Dicas de Belém – nossos últimos dias de viagem na capital do Pará

Atualizado por em 14/09/2017

Rogério Milani

No nosso quarto post da viagem para o Pará, confira ótimas dicas de Belém – passeios, onde comer e muito mais!

Dicas de Belém

Dicas de Belém

Já contei como foi nosso primeiro dia na capital do Pará, nosso passeio pela Ilha de Marajó e, agora, chegou a hora de dar mais algumas dicas de Belém para vocês!

Voltamos do nosso segundo dia em Marajó de Catamarã e chegamos à capital por volta das 16h40min. Queríamos aproveitar nossos últimos dois dias em Belém para passear e ter ótimas experiências gastronômicas regionais – e foi exatamente isso que fizemos!

Rumamos para o entorno da Casa das Onze Janelas, para curtir um pouco o visual do final da tarde na cidade e o alto astral do local. Caminhando em direção ao Forte, conhecemos o hippie Rafael que, apesar da carinha de criança, tem 20 anos! Ele nos contou um pouco da sua história de vida, de como viajou bastante com sua mãe para vender sua arte, e nos ofereceu uma florzinha que fez. Eu gostei muito da abordagem dele, que não nos pediu dinheiro para a flor… Oferecemos pra ele que, prontamente, respondeu: “Se o dinheiro não vai fazer falta pra vocês, eu aceito!”. Bacana, né?

Dicas de Belém

Bar Meu Garoto

Nossa primeira parada foi o bar Meu Garoto, onde foi criada a famosa cachaça de jambu. O jambu, para quem não conhece, é uma erva típica da região Norte do Brasil que, ao ser ingerida, pode causar uma leve dormência na boca.  O “alquimista” Leo Porto é o criador da bebida e dono deste pequeno empório próximo a famosa Praça da República. Lá é possível encontrar diversos tipos de cachaça, inclusive algumas boas cachaças mineiras e, claro, a sua famosa cachaça de Jambu.

Aliás, a bebida se tornou um bom presente para os amigos apreciadores da bebida, nós trouxemos pra casa! O bar é um lugar boêmio e tradicional, para jogar conversa fora regado a uma boa cerveja, pinga e petiscos. Na loja adoramos a parede que tem diversos gênios criadores e suas criações – finalizando, claro, com o criador da cachaça de jambu! Se você vai à Belém, não pode deixar de ir nesse boteco incrível e também. conferir a lojinha, que ficam bem pertinho!

Vá lá: Bar Meu Garoto. Endereço: R. Sen. Manoel Barata, 928 – Campina, Belém – PA. Horários: das 9h da manhã até as 24h. Fecha aos sábados e domingos. Telefone: (91) 3222-9985

Dicas de Belém

Santa Chicória

Decidimos jantar no restaurante Santa Chicória, mais uma super dica da Dani, do blog Feriado Pessoal. Um restaurante que une sofisticação e o gostinho do Pará! O local é pequeno e aconchegante e musica ambiente de bom gosto! O casal de chefs Paulo Anijar e Ilca Carmo comandam a cozinha e são os proprietários do local – e isso faz toda a diferença!

Pedimos o prato mais famoso do local, o Nosso Santo Jambu, composto pela fantástica combinação de filhote grelhado, acompanhado de arroz com pesto de jambu e farofa com manteiga de urucum e castanha e coulis de taperebá! Simplesmente sensacional! De sobremesa, pedimos um sorvete artesanal produzido ali, sem emulsificante e estabilizantes, com uma textura incrivelmente cremosa, na medida certa de açúcar, absurdamente deliciosos! O sabor que escolhemos? Castanha do pará com brulèe de bacuri.

O restaurante ainda tem um diferencial, só usa ingredientes naturais e prioriza os alimentos orgânicos. O resultado disso são pratos com sabor diferenciado, deliciosos e bem elaborados. E ainda tem opção vegetariana no cardápio!

Vá lá: Santa Chicória. Endereço: R. Diogo Móia, 1046 – Umarizal, Belém – PA. Horários: das 19h às 23h e, aos domingos, do 12h30min às 15h. Fecha às segundas-feiras. Telefone: (91) 3347-9899. Facebook

Dicas de Belém

Balcão do Remanso

Depois do super jantar no Santa Chicória, demos uma passadinha no Balcão do Remanso, o espaço que serve drinks no Remanso no Bosque, além de uma música ambiente super bacana e que vai intensificando à medida que vai ficando mais tarde. Ali, para beber, você encontra drinques com jambu, cupuaçu, licor de castanha e petiscos únicos, como bao de açaí com peixe empanado na farinha d’água, bruschettas de beiju com queijo do Marajó, guioza de carne com jambu, tucupi e melaço, pork buns de tapioca… O Balcão do Remanso foi criado pelos irmãos Thiago e Felipe Castanho e nasceu da vontade tornar o restaurante um lugar mais informal, mais leve.

O bar tem ambiente descontraído e comida criativa, que mistura influências (especialmente da cozinha asiática) e faz bom uso de ingredientes regionais em receitas tentadoras. E é a maior prova de que os irmãos Castanho são empreendedores: o bar fica numa parte do restaurante que eles consideravam mal aproveitada e pouco movimentada e, agora, é um sucesso absoluto!

Vá lá: Balcão do Remanso. Endereço: Tv. Perebebuí, 2350 – Pedreira, Belém – PA. Horários: das 11h30 até as 15h e à noite, das 19h às 23h. Fecha às segundas-feiras. Telefone: (91) 3347-2829. Site | Facebook | Instagram

Dicas de Belém

Voltamos ao hotel para descansar e, no dia seguinte, começamos o dia com um passeio super aguardado!

Mangal das Garças

Localizado às margens da Baia do Guajará, o parque Mangal das Garças é um excelente espaço para quem gosta de contato com a natureza e ali encontram-se alguns belíssimos exemplares da fauna e flora amazônica. O mais interessante é que ele fica numa área que, antes de sua existência, era super mal-aproveitada em Belém e, agora, é visita obrigatória para quem visita a cidade – e também é bastante frequentado pelos locais.

O dia estava super quente e aproveitamos para ficar perto da natureza e caminhar. Dizem que a vista a partir da torre é belíssima, mas ele estava em obras durante nossa visita, assim como o orquidário, então não conseguimos ver. Aliás, se você quiser ver alguma das atrações extras do parque (cada uma custa R$ 5), compre seus tickets na entrada para não ter que voltar caminhando até lá depois! Não havíamos comprado os ingressos e, por isso, deixamos de ir ao Museu, acabamos indo apenas ao Borboletário, um lugar belíssimo e de muita paz!

Na parte mais alta do deque que há no parque o visual é incrível! E lá também há um restaurante bem bacana, o Manjar das Garças, super bem falado na cidade. Nós só não almoçamos lá porque a proposta lá é buffet e queríamos mais petiscos e pratos prontos. De forma geral, o Mangal das Garças vale muito a pena para quem curte sossego, fauna, flora e belas paisagens!

Vá lá: Mangal das Garças. Endereço: R. Carneiro da Rocha, s/n – Cidade Velha, Belém – PA, 66020-160. Horários: das 9h às 18h. O parque fecha nas segundas-feiras. Telefone: (91) 3242-5052. Site 

Dicas de Belém

Remanso do Bosque

Na hora do almoço, queríamos ter ido conhecer o restaurante de culinária amazônica Sabor Selvagem, que abre somente mediante reserva e recebe somente 16 pessoas que se acomodam na casa do chef Ofir Oliveira. Infelizmente, ninguém atendeu nosso telefonema e não titubeamos em voltar ao fantástico Remanso do Bosque.

Pedimos drinks e entradinhas para, mais uma vez, provar pratos locais com o toque contemporâneo do restaurante e estava tudo fantástico. O destaque é para e versão de guioza deles, com alma paraense: a massa é de jambu, o caldo de tucupi, melaço e shoyu. Nós também amamos a sobremesa Jardineira – um delicioso mousse de chocolate do Combu com cupuaçu! Se você, como a gente, não sabia o que era o chocolate do Combu, aqui vai uma breve explicação: totalmente orgânico, é produzido por uma família de mulheres que vive na Ilha do Combu de forma totalmente artesanal. É uma delícia, tem que provar!

Vá lá: Remanso do Bosque. Endereço: Tv. Perebebuí, 2350 – Pedreira, Belém – PA. Horários: das 11h30 até as 15h e à noite, das 19h às 23h. Fecha às segundas-feiras. Telefone: (91) 3347-2829. Site | Facebook | Instagram

Dicas de Belém

Estação das Docas

Só o belo visual da orla do antigo porto de Belém já valeria o passeio. Mas os três armazéns de ferro com estrutura inglesa, transformados em centro de entretenimento, ajudam a tornar ainda mais indispensável a visita ao complexo que reúne teatro, centro de exposições, artesanato, sorveterias e restaurantes.

A loja Ná Figueredo tem CD’s e DVD’s regionais. Para almoçar, há o tradiconal Lá em Casa, e depois tome um sorvete de sobremesa na famosa Cairu. Se tiver tempo, fique como a gente, bem tranquilo para curtir o pôr do sol à beira do rio, um dos mais bonitos da cidade. Voltamos ali para curtir um fim de tarde tranquilo de novo, tomar mais uma Amazon Beer e curtir o vaivém da galera – uma mescla de turistas e locais que tiravam muitas fotos da belíssima vista. Havia até um passeio de barco saindo e cogitamos ir mas, vendo a fila, desanimamos e resolvemos ficar pela Estação das Docas mesmo.

Dicas de Belém

À noite, não perca a happy-hour da cervejaria Amazon Beer, quando há shows de MPB no palco deslizante – um antigo transportador de cargas adaptado. Nós acabamos assistindo um show de forró muito legal que estava acontecendo nas docas, mesmo. E, de quebra, ainda provamos o famoso tacacá (um caldo quente de camarão, jambu e goma), um dos pratos mais tradicionais do Pará. E sua fama tem um motivo: é muuuuuito bom, saboroso mesmo! Tem que provar! De sobremesa, tomamos um sorvete da Cairu (mas ainda preferimos o da dona Cenilda, que fica em Marajó). Mas claro que viajar pra Belém e não tomar um sorvete da nacionalmente famosa Cairu seria inadmissível! 🙂

Vá lá: Estação das Docas. Endereço: Av. Boulevard Castilhos, Belém, PA. Horário de funcionamento: Todos os dias, das 9h às 23h. Telefone: (91)98761-1140

Dicas de Belém

Depois de tanto passear, tomamos nosso rumo pro aeroporto (fomos de Uber num trajeto super tranquilo)… E ficamos com aquele ‘gostinho de quero mais’ de Belém e Marajó! Quero voltar!

Confira os outros posts dessa viagem:

____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal SegurosMondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

2 Comentários

  1. Arrasouuuu. Perfeito Rogério, vc captou tudoooo. Dicas maravilhosas, tem umas que ainda não conheço.

    Comente
    • Rogerio Milani

      Legal Nair! 😀

      E quais seriam tuas dicas imperdíveis para Belém e Marajó?

      Abração!

      Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *