Viajando sozinho pela Europa: o roteiro personalizado de Eduardo

Atualizado por em 14/09/2017

Manuela Colla

Eduardo queria conhecer a Europa e resolveu contratar nossos roteiros personalizados para que tudo fosse perfeito. Vem ver como foi esse giro pela Itália, Alemanha, Inglaterra e Espanha e se inspirar pra viajar pelo Velho Continente também!

Viajando sozinho pela Europa_Londres_Viajando bem e barato

Viajando sozinho pela Europa: o roteiro

O roteiro de viagem foi ótimo, tudo funcionou perfeitamente para mim. As modalidades de transporte bem como as acomodações foram perfeitas para todas as cidades. Levei bem a sério as dicas e conselhos do blogueiro e não tive nenhum problema. As cidades em que estive foram:

Londres: Fiquei quatro dias e, num deles, fiz uma pequena viagem a Cambridge. Nas duas cidades, achei tudo muito organizado e limpo. São cidades muito bonitas, os parques são muito bem cuidados, e há muitos lugares para visitar tanto caminhando como de metrô (Underground), que funciona perfeitamente, dá para visitar tudo com essa modalidade de transporte. Achei os ingleses muito gentis e educados e, mesmo meu inglês não sendo dos melhores, não tive nenhum problema. Os pubs são os melhores, boa cerveja e comida, bem legais para conversar e passar algumas horas…  Como já não era tão frio, os parques e ruas estavam lotados! Para os museus de lá, comprei ingressos na hora sem muitas filas. Os belos parques Green Park e St James Park são boas opções para passar algumas horas e ficam bem perto de muitas atrações. O centro tem muitos bons pubs para tomar uma boa cerveja. Foram suficientes os quatro dias para conhecer bem a cidade, até adicionaria mais um dia.

Também fiz uma visita a Cambridge e uma pequena cidade Bury St Edmunds para encontrar amigos – elas ficam a apenas uma hora de trem e o passeio vale a pena: são duas cidades bonitas, repletas de bons pubs, boa comida e com muitos lugares para ir.

Paris: Passei quatro dias nesta cidade encantadora, cheia de lugares para visitar – 0 Museu do Louvre e a Torre Eiffel são imperdíveis. Paris tem muitos museus, bons bares e comida melhor ainda! Para quem gosta de museus, arte e arquitetura, essa é a cidade! Os franceses também foram gentis e educados, não gostam de falar inglês, mas não tive nenhum problema – acho que saber algumas palavras em francês ajuda! O metrô é uma boa forma de se locomover, muito fácil e prático de usar. Para todos lugares onde eu fui sempre comprei ingresso na hora – não peguei muita fila, mas aconselho que as pessoas comprem antes pois, além de evitar fila, sai mais em conta. No Louvre, a fila era imensa! Achei uma boa cidade para compras também. A escolha de quatro dias foi perfeita.

Berlim: Mais quatro dias muito bem aproveitados e suficientes para conhecer todos principais lugares. Achei a cidade muito animada, com bons bares e restaurantes, muita história, museus e bela arquitetura. A língua não foi nenhum empecilho, os alemães foram sempre bem educados e ajudam os turistas mesmo que você não fale a língua deles. Meu ponto-base para ir para outros lugares de Berlim foi a Alexanderplatz – sempre bem movimentada, perto de muitas atrações, monumentos e igrejas. Para andar por lá, sempre usei o metrô. Se você tem disposição, caminhar é uma boa porque tem muitas atrações que ficam perto uma da outra – assim, eu aproveitava e conhecia mais lugares que não iria ver se fosse de metrô ou ônibus.

Veneza: Fiquei dois dias lá, tempo que considerei suficiente para conhecer a ilha toda, com suas ruas estreitas, belas igrejas e arquitetura única, além da boa comida e vinho, é claro! Utilizei o transporte aquático e também caminhei muito – me perdi muitas vezes por aquelas ruas e sempre me deparava com lugares incríveis. Achei a Praça de San Marcos muito bonita e sempre muito movimentada, e próximo dela tem muitos bons restaurantes!

Viajando sozinho pela Europa_Veneza_Viajando bem e barato

Roma: Aproveitei quatro dias nessa cidade com muita história, um museu a céu aberto! Roma é imperdível para quem gosta de história e arquitetura, com boa comida e vinho – aliás, uma das melhores pizzas da minha vida comi ali. O metrô é uma boa opção para quem for para Roma, e caminhe muito desde Foro Romano até Coliseu, região que mais gostei. Vaticano também é outro belo lugar para gosta, a Basílica de São Pedro é muito bonita e enorme. O Museu do Vaticano e Capela Sistina são imperdíveis com suas obras primas e arquitetura. Vá preparado que em todos os lugares são sempre cheios. E há filas no sol ou chuva -se possível, compre ingressos antes, são mais baratos e você não enfrenta grandes filas. Roma tem muita coisa de se ver mas quatro dias foram perfeitos para o que eu queria.

Barcelona: Passei quatro dias em Barcelona e achei o tempo suficiente. É uma cidade com muita agitação, para quem gosta da noite é uma ótima opção: sempre tem um bom lugar para tomar uma boa cerveja ou sangria à tarde e bons bares e casas noturnas a noite para os “baladeiros”. Os parques são muito bonitos e uma ótima opção de lugar para passar tempo. A Sagrada Família é imperdível, mas compre ingresso antes, na hora é meio que impossível.

Madri: A última cidade em que estive, e lá passei quatro dias. Peguei dois dias com chuva e acabei não saindo muito, mas nos outros dois dias visitei muitos lugares, para quem gosta de compras é uma boa opção, Parque do Retiro e Parque del Oeste são boas opções para uma boa caminhada e passar algumas horas, com restaurantes e bela paisagem, cidade muito bonita, boa comida (melhor paella que já comi!). Com dois ou três dias de viagem, já dá para conhecer bem Madri.

Viajando sozinho pela Europa_Igreja_Viajando bem e barato

Os voos

As companhias aéreas foram ótimas, tanto no preço como no serviço. Não tive nenhum problema, nenhum atraso, tudo correu muito bem. Se você está pensando em planejar sua viagem dos sonhos para a Europa, pode começar a pesquisa de passagens aqui.

As viagens de trem

Fiz varias viagens de trem durante minha viagem:

1. Londres – Cambridge: Foi uma boa opção, mas também tem ônibus que é mais barato, mas como estava do lado da estação escolhi trem.

2. Londres – Paris: Tudo foi muito tranquilo, rápido, prático e seguro.

3. Veneza – Roma: Foi muito tranquila a minha viagem.

4. Barcelona – Madri: Viajei com trem de alta velocidade com paisagens muito bonitas.

Se você quiser, pode comprar sua passagem antecipadamente por este serviço, indicado pelo blog.

Viajando sozinho pela Europa_Paris_Viajando bem e barato

As hospedagens

Em Londres, fiquei no Hostel Yha St Pancras, que tinha uma ótima localização. Ele não era no centro, mas ficava a 200 metros do metrô da estação St Pancras. Achei muito limpo e organizado o hostel, além de bastante seguro – e o pessoal sempre ajudava com dicas de como usar metrô, de locais para visitar… Achei também o preço muito bom.

Em Paris, fiquei no ótimo Hostel Generator Paris, que ficava ao lado de uma estação do metrô. O hostel tinha um bom bar dentro dele e também boa comida. Este foi um dos mais hostels mais organizados, limpos e novos em que eu fiquei. Além de ter um bom preço.

Em Berlim, fiquei no hostel St Christopher’s Inn Berlin, o mais animado de todos, com um bar dentro, sempre com atrações, música ao vivo, boa cerveja e um bom hambúrguer. Achei os quartos meio velhos mas limpos –  mas pelo preço estava ótimo. 🙂

Em Veneza, fiquei no hostel Bed & Venice – Casa per Ferie la Pietà, muito limpo e tranquilo, vale a pena por estar no coração de Veneza, pode-se fazer tudo a pé. E pelo preço valeu muito a pena.

Em Roma, estive no Hostel Mosaic – achei ele bem localizado, próximo da estação de trem e metrô, em alguns minutos caminhando você chega no Foro Romano e no Coliseu. Também tinha bom preço.

Em Barcelona, fiquei no hostel St Christopher’s Inn Barcelona (mesma franquia de Berlim), um lugar animado, muito bem localizado, com estação de metrô ao lado, bem no centro, por isso consegui ir a muitos lugares a pé. Ótimo preço.

Em Madri, me hospedei no Hostal Ivor. Super bem localizado, fica próximo ao metrô, bem no centro de Madri. Achei o hostel uma ótima opção de quarto individual e não muito caro!

Viajando sozinho pela Europa_Coliseu_Viajando bem e barato

Como cheguei aos hotéis

Para ir para as hospedagens, sempre usei transporte público: foi sempre muito útil, prático, barato e fácil. As ligações por trem dos aeroportos são boas opções, depois você se conecta com metrô e pode ir a qualquer lugar. Somente em Berlim, utilizei ônibus para ir para hostel, pois não tinha opção de trem ou metrô. Mas deu certo também. 🙂

Transporte

Em Londres Utilizei o famoso Oyster Card. Gastei 30 libras para um cartão de sete dias, apenas na Zona 1 – 2 ( zona central), e valeu muito a pena! Se você quiser saber mais sobre o Oyster Card, confira este post aqui.

Para Paris, comprei um ticket de cinco dias chamado de Paris Visit que saía mais barato que os individuais para os quatro dias em que estive lá. Em Berlim, utilizei o 7-days ticket por 29 euros. Lá, os veículos não tem catraca ou nada parecido, mas compre seu bilhete e valide-o quando entrar na estação, nunca se sabe se vão fiscalizar – e me parece que as multas são altas.

Na bela Veneza, usei Vaporetto mas, como foram poucas viagens, sempre comprei tickets individuais e na hora do embarque. Em Roma, usei o Roma Pass, que dava entrada para dois museus ou atrações e descontos para outras e para transporte público (em qualquer modalidade e ilimitado) por três dias. O Roma Pass custa 36 euros.

Barcelona comprei o 4-days Hola BCN por 26 euros e, em Madri, comprei um bilhete de dez viagens.

Todos que comprei tiveram boa relação custo-benefício, de acordo com as minhas contas.  Dica: sempre baixe antes de viajar todos os mapas ou os aplicativos dos metrôs das cidades que vai visitar, ou pegue os mapas em papel (mais seguro) nas estações de metro ou em pontos de informação turísticas. Isso ajuda muito!

Viajando sozinho pela Europa_selfie_Viajando bem e barato

Ingressos antecipados

Não comprei ingressos antecipados para minha viagem, adquiri todos na hora. Mas me arrependo, aprendi que é sempre bom comprar antes para evitar filas enormes e pagar mais caro. Os ingressos de atrações turísticas podem ser comprados diretamente no site de cada atração ou então todos em um único lugar e uma única compra.

O único cartão turístico que comprei foi Roma Pass, que dá entrada gratuita para duas atrações e desconto para as outras. Além de poder usar em todo transporte público (ônibus e metro) de forma ilimitada, o Roma Pass vale por três dias. Como fiquei na cidade durante quatro dias, valeu muito a pena. 🙂

Seguro de viagem obrigatório

Se você está com viagem marcada para a Europa, é bom conferir este post sobre o seguro viagem, sua obrigatoriedade e dicas. Ainda bem que não precisei, correu tudo muito bem em relação a saúde.

Viajando sozinho pela Europa_Fontana_Viajando bem e barato

Os procedimentos de imigração

Minha imigração foi feita em Londres, onde dizem ser umas das piores! Mas, no meu caso, foi super tranquilo, apenas perguntaram quantos dias eu ia ficar, onde ia ficar, o que ia fazer, se era uma viagem de férias, quais lugares eu iria visitar e em que eu trabalhava no Brasil.

O clima durante a viagem

Quanto a isso, não tive nenhum problema na minha viagem para a Europa. Usei as dicas da consultoria para fazer minha mala e foi tudo perfeito. De modo geral, o clima durante toda a minha viagem estava ótimo, as temperaturas variavam de 12 a 26 °C. Peguei apenas dois dias de chuva na Espanha.

Viajando sozinho pela Europa_jardim_Viajando bem e barato

Internet e telefonia

Usei apenas Wi-Fi gratuito para me comunicar com amigos e familiares, e foi suficiente.

Avaliação da consultoria

Na minha opinião, todos deveriam fazer essa viagem no mínimo uma vez na vida: pegar uma mochila, planejar bem seus passeios, conhecer pessoas e lugares, fazer novos amigos, aprender coisas novas, se perder em cidades desconhecidas e também estar em lugares incríveis que vemos apenas em filmes e fotos. Sonhos estão aí para se tornar realidade – temos fazer a vida valer a pena, realizar os sonhos, aproveitar cada momento, ser felizes e guardar isso tudo para toda vida.

Acho que tudo foi positivo, todas as dicas que o Rogério me enviou eu utilizei. A consultoria foi a base para a viagem e fez com que eu não tivesse problemas ou contratempos. Recomendaria o serviço para outras pessoas (aliás, já recomendei para dois amigos que me pediram opinião sobre a consultoria e sobre o Rogério), e utilizarei mais vezes com certeza. As dicas foram muito boas e ajudaram muito!

Viajando sozinho pela Europa_Venice_Viajando bem e barato

Eduardo
São Paulo/SP
Data da viagem: maio 2016

___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

8 Comentários

  1. Olá,
    Adorei suas dicas e comentários , vou fazer um mochilão agora em maio, o meu roteiro e bem parecido com o seu, estou um pouco temerosa de ir sozinha mas vamos nesta .
    Gostaria de saber quanto mais ou menos vc gastou para eu me preparar melhor. Obrigada Vera

    Comente
  2. Olá,
    Adorei suas dicas e comentários , vou fazer um mochilão agora em maio, o meu roteiro e bem parecido com o seu, estou um pouco temerosa de ir sozinha mas vamos nesta .
    Gostaria de saber quanto mais ou menos vc gastou para eu me preparar melhor. Obrigada Vera

    Comente
    • Ola

      Eu levei 85 Euros/dia para alimentação transporte e atrações, acabei voltando com 610 euros, e acho que não economizei tanto, no final acabei gastando em torno de 60 Euros/dia para 22 dias no total. Para Londres Levei 400 Libras para 4 dias, la eu gastei tudo, também por ser uma cidade pouco mais cara.

      Comente
  3. Olá …adorei o roteiro!
    Sabe o valor médio gasto?
    Desde já obrigada

    Comente
    • Eu levei 85 Euros/dia para alimentação transporte e atrações, acabei voltando com 610 euros, e acho que não economizei tanto, no final acabei gastando em torno de 60 Euros/dia para 22 dias no total. Para Londres Levei 400 Libras para 4 dias, la eu gastei tudo, também por ser uma cidade pouco mais cara.

      Comente
  4. Eeee meu merchan foi bom !!!! Ótimo texto Alaga. Mas nossa parceria pra 2017 ficou comprometida, porque vou fazer essas cidades e mais algumas. Topa voltar novamente ?

    Rogério, você é um diferencial, parabéns.

    Comente
    • Valeu. Tenho vontade de voltar sim. E ir em outras cidade. Vamos combinar.

      Comente
      • Eu levei 85 Euros/dia para alimentação transporte e atrações, acabei voltando com 610 euros, e acho que não economizei tanto, no final acabei gastando em torno de 60 Euros/dia para 22 dias no total. Para Londres Levei 400 Libras para 4 dias, la eu gastei tudo, também por ser uma cidade pouco mais cara.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dicas de hospedagem em Londres - testadas e aprovadas pelos clientes da consultoria - Viajando Bem e Barato | Dicas e roteiros de viagem - […] indicado pelo Eduardo, que viajou sozinho pra Europa em maio de […]
  2. Dicas de hospedagem na Espanha - […] do Eduardo, que viajou sozinho pela Europa em maio de 2016 com nossos […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *