Portugal no inverno: o roteiro personalizado de Christian

Atualizado por em 03/05/2016

Rogério Milani

O Christian viajou pela segunda vez com os nossos roteiros personalizados – na primeira viagem, conheceu Roma, Florença e Paris em junho de 2014 (ou seja, no verão europeu). Desta vez, ele resolveu ousar e conhecer Lisboa, Porto e Coimbra durante o inverno. Veja como foi!

Portugal no inverno_Christian_Viajando bem e barato

Portugal no inverno – O roteiro

Minha viagem por Portugal foi nota 10! A nota elevada se dá devido a superação de minhas próprias expectativas em relação a Portugal. Não acreditava que o país fosse tão organizado – por exemplo, o transporte público é exemplar por lá!

O roteiro foi perfeito pois gosto de permanecer mais tempo nas cidades para me sentir como um nativo e ter uma boa experiência sobre como é viver nestes lugares. Fiquei seis dias tanto no Porto quanto em Lisboa, pois ambas cidades estão repletas de atrativos que vão se multiplicando a medida que se conhece melhor as mesmas. A passagem por Coimbra também foi muito interessante. Decidi passar por lá, também, porque a cidade ficava no caminho até a capital.

Portugal no inverno_comida_Viajando bem e barato

Os voos

Se você está pensando em pesquisar seu voo para a Europa, pode começar a pesquisa de passagens aqui. Eu confesso que, de início, estava apreensivo em relação a companhia Iberia, que muitos chamavam de “Ivieja” devido ao envelhecimento de suas aeronaves. No entanto, o avião e a tarifa foram satisfatórias.

As viagens de trem

Os “comboios” foram uma grata surpresa, pela rapidez e conforto no deslocamento para outras cidades. Senti-me em um grande metrô me deslocando pelas “estações” (cidades) portuguesas. Se você quiser, pode comprar sua passagem antecipadamente por este serviço, indicado pelo blog.

Portugal no inverno_trem_Viajando bem e barato

As hospedagens

No Porto fiquei na casa de um primo naturalizado português que reside na Vila de Gaia, exatamente na outra ponta da ponte D. Luís. A vista do local é tão surpreendente que tentei convencê-lo a virar um anfitrião do Airbnb.

Já em Lisboa, me hospedei em um quarto na Avenida Augusta, naqueles prédios antigos da Baixa Pombalina, região sugerida pelo blogueiro. O local era barato, historicamente interessante e ultra bem localizado.  Valeu muito a dica!

Como cheguei aos hotéis

Sempre achei cansativo, depois de algumas horas de viagem, ainda ter que pegar ônibus ou metrô para a hospedagem de destino. No caso de Porto, fui de metrô até Vila de Gaia, local da minha hospedagem, contudo como estava acompanhado por um parente, não tive dificuldade para carregar o “andante”.

Em Lisboa, no entanto, cheguei depois das 22 horas, e estava bastante cansado depois de conhecer Coimbra durante todo o dia… Por isso, me permiti cometer uma extravagância, pagando um táxi da Estação Santa Apolónia até o Rossio.

Portugal no inverno_destaque_Viajando bem e barato

Transporte

Os pontos positivos e negativos do transporte público: o passe só perde para a caminhada como forma mais econômica de se deslocar no Porto e em Lisboa. Você precisa calcular na tabela a partir do seu destino a quantidade de euros que deverão ser carregados no cartão.

A propósito, pela primeira vez, optei por conhecer os serviços da empresa Yellowbus e achei muito funcional, pois o ingresso também é aceito nos ônibus públicos das cidades.

Ingressos antecipados

Como era inverno, não precisei comprar nenhum ingresso antecipado, já que é a baixa temporada de viagens. Aliás, este um bom motivo para viajar neste período. Tentei ganhar descontos com minha carteirinha funcional de professor, mas em Portugal não existe esta possibilidade.

Ingressos de atrações turísticas podem ser comprados diretamente no site de cada atração ou então todos em um único lugar e uma única compra.

Seguro de viagem obrigatório

Não foi necessário usar este serviço obrigatório para quem viaja para a Europa. Mas meu seguro oferecia uma identificação externa em minha bagagem, o que me deixou mais tranquilo. Se você está com viagem marcada para qualquer lugar do Continente, é bom conferir este post sobre o seguro viagem, sua obrigatoriedade e dicas.

Portugal no inverno_jogo_Viajando bem e barato

Os procedimentos de imigração

A imigração foi feita em Madri sem maiores problemas. Apenas passaporte e perguntas gerais. No Porto, quase me pediram para abrir a mala (ainda bem que não fizeram, pois ela estava cheia de guloseimas mineiras para o meu primo!) 🙂

O clima durante a viagem

O frio em Portugal ficou na média de 10 graus. Muito aprazível!

Internet e telefonia

O aplicativo WhatsApp mais uma vez atendeu a todas as minhas expectativas de comunicação. E, em Portugal, o Wi-Fi está disponível em restaurantes, praças e museus.

Portugal no inverno_Pastel de belém_Viajando bem e barato

O financeiro para a viagem

O financeiro ficou dentro do planejado, no entanto fiquei inseguro nos dois últimos dias – por isso, fiz um pequeno saque no caixa eletrônico do Banco do Brasil na Avenida Liberdade, em Lisboa. Os cartões de débito e crédito funcionam normalmente.

O valor médio de custos foi de 60 euros por dia. A consultoria me ajudou com informações sobre quantidade de dinheiro, cartões de débito, crédito e formas de uso e segurança – principalmente porque viajei durante a época em que o euro subiu vertiginosamente!

Avaliação da consultoria

O que me levou a contratar a consultoria novamente foi, certamente, a economia e a segurança durante a viagem. Já conhecia o blog e o blogueiro de uma viagem anterior.  A principal informação do blogueiro foi a grata sugestão de explorar por mais tempo a cidade do Porto, pois de fato é uma cidade surpreendente.

Recomendo a consultoria do blogueiro principalmente para viajantes inseguros. Contrataria novamente este serviço para uma próxima viagem – isso diminuiria os riscos e pouparia gastos.

Dicas para outros viajantes

1. No Cais da Ribeira, Porto, em um beco atrás dos restaurantes badalados, próximo a ponte D. Luís, existe uma tasca administrada por algumas senhoras, onde comi o melhor bolinho de bacalhau de minha vida. Valeu muito dar uma caminhada e fugir da badalação dos restaurantes próximos ao ponto turístico, fica a dica para outros viajantes! O restaurante é tão intimista que não tem nome, mas fica em uma viela atrás do Restaurante Chez Lapin no Cais da Ribeira. 🙂

Portugal no inverno_bolinho bacalhau_Viajando bem e barato

2. Hospedar-se em Vila de Gaia proporciona uma vista maravilhosa de Porto.

3. Na Europa, Portugal é mesmo o melhor lugar para se comprar roupas de frio baratas.

4. Aliás, Portugal é mesmo o melhor país para perder o medo de viajar para a Europa.

5. Viajar no inverno em Portugal é possível. Com um agasalho quente,  impermeável e com capuz você pode ir a qualquer lugar.

6. Assistir um jogo de um time de futebol local é uma excelente oportunidade para aprender gírias e palavrões de uma língua.

7. Onde colocar as bagagens quando estamos apenas de passagem pela cidade e não há guarda-volume na estação? Em Coimbra eu deixei no Centro de Informação ao Turista.

8. Não se impressione com rapazes vendendo droga na Avenida Augusta em Lisboa.

9. Acho necessário conhecer o básico de História do Brasil antes de viajar para Portugal.

10. Não estranhe a rabugice lusitana.

11. Pagar para subir até o Chiado pelo elevador da Santa Justa é uma roubada.

12. Imperdível: Alugar uma bicicleta no Cais da Ribeira e pedalar até o mar.

Portugal no inverno_bicicleta_Viajando bem e barato

13. Pagar para visitar a Livraria Lello é justo, pois muitas pessoas só entram para fazer fotos segurando um livro do Harry Potter.

14. Produtos a base de cortiça são excelentes souvenires.

15. Não se aborreça caso o garçom lhe cobrar a conta antecipadamente na “esplanada” (parte externa do restaurante), como aconteceu comigo na Cafeteria ”A Brasileira”. Trata-se de uma medida de segurança.

16. Em Lisboa, o Museu Gulbenkian é imperdível para qualquer criatura humana do planeta Terra. Uma menção honrosa para o surpreendente Museu Arqueológico dentro das ruínas do Convento do Carmo.

17. Outra dica importante é fugir do café da manhã incluso nas diárias – acabei descobrindo que podemos tomar um café barato e ainda conhecer a cultura dos nativos em uma “cafetaria”. Uma delícia e bastante acessível! 🙂

Portugal no inverno_cafetaria_Viajando bem e barato

Confira mais algumas fotos da viagem do Christian por Lisboa, Porto e Coimbra:

Christian
Uberlândia/MG
Data da viagem: janeiro 2016

__

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

__

banners05animado01

Tags

21 Comentários

  1. Olá. Gostaria de saber se é aconselhável fazer turismo em campvans por portugal. Gostaríamos de ir em fevereiro de 2018.

    Comente
  2. Oi Rogerio,
    Adorei este post sobre portugal, pois quero fazer Lisboa – Porto nesse final de ano Dez/17 a Jan/18. Quero saber sobre chuvas, se pode atrapalhar …. a viagem

    Comente
    • Oi amei as dicas, vou para Portugal e Espanha em novembro de 2018 e quero fazer essa consultoria, como faço?

      Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *