Capital dos quadrinhos: conhecendo Bruxelas

Publicado por em 29/04/2016

Rogério Milani

O roteiro das histórias em quadrinhos reúne milhares de turistas em Bruxelas todos os anos! Pudera: a capital dos quadrinhos oferece muitas atrações para os aficcionados pelo tema e artistas! Saiba mais nesse post que preparamos sobre este destino de viagem que é especialmente atraente para quem ama quadrinhos, chocolate e cerveja! 

Capital dos quadrinhos_Astérix_&_Obélix_Viajando bem e barato

A tradição dos quadrinhos na Bélgica iniciou em 1929, quando Hergé começou a ganhar fama mundial com sua mais célebre criação: o repórter investigativo Tintin. Hergé tinha apenas 22 anos de idade e é considerado uma grande inspiração para os quadrinistas belgas.

Os artistas de lá costumam dividir sua produção em duas escolas: a Escola de Bruxelas, com traços claros e histórias mais realistas, como as criadas por Hergé para as aventuras de Tintim; e a Escola de Charleroi, conhecida por sua linha mais cômica encabeçada por obras como “Os Smurfs” e “Lucky Luke”, de Morris.

Lugares para conhecer na capital dos quadrinhos

Centro Belga de Histórias em Quadrinhos – O Centre Belge de la Bande Dessinée (também conhecido pela sigla CBBD) é referência mundial para qualquer fã de quadrinhos. O museu foi inaugurado em 1989 – são quatro andares num prédio de arquitetura art noveau localizado no centro histórico de Bruxelas. A atração recebe mais de duzentos mil visitantes por ano e propõe uma visita à história dos quadrinhos numa viagem visual e histórica (tem até desenhos rupestres encontrados em cavernas do Piauí no acervo!).

O local também sempre tem exposições temporárias de artistas do mundo todo, sala de leitura e uma imensa biblioteca – seu acervo conta com 70 mil livros títulos, e a sala de leitura abriga mais de 20 mil obras de histórias em quadrinhos. Uma curiosidade sobre o CBBD – até o século XX, ele abrigava uma fábrica da indústria têxtil e seus enormes vitrais foram construídos para que os funcionários pudessem ver os tecidos com mais precisão – o que também funciona perfeitamente para um museu! 🙂

Se você estiver com mais tempo e grana, tem a opção do serviço extra: pagar por um guia do CBBD para visitar todo o museu ou fazer passeio guiado pela cidade, visitando as ruas de Bruxelas, repletas de obras de quadrinhos em seus muros e prédios. E, se você for quadrinista, pode contratar o guia + um workshop de quadrinhos.

Capital dos quadrinhos_CBBD_Viajando bem e barato

Do outro lado da rua, fica o museu dedicado à Marc Sleen, que está no Guinness Book como o artista que mais produziu histórias em quadrinhos sem assistente. Ele costumava trabalhar no prédio ao lado e, até hoje, visita o museu para buscar cartas que seus admiradores deixam em uma caixa postal que fica ali. Seu personagem mais conhecido é Nibbs.

Musée Hergé – Fica em  Louvain-la-Neuve (não é Bruxelas, é pertinho e fácil para ir até lá com transporte público ou alugando um carro). Nós alugamos um carro em Bruxelas e em 30 minutos estávamos lá. Para quem quiser fazer o mesmo, indicamos alugar carro pela RentCars e Rental Cars, duas empresas super confiáveis e com boas taxas. O espaço é um mergulho na obra e vida de Hergé, cartunista, designer gráfico, ilustrador e criador do Tintin. O acervo reúne 80 obras originais e mais de 800 fotos do trabalho dele, documentos e objetos do artista. Abre todos os dias (menos às segundas-feiras) e funciona num prédio incrível criado pelo arquiteto Christian de Portzamparc em 2009.

De Bruxelas a Bruges: um roteiro com diversas atrações e ótimas cervejas trapistas na Bélgica

Maison de La Belle Dessinée – Lugar onde funciona uma pequena galeria e uma livraria, e reúne um bom acervo dos quadrinistas belgas atuais e também dos considerados “clássicos”. Fique atento ao corredor da esquerda, que homenageia o grande Jijé, mestre da Escola Chaleroi.

Museum of Original Figure (MOOF) – Esse é um museu mais recente (inaugurado em 2011) e reúne mais de 3.500 obras divididas em personagens de HD em bonecos e objetos cenográficos. Ou seja: um passeio pra encher os olhos dos fãs de histórias em quadrinhos! Os grandes destaques? Os Smurfs, Tintin e Lucky Luke (este último não muito conhecido no Brasil, mas um personagem bem conhecido pelos europeus).

Capital dos quadrinhos_Moof_Viajando bem e barato

Galerie Champaka -Galeria ideal para quem se interessa pela geração mais nova de quadrinistas belgas. Fundada em 2010, reúne um vasto acervo de artistas da atualidade, como o francês François Avril e o belga Yslaire.  A galeria mostra desenhos originais, ilustrações e pinturas.

Comics Cafe – Se você é fã de quadrinhos, prepare o bolso: o Comics Cafe tem uma das maiores livrarias especializadas sobre o gênero. Além da livraria, o espaço é recheado de bonecos, desenhos e até mesmo uma estátua de bronze do Tintin, onde os turistas adoram tirar fotografias.

Se você quiser, também pode fazer a “Comic Strip Route”, um roteiro pelos principais murais de personagens de histórias em quadrinhos de Bruxelas. Você pode saber mais no site da Secretaria de Turismo de Bruxelas ou então olhar este mapa aqui e planejar seu próprio roteiro pela capital dos quadrinhos.

Festival mundial dos quadrinhos

A cidade ainda conta com um evento anual que enche as ruas de turistas e artistas do mundo todo. Este ano, o Comic Book Festival 2016 acontecerá nos dias 2, 3 e 4 de setembro, em Bruxelas. Para conferir como foi o evento do ano passado, dá uma olhada nesse vídeo:

Onde se hospedar na capital dos quadrinhos

Boutique Hotel Saint-Géry –  um hotel fantástico, numa quadra com vários barzinhos… Os clientes dos roteiros personalizados do blog Klayton e Mariana ficaram lá e recomendam: “todo o staff era muito educado e atencioso, além do hotel oferecer quartos muito confortáveis. Neste hotel, aliás, cada quarto é assinado por um arquiteto diferente, o que torna a experiência mais legal ainda!”

Capital dos quadrinhos_Boutique Hotel Saint-Géry_Viajando bem e barato

Eu fiz um roteiro bem interessante para quem curte cerveja: de Bruxelas a Bruges: um roteiro com diversas atrações e ótimas cervejas trapistas na Bélgica.
___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

 

banners05animado01

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *