Malas perdidas em aeroportos nunca mais: conheça a tecnologia RFID

Atualizado por em 15/09/2016

Rogério Milani

Quem nunca teve medo de ter suas malas perdidas em aeroportos? Esse temor não é injustificado e aumenta muito quando fazemos viagens que requerem conexões – mas surge uma luz no fim do túnel com a tecnologia RFID, vem saber mais sobre isso!

malas-perdidas-em-aeroportos_malas_viajando-bem-e-barato

Esteira de malas sempre é aquele momento de tensão da viagem. Por mais cansado que você chegue, depois de longas horas de voo, ainda precisa resgatar suas malas entre outros passageiros igualmente apreensivos. E como a Lei de Murphy comanda essa hora, todas as malas parecem chegar menos a sua….

Esse drama é comum a todos os viajantes e as chances de uma mala ser perdida são maiores do que parecem – especialmente para quem viaja em voos com conexões, e a coisa complica ainda mais se forem voos feitos por companhias aéreas diferentes. Em uma estimativa de 2015 feita pela Sita (empresa que desenvolve sistemas de tecnologia da informação para empresas aéreas), 24 milhões de malas foram extraviadas em todo o mundo em 2014. Ou seja: a cada mil passageiros, 7,3 enfrentaram esse contratempo. Só no Brasil, onze malas são perdidas por dia nos aeroportos nacionais – e a maior chance disso acontecer é o erro humano.

As causas variam desde alguém mal-intencionado “passar a mão” na sua bagagem até a troca na retirada de bagagens que são parecidas por passageiros que não conferem os códigos na etiqueta. Claro que podem também ocorrer erros dos funcionários das cias aéreas, que podem encaminhar sua mala para a aeronave errada ou até atrasar a transferência da sua mala para o avião, fazendo com que você chegue ao seu destino, literalmente, de mãos abanando.

As companhias aéreas se preocupam com o assunto há muito tempo pois, claro, isso gera indenizações e prejuízos. O investimento para resolver isso é alto e poucas empresas estão adotando tecnologias inovadoras, mas o caminho começou a ser trilhado pela americana Delta, que está implantando um esquema chamado RFID para rastrear bagagens. Os testes começaram a ser feitos pela empresa em 2003 e o investimento, até agora, foi de U$ 50 milhões.

malas-perdidas-em-aeroportos_delta-tag_viajando-bem-e-barato

Seria o fim das malas perdidas em aeroportos?

O sistema implantado pela Delta chama-se Radio Frequency Identification. Ele funciona da seguinte forma: cada mala despachada recebe uma etiqueta com um chip lido por ondas de rádio. Não há necessidade de aproximar nenhum leitor de código das malas, essa tecnologia permite que as malas sejam rastreadas conforme passem por equipamentos localizados em pontos estratégicos por onde as bagagens passem. Além disso, o sistema RFID, sua mala é identificada por cor, modelo, número da etiqueta e outras características – isso também facilita a localização das malas caso um extravio aconteça.

Quando a mala é encaminhada ao avião, uma luz verde acende na esteira e, quando há erro, já neste momento a companhia aérea fica sabendo, a tempo de corrigir. A Delta explica que um funcionário está sempre a postos para verificar o status da operação e reencaminhar a bagagem, caso seja necessário.

A Delta implantou também uma novidade: o próprio passageiro poderá rastrear sua bagagem em tempo real através do aplicativo da companhia, o Fly Delta. Quando ele chegar no aeroporto de destino, já recebe uma notificação de que sua mala chegou junto com ele. Quer alívio maior?

Ficou interessado? Confira o vídeo explicativo da Delta aqui:

Outras companhias aéreas estão estudando a implantação da tecnologia, como a Lufthansa, Qantas e Air France… Eu fico aqui me perguntando quanto tempo teremos que esperar até que essa tecnologia chegue ao Brasil.

De qualquer forma, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês) determinou que, a partir de junho de 2018, companhias aéreas e aeroportos de todo o mundo tenham sistema de rastreamento de bagagem para diminuir a ocorrência de perdas e extravios. O que nos resta é torcer para que isso seja implantado logo – assim, poderemos respirar aliviados ao chegar nos aeroportos de nossos destinos. 😉

A iniciativa brasileira: Trackage

Uma boa alternativa até que o sistema seja implantado por aqui é o Trackage, uma startup brasileira que monitora suas bagagens e avisa tudo pra você através de um aplicativo no celular. Caso haja extravio de malas, o usuário é avisado imediatamente e o sistema pode, inclusive, ajudar a companhia aérea a localizar sua mala. O mesmo acontece em caso de violação de bagagem – o usuário é notificado que isso aconteceu imediatamente e pode já tomar as providências necessárias dentro do aeroporto.

O Trackage é uma caixinha que você coloca dentro da mala antes de despachá-la, e o sensor envia sinais de rastreamento para seu celular. O preço da facilidade? R$ 269. Saiba mais:

___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *