Passeio pelas vinícolas argentinas de Mendoza – Dia 1

Publicado por em 01/06/2017

Rogério Milani

Mendoza é uma cidade localizada no oeste da Argentina, aos pés da Cordilheira dos Andes, que vem atraindo cada vez mais a atenção dos brasileiros. Veja nesse post o que fizemos por lá no nosso primeiro dia de viagem e confira boas dicas de passeio pelas vinícolas argentinas!

Passeio pelas vinícolas argentinas
Passeio pelas vinícolas argentinas de Mendoza – Dia 1

Com 1.200 vinícolas – caseiras ou pertencentes a multinacionais –, e cenário da montanha mais alta do continente, Mendoza reúne em um mesmo destino vinho e neve, dois dos assuntos prediletos dos brasileiros que buscam a Argentina para curtir as férias.  Além das bodegas, a cidade ainda oferece muitos outros atrativos, como hotéis luxuosos, boa gastronomia, paisagens incríveis, esportes radicais , estações de esqui, monumentos históricos e eventos típicos da cultura local.

Autointitulada Terra do Sol e do Bom Vinho, a região é o centro viticultor mais importante da América do Sul. Muitas de suas charmosas bodegas recebem visitantes em instalações no Valle Central – setor que compreende os municípios de Godoy Cruz, Guaymallén, Maipú e Luján de Cuyo –, incluindo degustações. Graças à combinação de clima seco e excelente qualidade do solo é que castas de uvas como Malbec, Cabernet Sauvignon, Tempranillo e Chardonnay tornaram os produtos locais tão apreciados mundo afora.

Viajei pra lá com minha esposa Letícia e o casal de amigos César e Fernanda para desbravar a região, beber vinho, comer bem e curtir todo o charme da região! Pegamos um dia só de sol (acho que demos azar mesmo, dizem que é raríssimo fechar o tempo por lá), mas aproveitamos muito mesmo assim!

Passeio pelas vinícolas argentinas

Transporte

Como nosso plano inicial era visitar as vinícolas e aproveitar bastante as degustações, decidimos por contratar um serviço de transfer. Há quem prefira alugar carro – para quem quiser fazer isso, indicamos a RentCars e Rental Cars, duas empresas super confiáveis e com boas taxas.

Nós contratarmos os serviços do Leonardo Harth da Traslados Mendoza e indicamos muito o serviço. Super atenciosos, pontuais, preço bom e uma ótima indicação da Simone, parceira do blog pela Lear Travel! Lá nas vinícolas, não vimos ninguém de carro, todo mundo de transfer – as vinícolas não são bem sinalizadas e até nosso motora se perdeu – e olha que o cara era experiente! O Luciano, nosso motorista, nos buscou no hotel e os passeios com a empresa são personalizados, exclusivos e sem aquela agonia de grupos, ficar esperando pessoas no hotel, atrasos. A empresa ainda tem uma frota de 11 carros e quatro vans com adega (as únicas da Argentina). Adoramos o serviço deles!

Contatos:
Traslados Mendoza  
Telefone: +54 9 261 3416397 (também WhatsApp)
E-mail: leoharth@hotmail.it e traslados.mendoza@yahoo.com
Facebook

Instagram

Nós tínhamos uma visita agendada na bodega Diamandes e estávamos super empolgados. Ao chegar lá, um balde de água fria: a nossa visitação havia sido cancelada porque a pessoa que ia nos receber teve um problema de saúde. Ao serem questionados do porquê não terem nos avisado antes, ficamos sabendo que enviaram um e-mail para o César na noite anterior, às 23h30… Aí é complicado, né? Sem esconder nosso desapontamento com o cancelamento repentino e em cima da hora, decidimos visitar outra vinícola que faz parte do Clos de Los Siete junto com a Diamades: a Monteviejo. O Clos de Los Siete é uma iniciativa do enólogo Michel Rolland que reúne sete vinícolas próximas – todas muito modernas e com ótima reputação no mundo do vinho.

Monteviejo

Tivemos ali uma agradável surpresa em Mendoza! Fomos super bem recebidos pelo Luis, que nos falou da história da vinícola e, principalmente, conduziu uma degustação espetacular com ótimos vinhos, talvez os melhores que provamos em Mendoza!

Catherine Péré-Vergé, dona da Monteviejo, começou sua história na viticultura quando tinha apenas 19 anos e morava ainda na França, quando adquiriu a propriedade Château Montviel na região de Pomerol. Amiga de Michel Rolland, começou a se interessar pela América do Sul e logo adquiriu as terras onde fica a Monteviejo. Catherine ficou tão empolgada com a vinícola que foi a primeira a construir na Clos de Los Siete! A vinícola começou a ser construída em 2001 e fez sua primeira colheita em 2002 – ali, se planta Malbec, Merlot, Cabernet Sauvignon, Syrah e Chardonnay.

Passeio pelas vinícolas argentinas

Ah, e também nos falaram do famoso festival Monteviejo Wine Rock, cuja sétima edição aconteceu em abril deste ano, com rock n’roll de muita qualidade. Quem sabe pintamos em Mendoza ano que vem para curtir o festival?

Vá lá:
Bodega Monteviejo  
Endereço: s/n, Clodomiro Silva, M5665BPA Vista Flores, Mendoza, Argentina
Telefone: +54 9 261 532-8126
Horário de funcionamento: Aberta todos os dias, das 10h às 18h
Site

O.Fournier

Fundada em 2000, a O.Fournier é uma bodega contemporânea do Valle de Uco simplesmente espetacular! Fomos muito bem recebidos, paisagem divina, comida harmonizada com os vinhos… Perfeito! A vista do restaurante é incrível e a arquitetura do local é moderna. É realmente um lugar bem diferente e com certeza marcante. Fora a vista que você tem para as cordilheiras que é um espetáculo.

Nosso almoço por lá foi espetacular, comida saborosíssima e destaque para a entrada de beterraba, Maiz en Textura e o prato principal, Fetas de Cerdo – confira os dois pratos nas fotos abaixo. 🙂

Passeio pelas vinícolas argentinas

Há exposição de obras de arte na cava e percebe-se que a vinícola pensou nos detalhes para receber os turistas. Futuramente contará com hotel e tem lotes a venda para quem quiser ter seu próprio vinhedo. Vale a pena incluir no seu roteiro!

Vá lá:
O.Fournier  
Endereço: Calle Los Indios s/n, 5567 Valle de Uco, Mendoza, Argentina
Horário: Aberta todos os dias, das 10h30min até as 18h
Telefone: +54 9 261 467-1021
Site

Onde nos hospedamos em Mendoza

Quer fazer de Mendoza uma viagem inesquecível? Fique hospedado no The Vines Resort & Spa​! O resort fica a cerca de 120km de Mendoza, no meio da natureza e com instalações absolutamente modernas, confortáveis e lindas. Eu sabia que a experiência de se hospedar lá seria bacana, mas o The Vines conseguiu me surpreender ainda mais! Ali, quem quiser, pode até comprar um pedaço de terra e cultivar suas uvas para fazer seu próprio vinho – a ideia “pegou” tanto que, hoje, reúne 180 produtores!

O projeto arquitetônico do local é espetacular  e a diária fica em torno de U$ 600 para duas pessoas – é um resort de alto padrão que oferece um serviço impecável do início do fim e tudo é tão perfeito que nem dava vontade de sair de lá, confesso. Curtimos muito cada cantinho – uma pena que, neste primeiro dia, o sol não apareceu então não conseguíamos ver a Cordilheira em todo seu esplendor.

Passeio pelas vinícolas argentinas

Além de todo o charme e conforto das suas casas, você poderá curtir a piscina, o spa, andar de bike e beber ótimos vinhos curtindo o visual para a Cordilheira dos Andes! Nota-se que a estrutura do local foi cuidadosamente pensada para oferecer o que há de melhor em hospedagem em Mendoza e vale a pena passar uma noite hospedado ali – ou muitas, se você tiver condições pra isso, claro! 🙂

Passeio pelas vinícolas argentinas

Siete Fuegos*

O internacionalmente aclamado chef Francis Mallmann cria pratos de inspiração regional, exibindo as famosas carnes argentinas, num restaurante que fica dentro do The Vines num ambiente superbacana! O nome Siete Fuegos, ou “sete fogos”, descreve as aperfeiçoadas técnicas culinárias de Francis Mallmann sobre chama aberta, inspiradas pelos gaúchos argentinos e imigrantes europeus, refinadas por centenas de anos de história. O menu evolui por estações, em harmonia com os ingredientes locais e naturais, incorporando a famosa carne argentina, peixe e saladas.

Entradinhas de pães deliciosos e depois burrata com peras! De prato principal pedi ojo de bife, que estava muito bom. A Letícia ousou e pediu a entranha – disse que a carne estava muito macia e o prato era saboroso! Aliás, achamos os pratos bem servidos. A Carta de vinhos, excelente, atende todos os gostos – nós bebemos o ótimo Recuerdos, produzido aí mesmo na The Vines..

Passeio pelas vinícolas argentinas
O Siete Fuegos foi uma experiência de aromas e sabores, dos alimentos com vários tempos de preparo ao fogo e junto à natureza, vinhedos e cordilheira dos Andes – não dá pra perder na sua viagem à Mendoza!

Vá lá:
Siete Fuegos  
The Vines Resort & Spa
Ruta Provincial 94, km 11
Tunuyán, Valle de Uco, Mendoza
Telefone: +54 261 461 3910
E-mail: 7fuegos@vinesresortandspa.com
Horários: almoço das 12h30min até as 16h e jantar das 20h30min a 23h

*Nosso jantar no Siete Fuegos foi à convite do The Vines.

Voltamos ao The Vines para curtir a lareira e descansar para o dia de amanhã, que promete mais passeios e outras vinícolas e restaurantes incríveis pra indicar pra vocês. Até lá! 🙂

____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_____

banners05animado01

Tags

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dicas para viajar para Mendoza - […] Dia 1 – passeio pelas bodegas Monteviejo, O.Fournier, dicas de hospedagem e transporte entre as vinícolas e…. […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *