Viagem de dez dias por NY: Dicas de passeios, lojas e lugares para comer e beber

Publicado por em 21/04/2016

Manuela Colla

Ah, dez dias por NY… Baita viagem! Organizamos algumas dicas no primeiro post da série contando como foi este passeio, e agora compilamos dicas de passeios, alimentação e, claro, lojas para visitar na cidade que nunca dorme. Vem saber tudo!

Viagem de dez dias por NY_Times_Viajando bem e barato

Visitando museus

Como tínhamos poucos dias na cidade, priorizamos dois museus que queríamos conhecer muito: o MoMA e o Museu de História Natural. Claro que ficou muita coisa de fora ainda (Metropolitan, Guggenheim, Tenement Museum e Whitney Museum of American Art, só pra começar), mas NY está sempre lá me esperando pra voltar e fazer novos posts pra vocês! 🙂

O Museu de História Natural (Central Park West & 79th St) aproveitamos para conhecer em um dia de chuva torrencial (viajamos pra lá no outono). Ele foi fundado em 1869 e, na minha humilde opinião, merece um dia inteirinho de passeio porque é enorme e super interessante! Já na entrada, você vê um esqueleto de Barossauro com 27 metros de altura que ajuda a ter uma noção da grandiosidade do museu, com cada andar dedicado a um tema: antropologia, pré-história, fauna, cultura religiosa, planetário, vida marítima… Visitamos muitas delas e tudo é de uma perfeição de cair o queixo. Não saberia dizer qual foi minha ala favorita. E cada uma delas possui uma loja própria, ideal para comprar presentes para as crianças!

Ah, e o museu possui um app para iPhone chamado Explorer que funciona como uma verdadeira bússola dentro do museu, permitindo a você localizar as atrações e acessar informações adicionais sobre as peças.

Viagem de dez dias por NY_Museu de Historia Natural_Viajando bem e barato

O MoMA (11 West 53 Street), sigla para Museum of Modern Art, nos surpreendeu logo de cara: antes mesmo de comprarmos o ingresso, uma instalação gigantesca no hall de entrada projetava os cartões escritos pelos visitantes com suas impressões sobre o local. O MoMA foi fundado em 1929 e é um dos mais importantes de arte moderna do mundo todo. Passamos o dia inteiro lá e não deu pra ver nem metade do que queríamos nos seis andares da construção. Além da arte moderna, o museu ainda guarda preciosidades de artistas como Jackson Pollock, Cézanne, Matisse, Van Gogh, Gauguin, Klimt, Rodin e Modigliani. Imperdível! Ah, e como americano não brinca com consumismo, a loja do museu também é incrível.

Viagem de dez dias por NY_MoMA_Viajando bem e barato

Conhecendo Coney Island

O lugar mais bacana que conheci nessa viagem, na minha humilde opinião. Pensei que fosse complicado de chegar lá porque é meio ermo, mas que nada: pega o trem F até o final da linha e… Voilá! Você chega em Coney Island e dá de cara com o Nathan’s, uma lanchonete que funciona desde 1916 e serve cachorro quente. Ao lado do restaurante, um painel eletrônico gigantesco guarda o recorde da pessoa que comeu mais hot dog na competição que eles fazem todos os anos. No ano passado, o cara que ganhou comeu 62 hot dogs lá (inacreditável!).

Coney Island é bem aquelas praias americanas, com sistema de som, galera do skate, surfistinhas, jovens bebendo cerveja na orla e tal – a diferença é que parece que ela parou no tempo. Isso por causa do parque de diversões Luna Park (1000 Surf Avenue), que fica logo à esquerda quando você desce do metrô, ao lado do Freak Show (que infelizmente tava fechado).

Viagem de dez dias por NY_Miss Coney Island_Viajando bem e barato

Brincamos em tudo que foi brinquedo – jogo de tiro ao alvo, moedinhas de 25 cents pros bonecões dançarem, fliperama, é coisa que não acaba mais! E tudo super antigo. O local todo é pontuado por umas figuras míticas de freak show pela volta, atendendo os turistas nos brinquedos.

O brinquedo que mais amei foi a Wonder Wheel (a segunda roda gigante mais alta do mundo e em funcionamento desde 1920), com uma vista LINDA da praia, e o Cyclone, a montanha russa mais assustadora da vida. Eu não quis andar – a estrutura de madeira é de 1927 e, olhando da fila de espera pra subir, tem um momento que tu vê o carrinho não tocar mais os trilhos… Tive medo e nem rolou. Pra quem curte o lance de parques de diversão que nem eu, tem bastante brinquedos novos, bem conservados também… Mas os mais antigos são melhores!😉

Viagem de dez dias por NY_Vista and Deluca

Onde comer e beber

Todos os dias, nosso café da manhã era no Whole Food’s Market. A rede de supermercados orgânicos ficava do lado do apartamento onde estávamos e, no piso superior, tem sempre lugar pra comer sossegado. O local era parada obrigatória na volta pra casa, quando comprávamos algo para comer na janta e economizar. 🙂

O Dean & Deluca (560 Broadway) é uma instituição da cidade e lindo por dentro e por fora. Ás vezes, a gente pegava um café e algo pra comer ali (é mais caro, mas vale!) só pra dar uma olhada na imensa variedade de comida, temperos, compotas e geleias que eles vendem na gigantesca loja, que fica bem do ladinho da estação do metrô.

Viagem de dez dias por NY_Dean and Deluca

Um lugar muito legal para comer um hamburguer e tomar um pint de cerveja é o Old Town Bar (45 East 18th Street), um dos mais antigos da cidade, em funcionamento desde 1892. A decoração e os móveis são os originais, e uma escada de madeira super antiga (e barulhenta) leva ao segundo andar, onde funciona a cozinha. Foi cenário de várias cenas de filmes, claro. 😉

Yonah Schimmel’s Knish Bakery (137 E Houston St) – Aberto desde 1910 e, hoje, administrado pelo sobrinho do fundador, Yonah Shimmel. O carro-chefe da casa é o knish, um quitute judeu feito à base de batata, com uma massa de farinha ao redor, podendo ou não ter outros ingredientes envolvidos, como cebola, repolho roxo. Achei delicioso, mas não espere luxo: o lugar é minúsculo, o cardápio é uma folha de xerox mas a experiência…. Ah, essa não tem preço!

Viagem de dez dias por NY_Yonah_Viajando bem e barato

Burger Heaven (9 E 53rd St) – Está aberto há 70 anos e é administrado pela quarta geração da mesma família, que só serve grass-feeded beef (carne de boi que é criado do jeito bacana: comendo pasto). Confie em mim e sempre pergunte em NY qual é a procedência da sua carne – os Estados Unidos não são muito confiáveis quando a questão é comida. O hamburguer deste restaurante é absolutamente delicioso! O Classic Beef Burger, minha escolha, custa U$ 9,95.

Russ & Daughters (179 E Houston St) – Pense no sanduíche de bagel+salmão+cream cheese como o acarajé judeu de Nova Iorque. Não deixe de comer. E o daqui é o melhor! Está aberto desde 1914 no mesmo lugar e, recentemente, ganhou uma filial que é café dentro do museu judeu do Lower East Side (127 Orchard Street), outro passeio bem legal!

Viagem de dez dias por NY_Russ_Viajando bem e barato

Gray’s Papaya (2090 Broadway) – O melhor cachorro quente da minha vida – e é super barato. Outra fachada que também costuma aparecer em filmes e seriados. O Gray’s foi fundado em 1973 e, se você for em qualquer uma das três unidades do local em Manhattan, não espere nada chique ou cool. O lance aqui é comida boa!

Eataly (200 5th Ave) – Fica bem do ladinho do Flatiron Building e não resistimos: entramos pra conhecer a enorme loja de ingredientes fresquíssimos para quem ama cozinhar e os incríveis restaurantes que fazem parte do complexo. Para o turista, a principal utilidade do local é fazer um lanchinho rápido (os ingredientes à venda ali vêm todos da Itália e são muito caros), então peça uma tábua de frios, uma cerveja e descanse das longas caminhadas. 🙂 As linhas N e R do metrô deixam na porta e o complexo abre das 10h às 23h diariamente.

Viagem de dez dias por NY_Eataly_Viajando bem e barato

Lojas bacanas

Forbidden Planet (832 Broadway) – É uma loja que vende comic books, gibis variados, mangás e muitos brinquedos relacionados ao tema. É um perigo entrar lá: comprei uma lancheira no formato da máscara do Darth Vader. Mas era só dez dólares, como resistir? Nova Iorque te transforma num ser consumista.

Muji (455 Broadway) – Muji é a abreviatura de Mujirushi Ryohin – que significa “artigos de qualidade sem marca”. É um fato que parece um paradoxo: uma não-marca que ganhou notoriedade como marca.  Esta rede de lojas japonesas vende (quase) tudo: artigos de papelaria, móveis, utilidades domésticas, objetos de design incríveis, brinquedos, roupas, alimentos e muito mais.

Viagem de dez dias por NY_Muji_Viajando bem e barato

Uniqlo (666 5th Avenue at 53rd Street) – É a loja dos nova-iorquinos: a marca japonesa faz roupas discretas, super funcionais e muito baratas. Se você, como eu, quiser abolir todas as suas roupas coloridésimas ao chegar em NY, vai se divertir nessa loja enorme e linda.

Toy Tokyo (91 2nd Ave) – A Toy Tokyo é só pra crianças grandes e mais nerd, tem aquelas coisinhas de seriado, programa de tevê, quadrinhos, personagens japoneses, bonecas esquisitas, mil cacarecos. Tudo inacreditável. A loja é pequena mas cada canto dela tu vai querer comer com os olhos. E tem coisas baratas (uma torradeira do Totoro por 20 doletas, por exemplo), e caras (tipo umas bonecas japonesas lindas por 200 doletas). E os vendedores são uns amores!

Viagem de dez dias por NY_Toy Tokyo_Viajando bem e barato

Kiehl’s (109 3rd Ave) – Eu sei, eu sei. É uma loja de cosméticos. Existe desde 1851 e sua origem foi uma farmácia de manipulação, e os produtos para a pele são inacreditáveis. As lojas tem um clima vintade de farmácia, e todos os produtos são uma mistura única de conhecimento nas áreas cosmética, farmacêutica, botânica e medicinal ao longo das gerações. Viciei e não consigo usar outra coisa pra tratar a pele. 🙂

Strand Books (828 Broadway) – São “27 miles of books” novos, usados e também edições raras. Eu não chorei em nenhum monumento da cidade, mas chorei dentro dessa livraria. Tudo organizado, tudo o que tu imagina. Comprei bastante livros e despachei lá mesmo – eles têm esse serviço, que funciona por peso, e tu não vai querer voltar pro Brasil com esses tijolos na mala, né?

Viagem de dez dias por NY_Strand_Viajando bem e barato

Sur La Table (306 West 57th) – Eu adoro cozinhar e, logo, adoro utensílios legais pra cozinha. No Brasil, toda vez que vou comprar algo assim dá vontade de chorar por conta do imposto abusivo que eu sei que vai ter sobre o objeto. Na Sur La Table, comprei um sonho meu (uma batedeira da Cuisinart) por U$ 60 – no Brasil, já vi o mesmo produto por mais de R$ 600. Imagina minha alegria. Uma série de confeitos em formatos fofíssimos para colocar em bolos, facas de cerâmica, potes para temperos… Comprei tanta coisa que foi difícil administrar a mala depois! 🙂

Cake Shop (152 Ludlow Street) – Uma loja de discos de bandas alternativas, vinis raros e também um ótimo lugar pra se beber um drink ou, dependendo da programação, assistir a alguma banda local. Se eu morasse em NY, ia adorar frequentar mais esse lugar incrível!

Viagem de dez dias por NY_Cake Shop_Viajando bem e barato

Se você quiser mais dicas de passeios e também ótimas indicações de hospedagem em NY, leia o primeiro post desta série.

Amanhã, entra o último post da série, contando do nosso passeio pelas Catskills Mountains e Woodstock. Até lá!

_____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *