Destinos românticos para o Dia dos Namorados no Rio Grande do Sul

Atualizado por em 14/09/2017

Manuela Colla

Seja na montanha ou na rua, na chuva ou na fazenda, não é preciso sair do Sul para fazer uma viagem inesquecível! Preparamos uma lista com destinos românticos pra você fazer no mês de junho, para celebrar o mês dos namorados. 🙂

Destinos românticos

Cambará do Sul

A cidade é base para visitar os espetaculares parques nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral, que abrigam os maiores cânions do país e também uma porção de cachoeiras, vales, trilhas e uma rica fauna que inclui lobos-guarás e jaguatiricas. Outro lugar-base para se hospedar para curtir os cânions é São José dos Ausentes, a 50 quilômetros de lá e uma das cidades mais frias do Brasil.

Onde se hospedar?

Parador Casa da Montanha – Adotou o glamping (camping com glamour): suas tendas possuem calefação central, lençol térmico, bons móveis e televisão. Alguns dos chalés de madeira tem teto de malha e deques com luxuosas jacuzzi. O Rogério esteve lá e aprovou com honras o Parador, mas ainda não escreveu um artigo sobre o local, que será feito em breve! 😛

Cambará Eco Hotel – O Rogério se hospedou lá em sua viagem mais recente e achou o local um bom custo-benefício para os turistas que, como ele, viajam para lá no inverno. A calefação do hotel funciona super bem, o café da manhã é gostoso e o staff, atencioso. O hotel fica bem pertinho do centro da cidade, na estrada que liga ao cânion Itaimbezinho.

Pedra Afiada Refúgio Ecológico – Aos pés do Cânion Malacara, também tem uma agência própria de passeios. São várias categorias de acomodação, desde apartamentos com varanda até bangalôs com cozinha, hidromassagem e cama king-size.

Pousada Cachoeirão dos Rodrigues –  Fica em São José dos Ausentes e é bem aconchegante – você se sente em casa na fazenda simples dos proprietários seu Tonico e Dona Rosane. Uma ótima pedida de hospedagem na região!

Pousada Fazenda Montenegro – Também em São José dos Ausentes, estive lá em 2008, faz tempo, mas amigos estiveram recentemente e adoraram também. É de uma família, todos trabalham lá, super gente boa, bons quartos e chalés, passeio a cavalo e comida deliciosa, já que lá a diária é pensão completa, o que facilita muito, pois fica meio afastado de tudo e ideal para curtir a natureza e local mesmo.

Destinos românticos

Onde comer?

Restaurante do Lago – do fantástico chef Marcos Barbier – o cozinheiro que eu gostaria de ter em minha casa, todos os dias! A adega do restaurante é fantástica, o clima de “casa” e o atendimento, super acolhedores. A especialidade do local são trutas, que ele prepara com todo tipo de molho e tempero. E o preço é ótimo!

Sendero Bistrô – Serve cervejas artesanais gaúchas e pratos com carne ao som de música ao vivo num salão intimista. Como sobremesa, faz sucesso o sorvete de araçá – uma frutinha local com sabor bem peculiar, vale a pena experimentar!

Galpão Costaneira – Em um antigo casarão de ripas de madeira, é preparado um bufê de comida típica gaúcha e serrana no fogão a lenha. O ambiente é rústico e a comida, extremamente saborosa e ideal para ser saboreada nos dias gelados.

Parador Casa da Montanha – Além de ser indicação de hospedagem, também serve ótimos almoços e jantares (buffet). Qualquer refeição lá vale muito a pena. E fique atento: aos sábados ao meio dia, eles fazem o churrasco campeiro.

Destinos românticos

A deliciosa truta do Restaurante do Lago

Bento Gonçalves

A capital do Vale dos Vinhedos, onde são produzidos a maioria dos vinhos brasileiros, é um charme só! A partir de Bento Gonçalves, é possível conhecer as vinícolas das gigantes Casa Valduga e Miolo, assim como pequenas vinícolas artesanais como a Pizzato e a Almaúnica, que preservam a tradição dos imigrantes italianos que ocupam a região desde o final do século 19. O prato típico, e que harmoniza com os vinhos, é o galeto com polenta ou massa – alguns restaurantes têm até rodízio de galeto! Bento Gonçalves lota no inverno, mas é no verão que acontece a colheita das uvas, que pode ser acompanhada pelos visitantes.

Onde se hospedar?

Borghetto Sant’Anna –  A pousada Borghetto Sant’Anna é, sem dúvidas, a mais encantadora da região, com casas construídas com pedras e alvenaria, lareiras e vista impressionante para a Serra Gaúcha. Os proprietários Vanja e Rubens construíram um espaço com extremo bom gosto e super aconchegante – somos superfãs!

Hotel & Spa do Vinho – Rodeado por vinhedos, o Hotel & Spa do Vinho oferece um spa (claaaro!), quadra de tênis e uma piscina ao ar livre aquecida. O restaurante luxuoso serve iguarias regionais e uma seleção excelente de vinhos – a comida é maravilhosa e o hotel é tão confortável que nem dá vontade de sair de lá pra turistar! 🙂

Hotel Villa Michelon – Excelente localização (fica bem na rota das vinícolas), funcionários atenciosos, educados e dispostos a ajudar sempre. Café da manhã excelente, com opções variadas, frescas e reposição constante. O hotel é bastante amplo, com opções de lazer no espaço do hotel (inclusive para quem viaja com crianças!).

Pousada Terragnolo – Essa é uma ótima opção de hospedagem para quem não quer gastar tanto mas também curte um certo conforto e uma bela vista – alguns quartos têm vista para o vale, jacuzzi e outras comodidades, mas há opções mais econômicas.

Destinos românticos

Onde comer?

Pizza entre Vinhos – Como diz o nome, as mesas ficam entre os vinhos, os clientes podem circular e escolher qual desejam tomar, os preços estão junto aos rótulos para não haver surpresas. Para quem não bebe muito, existe a possibilidade de tomar uma taça. A pizza é maravilhosa, com ingredientes de qualidade, o lugar é bem aconchegante e o atendimento, cordialíssimo!

Mamma Gemma – Uma trattoria italiana pra ninguém botar defeito, ideal para quem viaja em família. Só abre no almoço e fica bem em frente ao hotel Villa Michelon, que indicamos ali em cima. O restaurante tem um belo gramado, parreiral e uma super vista! Para efeito de informação, a Pizza entre vinhos e o Mamma Gema são no mesmo lugar e do mesmo dono, uma fica na parte térrea e outra no subsolo. 🙂

Giordani Gastronomia – Aqui, o destaque é a comida típica: galeto e massas, sopa de capeletti e um atendimento bem acolhedor. O preço é justo e os pratos são suuuper bem servidos e tem um tempero caseiro de nonna.

Casa Vanni – A casa antiga onde funciona o restaurante já é atração por si própria e o cardápio criado pela chef Jerusa Vanni tem como foco a culinária italiana. O jardim que cerca a casa é belíssimo e o lugar ideal para curtir uma preguiça depois de um belo almoço! Dica: se você for no final de semana, chegue cedo. 🙂

Destinos românticos

O belo pátio da Casa Vanni

Garibaldi

Cidade fundada por imigrantes italianos e por franceses da região de Champagne, Garibaldi é famosa pelos seus bons espumantes nacionais, como George Aubert, Chandon, Peterlongo e os produzidos pela Cooperativa Vinícola Garibaldi. Todas as vinícolas têm tours guiados que mostram todo o processo de fabricação dos espumantes, oferecem degustação e vendem garrafas a bons preços. Outro passeio para fazer ao lado da pessoa amada é a viagem de Maria Fumaça de Bento Gonçalves a Carlos Barbosa, com parada em Garibaldi. Também conhecido como Trem do Vinho, a bordo há degustação de vinhos, espumantes e sucos de uva e apresentações de danças folclóricas enquanto se aprecia a bela paisagem da Serra Gaúcha.

Onde se hospedar?

Hotel Casacurta – Um dos hotéis mais tradicionais da Serra Gaúcha, o Hotel Casacurta foi inaugurado em 1953 em Garibaldi e, até hoje, é super conhecido pelos turistas que vão pra lá aproveitar o melhor da Serra Gaúcha. E tem 20% de desconto pros nossos leitores, saiba tudo aqui e reserve sua data! E, no hotel, você ainda pode ter um jantar romântico na Hostaria Casacurta, que nós também adoramos!

Destinos românticos

Onde comer

Valle Rústico – Capitaneado pelo premiado chef Rodrigo Bellora, usa somente ingredientes frescos e orgânicos numa gastronomia requintada, criativa e num ambiente rústico mas belíssimo. Normalmente só abre para almoço aos domingos e é importante reservar sua mesa com antecedência. Vá sem pressa.

Osteria Della Colombina – Este restaurante é mandatório para quem visita a serra gaúcha pela primeira ou milésima! Localizado na Estrada do Sabor em Garibaldi e comandado por uma família muito querida, fica em um porão de pedra, estilo de construção dos imigrantes italianos. A comida servida, extremamente caseira, desde os vinhos produzidos na propriedade a sopa de agnolini, tudo feito ali.

Trattoria Primo Camilo – Ambiente aconchegante, atendimento cordial dos funcionários e cardápio simples mas pratos deliciosos! A escolha de vinhos e espumantes é feita diretamente na adega do restaurante. Os pratos servem muito bem 2 pessoas, e os valores são justos.

Hostaria Casacurta – O local ideal para um jantar romântico, serve um cardápio harmonizado com os melhores vinhos e espumantes da região e tem atmosfera intimista e um ótimo atendimento. A trilha sonora é incrível também!

O delicioso fetuccine da Osteria Della Colombina

Gramado

Construída por imigrantes europeus, em sua maioria alemães e italianos, Gramado é o principal centro turístico do Rio Grande do Sul. A cidade é famosa pelas construções que têm vários encaixes de madeira à mostra, pela gastronomia de influência europeia, pelas fábricas de chocolate e pela Aldeia do Papai Noel, que é a grande atração do inverno (ainda que o Natal esteja a seis meses de distância). As ruas do centro são uma fofura! Caminhar pela orla do Lago Negro ou alugar um pedalinho são ótimas opções de passeio a dois se o tempo estiver ensolarado – caso não esteja, a Rua Coberta está protegida das intempéries e é o principal point de comidinhas e compras da cidade.

Onde se hospedar?

Modevie Boutique Hotel – Capricha nas acomodações (roupão, lençol de 300 fios, smartv), no serviço (a equipe grava no equipamento de som do quarto suas músicas favoritas) e na organização dos passeios (que tal um jantar juntos nos cânions de Cambará do Sul, com transfer de ida e volta?).

Estalagem La Hacienda – A charmosa hospedagem rural tem chalés de pedra com sala de estar, mezanino, varanda coberta e lareira. São promovidos passeios a cavalo e caminhadas pela região. Fica a 14 km do centro de Gramado e a 7 km de Canela num recanto cercado pela natureza e com decoração rústica sem perder nada em sofisticação.

Hotel Canto Verde – Numa área de 7.000 metros quadrados, dispõe de solário, playground infantil e sala de leitura. As acomodações mais confortáveis são as “master”, com hidro, cama queen size, estacionamento privativo e uma belíssima vista do vale. Também podem ser realizadas sessões de massagem, incluindo Reiki e técnicas indianas.

Pousada Vovó Carolina – Com um dos melhores custo-benefícios de Gramado, a pousada oferece quartos bonitos, piscina térmica e um farto café da manhã. Para os politicamente corretos, uma ótima notícia: a pousada capricha nas ações sustentáveis.

Destinos românticos

Onde comer?

Casa da Velha Bruxa – Point certeiro no Centro de Gramado para um chocolate quente delicioso. Também vende crepes, waffles e sorvetes feitos com o chocolate da Prawer (hmmm, que vontade!).

Le Petit Clos – A dica é: fuja dos restaurante pega-turistas das avenidas das Hortênsias e Borges de Medeiros e prove a fondue tradicionalíssima deste restaurante tradicional da cidade, que tem 14 tipos de molhos. O ambiente é bem romântico e intimista e as cadeiras são revestidas com pelegos (lã de carneiro), super confortáveis e quentinhas.

Casa di Paolo – A pedida, aqui, é uma só: o galeto delicioso, marinado por doze horas e servido com sopa de capelete, saladas, massas caseiras, queijo à dorê e polenta frita. Com cara de cantina italiana, o serviço e o ambiente são sofisticados, ao contrário do que se possa pensar deste tipo de restaurante. Aliás, somos tão fãs da Di Paolo que indicamos também como lugar para almoçar também em Bento Gonçalves e Garibaldi! 🙂

Belle du Valais – Um pedacinho da Suíça em Canela e um clássico que é unanimidade entre quem visita a cidade e gosta de boa comida! A dois, com a família, com os amigos…o lugar cai bem para qualquer ocasião. A decoração é bem charmosa e intimista e a adega, simplesmente espetacular – se você não souber o que pedir, chame o simpaticíssimo proprietário e sommelier Fabiano Mewius. Ele adora ajudar! 🙂

Destinos românticos

O famoso galeto da Di Paolo

Canela

Localizada próxima a Gramado, turistas frequentemente visitam as duas cidades na mesma viagem. Canela se destaca pela bela paisagem serrana e pelo charme das suas ruas. São três parques de preservação natural na região: o Parque da Ferradura, que protege o cânion da Ferradura e diversas cachoeiras, o Parque do Caracol, onde se encontra a Cascata do Caracol, e o Parque Nacional de Aparados da Serra, onde fica o espetacular cânion do Itaimbezinho. As atrações naturais são acessíveis de carro e por trilhas de diferentes níveis de dificuldade. Uma excelente opção de hospedagem é a aconchegante pousada Cravo e Canela, que tem café da manhã até meio dia e chá da tarde incluídos na diária.

Onde se hospedar?

Pousada dos Anjos – Situado em um belo edifício perto da Catedral de Pedra de Canela, este hotel oferece quartos com vista para o jardim e comodidades modernas. A propriedade oferece café da manhã caseiro farto e internet e estacionamento gratuitos.

Pousada Volta ao Mundo – Essa simpática e aconchegante pousada jovem entre pinheiros tem cabanas com nomes de países. A decoração e objetos do casarão inspiram viagens. Pra deitar na rede, tomar um bom chimarrão e aproveitar a lareira em paz.

Pousada Doce Canela – Situada a poucos minutos de carro do centro de Canela, esta pousada dispõe de quartos encantadores com decoração vintage. A Doce Canela oferece um farto buffet de café-da-manhã, além de estacionamento e Wi-Fi gratuitos.

Pousada Cravo e Canela – Construída em uma antiga mansão – é integrante da associação de Roteiros de Charme. O atendimento é familiar e super bacana! Para os casais preguiçosos, o café da manhã é servido até o meio-dia. 🙂

Onde comer?

Magnólia – Inaugurado em 2014, esse lugar especial já conquistou os gaúchos. O Magnolia une gastronomia, bar e tem até um cinema! Fica em um casarão (uma residência linda dos anos 50). A decoração vintage é inspirada nos anos 50 a 70 e os drinks são deliciosos!

Cantina 28 – “O” lugar pra quem ama uma boa polenta e comida italiana em geral! Fica numa casa com mobília rústica, fogão a lenha e várias antiguidades lindas! É mais afastado, mas maravilhoso, fica num lugar agradável, no meio do verde, tem um riacho q passa perto. Enfim, um passeio que vale a pena em Canela!

Bêrga Motta – Outro restaurante que fica em meio à exuberante natureza da região, serve comida num esquema de buffet (dica: prove o escondidinho de carne, hmmm) num clima bem acolhedor. E, do lado de fora do restaurante, redes para os preguiçosos se esticarem depois do almoço! 🙂

Empório Canela – O empório vende muuuuuuita coisa legal (destaque para as cervejas artesanais), mas o bistrô é a verdadeira estrela. A chef Roberta Rech é criativa e dentre de vários risotos dali, recomendo o Risoto Primavera e o San Martin. O Filé ao Porto acompanhado de risoto de nozes é de comer ajoelhado!

Destinos românticos

Decór vintage do Magnólia

E aí? Curtiu nossas dicas? Tem mais alguma dica de hospedagem ou restaurante destas cidades? Conta pra gente aqui nos comentários!

____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_____

banners05animado01

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *