Londres, Amsterdã, Bruxelas, Bruges e Paris: o roteiro para a Europa do casal Natássia e Michel

Publicado por em 24/05/2017

Manuela Colla

Com dúvidas e falta de tempo para organizar o roteiro para a Europa, o casal gaúcho Natássia e Michel nos chamaram para organizar essa super viagem e adoraram o resultado. Vem ver como foi!

roteiro para a Europa

Roteiro para a Europa: As cidades

O roteiro preparado pelo Rogério funcionou perfeitamente para nós, ficou exatamente como a gente esperava e não mudaríamos nada!

Londres: Foi a cidade que mais gostamos (organizada, limpa, bonita, cheia de atrações – um lugar onde tudo funciona!). Se tivéssemos que escolher uma cidade para voltar seria essa, pois nos apaixonamos por ela. Os sete dias que ficamos foram suficientes, utilizamos um dos dias para fazer um passeio para fora de Londres (Windsor, Stonehenge e Bath) e achamos que valeu a pena.

Amsterdã: Os quatro dias que ficamos em Amsterdã foram suficientes para conhecer bem a cidade, inclusive foi possível fazer um passeio para os moinhos de Zaanse Schans. A cidade nos surpreendeu pela beleza dos canais, organização e simpatia do povo. O cheiro das “ervas legais” em algumas ruas causa estranheza inicialmente, mas nada que atrapalhe.

Bruges: Ficamos dois agradáveis dias em Bruges. Achamos que foi um acerto a escolha de passar pelo menos uma noite em Bruges, pois a cidade é muito bonita (a mais bonita que visitamos, na nossa opinião) e à noite fica ainda mais charmosa.

roteiro para a Europa

Bruxelas: Os dois dias que passamos em Bruxelas foram de ótimas refeições. Foi a culinária que mais nos agradou na viagem, as batatas fritas, chocolates e waffles eram maravilhosos. Porém achamos Bruxelas a cidade menos bonita que visitamos e é comum ver alguns mendigos na rua… De resto, a cidade e as atrações, embora aparentemente não muito badaladas no turismo europeu, são bem legais – gostamos bastante da praça central, mini Europa, Atomium e do Museu dos Quadrinhos.

Paris: Ficamos seis dias nessa cidade romântica e achamos que foi o tempo ideal. Os pontos negativos (não muito limpa, muitos moradores de rua e a dificuldade no idioma) não são representativos perante a tudo que a cidade oferece. A atração mais bonita que visitamos em toda a viagem está aqui (Torre Eiffel), tanto que fomos algumas vezes lá admirá-la. Possui muitas atrações e alguns bonitos parques para se fazer piqueniques (e nós fizemos).

roteiro para a Europa

Os voos

Os voos foram bons, conseguimos dormir boa parte do trajeto (uma boa escolha por termos feito voos noturnos). Voamos de LATAM e deu tudo certo, nenhum atraso, nem mudança de horários ou trocas de dias antes de sairmos.

As viagens de trem

Andamos apenas de trem e achamos a experiência ótima. Foi muito fácil chegar nas estações (mais fácil do que ir até os aeroportos), pois elas eram sempre bem mais no centro, melhores localizadas. Tínhamos uma preocupação em como seria guardar as bagagens no trem, mas foi bem tranquilo e provavelmente melhor que o avião por causa do limite de peso das malas.

Se você quiser fazer como a gente e viajar de trem pela Europa, pode comprar sua passagem antecipadamente por este serviço, indicado pelo blog.

roteiro para a Europa

As hospedagens

Achamos que isso foi que mais valeu a pena na consultoria, pois todas as localizações eram ótimas, sempre próximo a um metrô ou ponto de ônibus e também próximo da região central, possibilitando inclusive fazer algumas coisas a pé. O preço é relativamente caro, mas tinham outras opções mais caras ainda, tentamos ser econômicos, priorizando ficar sempre em hotéis. Em todos fomos bem atendidos, a única coisa ruim é que, na maioria, os quartos eram pequenos (sabíamos que seria assim).

Londres – Comfort Inn Hyde Park

Impressão Geral: Muito bom e bem localizado, porém um pouco apertado (talvez não interessante para pessoas com mais idade ou com dificuldade de locomoção).

Sobre o hotel: Ótimo atendimento. O café da manhã é bom, sem muitas opções (pães, croissant, manteiga e frios, café, sucos, bolinhos). Hotel bastante limpo.

Sobre a localização: Muito bem localizado, próximo ao Hyde Park. Possui muitas opções de comércio e alimentação a 2 quadras de distância. Está muito próximo de 2 estações de metrô, o que facilita muito a locomoção. Região bastante segura para caminhar à noite.

Sobre o quarto: Pegamos o “quarto duplo”, que é bem pequeno (não tem espaço para abrir duas malas no chão, uma tem que ser colocada na cama para poder abrir). Banheiro com bom espaço, inclusive com local para secar roupas.

Amsterdã – Max Brown Hotel Museum Square

Impressão Geral: Ótimo hotel. Muito confortável e com uma decoração bastante interessante.

Sobre o hotel: Ótimo atendimento. Decoração característica da cidade. O café da manhã é muito bom, mas não é muito variado. Hotel bastante limpo.

Sobre a localização: Muito bem localizado, próximo aos principais museus e ao monumento “I amsterdam”. Está muito próximo de uma estação de tram, o que facilita muito a locomoção para os principais pontos turísticos. Não tem muito comércio próximo, é um quarteirão mais residencial, sendo necessário caminhar algumas quadras para ir ao mercado.

Sobre o quarto: Pegamos o quarto mais simples e achamos ótimo. Espaço bom, bem limpo, cama muito confortável e decoração legal.

roteiro para a Europa

Bruges – Ibis Brugge

Impressão Geral: Padrão Íbis. Hotel bom, bom atendimento.

Sobre o hotel: Café pago à parte (não utilizamos). Computador na recepção (bom para organizar fotos da câmera, fazer backup, etc..).

Sobre a localização: Bruges é uma cidade pequena, então a localização do hotel não interfere muito, pois se faz tudo a pé. Para chegar à praça central é preciso caminhar algumas quadras, cerca de cinco a dez minutos.

Sobre o quarto: Pegamos o quarto mais simples. É bom, bastante espaço e limpo.

Bruxelas – Ibis Brussels St Catherine

Impressão Geral: Padrão íbis. Hotel bom, bom atendimento.

Sobre o hotel: Café da manhã pago à parte (não utilizamos) e também tinha omputador na recepção.

Sobre a localização: Localização boa, fica a algumas quadras da praça principal. Estações de metrô a poucas quadras. Bem ao lado de uma praça com várias opções de alimentação. Mercado próximo.

Sobre o quarto: Pegamos o quarto mais simples e achamos bom, com espaço razoável e limpo.

Paris – Hôtel Design de la Sorbonne

Impressão Geral: Muito bom, ótimo atendimento, quarto bastante pequeno.

Sobre o hotel: Ótimo atendimento. Café da manhã pago a parte (não utilizamos). Possuem uma sala para bagagens, bastante útil no nosso caso, que fizemos checkout ao meio-dia, aproveitamos a tarde em Paris e fomos para o aeroporto no final da tarde.

Sobre a localização: Muito bem localizado, próximo aos Jardins de Luxemburgo. Possui muitas opções de comércio e alimentação próximas, inclusive mercados. Fica bem próximo de estações de metrô, o que facilita muito a locomoção. Região bastante segura para caminhar à noite.

Sobre o quarto: Pegamos o quarto mais simples, que é bem pequeno (o banheiro é bastante apertado). Cama confortável e o quarto é bem limpo.

roteiro para a Europa

Como chegamos aos hotéis

Em Bruges fomos a pé da estação até o hotel e nas outras cidades utilizamos sempre o transporte público.

Transporte

Em Londres utilizamos o Travelcard para sete dias, pois ele nos dava direito a andar em todos os transportes da cidade e também a participar da promoção 2for1 (aquela em que tu apresenta um voucher no momento da compra do ingresso da atração, paga apenas um e ganha outro para um acompanhante) – esse aqui valeu muito a pena por causa dos descontos nos ingressos.

Em Amsterdã compramos um passe que dava direito a andar nos bondes durante 96h, foi ótimo.

Em Bruges andamos a pé e em Bruxelas compramos tickets avulsos (achamos meio confuso a questão do transporte lá, mas deu certo no fim).

Em Paris compramos o cartão Navigo para uma semana e também deu super certo, pois com ele, além de termos direito a andar no metrô e nos ônibus, pudemos ir também até o Stade de France, Versailhes e o Aeroporto CDG.

roteiro para a Europa

Ingressos antecipados

Compramos vários ingressos antecipados! O que mais valeu a pena foi a Casa da Anne Frank, pois quem não tinha ingresso antecipado só podia ir depois das 15h e tinha que enfrentar um fila imensa! Achamos que na época que fomos (e pelas filas que vimos) talvez não houvesse necessidade de comprar tantos antecipados, dessa forma os horários dos passeios teriam ficado mais flexíveis.

Ingressos de atrações turísticas podem ser comprados diretamente no site de cada atração ou então todos em um único lugar e uma única compra.

Seguro de viagem obrigatório

Não precisamos usar o seguro obrigatório de viagem (graças a Deus!), mas fomos com o seguro do cartão de crédito Mastercard Platinum, pois havíamos comprado as passagens nele.

Se você está pensando em viajar pra conhecer a Europa, confira este post sobre o seguro viagem, sua obrigatoriedade e dicas.

Os procedimentos de imigração

A imigração foi feita em Londres e foi muito tranquila, nos fizeram perguntas básicas como: “O que vocês estão fazendo aqui?”, “Para onde mais vão?”, “Quantos dias?”, “Profissões de cada um no Brasil?”…  Basicamente as perguntas que estavam no cartão que nos dão para preencher no avião.

O clima durante a viagem

Durante nosso roteiro para a Europa, pegamos sempre o clima levemente frio (nada diferente do inverno gaúcho ao qual estamos acostumados). Tivemos também vários dias ensolarados, alguns dias nublados e um dia com uma leve – e chata – garoa em Amsterdã. Mas foi um só dia, ainda bem! 🙂

roteiro para a Europa

Internet e telefonia

Não compramos nenhum chip. Deixamos os celulares no modo avião a viagem inteira, utilizando apenas a Wi-Fi dos hotéis e dos lugares públicos onde passeamos.

Avaliação da consultoria

Recomendaria a consultoria para qualquer tipo de viajante! O planejamento da viagem é uma coisa extensa e a consultoria é bastante útil principalmente para quem não tem tempo/coragem de encarar isso sozinho. Gostaria de elogiar a disponibilidade do Rogério, pois sempre foi rápido e gentil em responder nossas dúvidas sobre o roteiro para a Europa!

No final, o saldo foi positivo com certeza – esta foi nossa primeira viagem e voltamos com muita vontade de fazer outra. Curtimos muito tudo, amamos cada lugar que conhecemos e dá até vontade de voltar de novo e fazer tudo mais uma vez. Já estamos pensando qual será o próximo destino! 🙂

Natássia e Michel
Porto Alegre/RS
Data da viagem: Março/2017

___

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

banners05animado01

Tags

1 Comentário

  1. Bom dia, Qaunto mais ou menos foi todo o gasto? E as passagens? Estou afim de ir para amasterdam mas sem noção de valor ainda, sou mochileiro e não necessito de nada chique, apenas o necessário.

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *