando pelas redondezas e perguntando se alguém conhecia os Skorupski.

Até que encontramos uma parente distante que falou que por ali, moravam várias pessoas com sobrenome Skorupski. Mostramos uma foto de família que temos, em que o meu avô ainda era um bebê de colo. Essa mulher disse que tem a mesma foto e que a bisavó dela também está no retrato. Imagina como foi emocionante!

Para nossa surpresa, encontramos o filho deste sobrinho ainda vivo, mas morando em outro endereço. O importante, pra nós, foi conseguir chegar até ele, que está tão velhinho que nem sabia nos dizer sua idade. A gente ainda não acredita que aconteceu tudo isso. Eu confesso que fiquei toda arrepiada quando estávamos chegando na cidade imaginando tudo que meus antepassados passaram. É um sentimento indescritível!

Seguro viagem obrigatório na Europa

Sabia que era obrigatório. Utilizei o seguro para viagens do meu cartão de crédito Platinum (um de seus benefícios) porém, graças a Deus, não precisamos utilizar o seguro na viagem. Muita gente não sabe que o seguro é obrigatório, confira este post sobre o seguro viagem, sua obrigatoriedade e dicas.

Aqui no blog, costumamos indicar os seguros de viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads.

Nosso financeiro para a viagem

Nosso planejamento financeiro da viagem foi super bom, deu tudo certo e funcionou como esperado, sem sustos. Costumamos caminhar bastante em nossas viagens e não nos importamos de fazer lanches mais acessíveis, então sempre economizamos bastante para viajar mais e mais. 😉

Park Szczytnicki - Parque em Wroclaw

Confira algumas das incríveis fotos tiradas pelo casal na viagem:

Cristine e Fabrício
Gramado – RS
Junho/2015

_____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_____

banners05animado01

Tags

2 Comentários

  1. Bom dia
    Pretendo viajar para Polônia em maio desse ano, gostaria de saber se consigo contato com o casal Cristiane e Fabrício para pegar algumas dicas, pois sou aqui do RS também.
    Obrigado

    Comente
  2. Boa Noite!

    Este ano irei para a Polônia e gostaria de saber como vocês fizeram em relação ao câmbio, pois pelo q pesquisei eles utilizam Zloty e não consigo encontrar casas de câmbio que trabalham com essa moeda.
    Obrigada

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *