Hostaria Casacurta: slow food em Garibaldi

Publicado por em 31/03/2016

Manuela Colla

A Hostaria Casacurta é uma baita opção para quem quer ter uma experiência de jantar delicioso em Garibaldi, e mescla a sofisticação da culinária francesa com a tradição da cozinha italiana. Tudo isso temperado com o conceito do slow food. Vem saber como foi nossa experiência por lá! 

Hostaria Casacurta_espaço_Viajando bem e barato

Depois de um dia aproveitando o turismo rural que Garibaldi oferece, decidimos ter a experiência completa no Hotel Casacurta: além de ficarmos hospedados por ali, o Rogério nos recomendou que jantássemos no restaurante de lá para ter uma experiência gastronômica bacana. A decoração é rústica, com paredes de pedra, remetendo a tempos mais antigos… Adoramos isso!

O novo proprietário do Casacurta, César Nicolini, é um apaixonado pela gastronomia e graduado pela conceituada ICIF (Escola de Gastronomia UCS-ICIF, com sede em Flores da Cunha) e, por isso, decidiu investir bastante nesse aspecto do hotel. A preocupação começa já no plantio da horta de lá, totalmente orgânica, de onde vem muitos dos ingredientes dos pratos da Hostaria Casacurta.

César nos explicou que a ideia é servir caldos, temperos, vinhos e saladas totalmente orgânicos no restaurante, justamente para “casar” com o conceito de slow food, nascido na Itália, que preconiza que todos os ingredientes devem ser frescos, de boa qualidade e com preço justo. Exatamente como acontece na Hostaria Casacurta.

Hostaria Casacurta_amizade_Viajando bem e barato

Claro que eu ia fazer amizade com essa simpatia de garçom, né? Esse é o Rodrigo!

Fomos super bem recebidos por lá e, depois de nos acomodarmos em nossa mesa, começou uma noite de sabores inesquecíveis.

O primeiro prato foi a Salada do chef (folhas verdes, queijo de cabra, tempero adobo, croutons) harmonizado com espumante Aurora Brut. No nosso caso, pedimos para que o César escolhesse a harmonização perfeita de cada prato, já que tem formação de sommelier. A salada estava perfeita: a leveza do queijo de cabra contrastava com a crocância dos croutons e as folhas eram muuuito fresquinhas e bem temperadas!

Hostaria Casacurta_salada do chef_Viajando bem e barato

Em seguida, a minha maior paixão da noite: Ravióli verdi com manteiga e sálvia (ravióli com massa de espinafre, ricota e nozes) com sálvia crocante. A harmonização deste prato foi com Almadén Riesling Itálico, de Santana do Livramento. O simpaticíssimo garçom Rodrigo nos deu a dica preciosa: comer a sálvia, super crocante, e beber um gole da bebida. Pronto: explosão de sabores e sensações! In-crí-vel, só isso que digo sobre esse prato.

Hostaria Casacurta_massa_Viajando bem e barato

O prato principal foi  o Filé ao molho de mostarda Dijon com batata sautée, harmonizado com Don Laurindo Cabernet Sauvignon. Eu nunca havia comido brotos de beterraba, e eles ficaram absolutamente perfeitos com a carne (ao ponto, claro!) e o molho de mostarda. Pensa numa perfeição!

Hostaria Casacurta_Principal_Viajando bem e barato

E, de sobremesa, claro que comemos o clássico do Casacurta: o Creme brulée, harmonizado com espumante Aurora Moscatel. Neste caso, acho que uma imagem vale mais do que mil palavras:

Hostaria Casacurta_Creme Brulee_Viajando bem e barato

Todo esse jantar maravilhoso rolou ao som de Nina Simone, Ella Fitzgerald, Al Green e Beatles – tem trilha sonora melhor para combinar com o conceito de slow food?

Claro que ficamos curiosos para conhecer a chef responsável pela fantástica combinação de sabores da Hostaria Casacurta e, depois de sair do restaurante, fizemos uma breve entrevista com a Simone Carvalho, chef do Casacurta há quatro anos. Nascida em Jaraguá do Sul (SC), nos contou que sempre foi apaixonada por culinária e diz que sua maior alegria é ver um prato voltar da mesa de um cliente completamente vazio. “Tudo que fazemos aqui é pensado para que o cliente tenha uma experiência única, pessoal e intransferível, por isso tenho enorme satisfação quando isso acontece porque mostra que atingimos o que queríamos”, sorri ela.

De uma humildade tocante, Simone conta que outro segredo bem guardado da Hostaria Casacurta é a dona Pina, que trabalha há nada menos do que 60 anos no hotel e, hoje, é responsável por todas as massas servidas ali. Não tivemos a sorte de conhecê-la pois, hoje, sua jornada de trabalho lá é de segunda a quinta-feira apenas. “É uma honra e um enorme privilégio conviver com a Pina, ajudá-la a fazer as massas e recheá-las com todo o amor – é uma verdadeira aula de culinária”, resume Simone.

Hostaria Casacurta_Simone_Viajando bem e barato

Na manhã seguinte, tomamos nosso café da manhã antes de fazer o checkout do Casacurta, e Simone estava por lá, explicando uma receita do jantar da noite anterior para uma hóspede. Sinal de que seu trabalho estava mais do que cumprido. Com um sorriso cúmplice, veio nos abraçar e perguntar como estava sendo o café da manhã. Fantástico, como tudo o que vivemos no Casacurta.

Este é nosso quinto post sobre a Serra Gaúcha – confira aqui nosso relato sobre a visita à casa da família Vaccaro, o nosso almoço inesquecível na Osteria Della Colombina, as trufas da Devorata Chocolates Artesanais e, claro, a hospedagem no Hotel Casacurta.

Serviço
Hostaria Casacurta
Endereço: Rua Luiz Rogério Casacurta, 480
Centro, Garibaldi – RS
Telefone:(54) 3462-2166
Horário: 19 as 23hs , de segunda-feira a sábado. Aceita reservas.

___

Política de indicação de passeios e locais do Viajando bem e barato

Este passeio foi feito por Rogério Milani  e Manuela Colla, blogueiros do Viajando bem e barato. Todos os gastos neste local foram pagos por nós e resolvemos divulgá-los porque nossa experiência foi positiva e mereceu um post no blog.
Qualquer post patrocinado será mencionado, quando for o caso: usaremos a hashtag #ap para apoio, patrocínio ou parceria (quando tem algum aporte financeiro ou alguma troca) e #ad para post patrocinado.

____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

2 Comentários

  1. Ficamos no hotel casacurta adoramos visitamos o hotel mosteiro São José e almoçamos na osteria da dona Odete tudo maravilhoso nossa Serra tem lugares lindos e pessoas especiais de tão lindas.

    Comente
    • Manuela Colla

      A Serra tem lugares muito lindos e as pessoas são super hospitaleiras! O Hotel Mosteiro São José deve ser fantástico também, temos que visitar. Um abraço e obrigada pelo comentário, Gislaine!

      Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *