Dica de turismo na Áustria: Passeio por Wachau, um dos cartões postais do país

Atualizado por em 14/09/2017

Rogério Milani

Se você está pensando em conhecer Viena e outras regiões da Áustria, precisa ler este texto com uma preciosa dica de turismo na Áustria: a região de Wachau, que parece até saída de um conto de fadas! 

Dica de turismo na Áustria_Burgruine_Aggstein_Wachau_Viajando bem e barato

Dica de turismo na Áustria

Wachau: Onde Deus parou pra descansar

A Áustria é um país muito pequeno, pode-se percorrê-la de leste a oeste em menos de sete horas. Seria difícil apontar a região mais bonita pois o país inteiro é um verdadeiro cartão-postal. Entre as minhas regiões preferidas, eu diria que Wachau está num dos primeiros lugares – e não estou sozinha na preferência. O local encanta turistas do mundo todo com suas cores e natureza exuberante.

Wachau é um lugar para quem gosta de apreciar a beleza natural – a região tem muitos vinhedos encantados, árvores, frutas e, acima de tudo, a maravilha do rio Danúbio mostrando toda sua imponência e dando show para os olhos dos turistas.

Indico começar o passeio pelo Castelo Schönbühel, no começo das colinas de Wachau, visto ao entrar a região pelo Danúbio. A visão é de tirar o fôlego:

Dica de turismo na Áustria_castelo_Viajando bem e barato

Logo mais, sempre ao longo do rio, outra beleza chamada Dürnstein, uma cidadezinha com apenas 1.000 habitantes, considerada a pérola de Wachau. O rei inglês Ricardo Coração de Leão não deve ter tido a mesma impressão, pois foi feito prisioneiro no Castelo Dürnstein no ano 1192.

Hoje, as ruínas no alto da colina convidam turistas a fazerem um passeio até lá a fim de poderem admirar o esplendor do belo Danúbio.

Dica de turismo na Áustria_Durnstein_Viajando bem e barato

Wachau faz parte da Áustria Inferior, ou Baixa Áustria, também conhecida como a melhor e mais conhecida região produtora de vinhos. Dizem os conhecedores que o vinho branco desta região faz a mais perfeita simbiose com o prazer de comer bem, calor humano e simpatia. Por toda parte é possível sentir o calor com que os anfitriões recebem seus hóspedes, sempre com um sorriso amigo e palavras de boas-vindas.

Nem é necessário visitar restaurantes finos para se apreciar o tratamento amistoso das pessoas: qualquer “Beisl” (pequeno restaurante) dá a mesma sensação, basta tomar um copo do delicioso vinho acompanhado de pão e fatias de salsichas variadas. A maioria dos locais gastronômicos possui um jardim com mesas e cadeiras para que os hóspedes se sintam em casa. Aliás, nas estações primavera e verão é quase impossível achar um austríaco dentro dos restaurantes: eles preferem ficar na parte ao ar livre dos estabelecimentos, nos jardins, apreciando a natureza, comendo, bebendo, ao som de sanfonas e violinos tocando valsas ou músicas típicas.

Dica de turismo na Áustria_dest_Viajando bem e barato

Quem visitar esta região entre abril e maio poderá vivenciar uma experiência inesquecível: o florir das árvores de damasco. É um verdadeiro colírio para os olhos aquelas centenas de árvores carregadas de flores brancas e rosadas.

A colheita das frutas é feita em agosto e austríacos de todo país vêm buscar as frutas para a própria manufatura de geleias e “schnaps” (bebida destilada parecida com a cachaça brasileira). Da mistura do schnaps com o damasco, cria-se um tipo de aguardente chamado “Marilleschnaps“. Sempre digo aos meus amigos que esta é a “cachaça” dos austríacos e que não fica nada atrás do equivalente brasileiro – é deliciosa!

Dica de turismo na Áustria_Damascos_Viajando bem e barato

Outra atração da região é a famosa igreja barroca de Dürnstein, pintada em tons de azul-claro. Entre as igrejas da região, com certeza ela é a mais fotografada e amada – e é conhecida como “Dedo Indicador de Deus”. De acordo com a lenda local, Deus parava aqui para descansar enquanto criava o mundo. Só essa pequena lenda local dá para ter uma ideia da dimensão da beleza desta região. E, como diz aquele ditado italiano: si non é vero é ben trovato (se não for verdade, foi bem inventado).

Texto escrito por Rogério Milani e Rosangela Scheithauer, nossa parceira do blog e Guia de Turismo em Viena. Para saber como contratar o serviço dela com desconto, clique aqui.

Confira outros posts escritos pela Rosângela:

___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

2 Comentários

  1. Olá …Fiz esse passeio com Rosangela no vale do Wachau, e é um passeio incrivel,sao paisagens tão lindas que parece que agente esta dentro de uma pintura.Lugar onde se produz os melhores vinhos brancos da Austria .Alem dissso voce pode contar com o talento da guia para tirar lindas fotos…rs.Vale muito a pena…

    Comente

Trackbacks/Pingbacks

  1. Onde viveram os compositores clássicos em Viena - […] Passeio por Wachau […]
  2. Compras em Viena - […] Passeio por Wachau […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *