Tudo sobre Florença: o que fazer, transporte, alimentação, hospedagem e muito mais dicas

Atualizado por em 26/03/2018

Rogério Milani

“La porti un bacione a Firenze, che l’è la mia città, che in cuore ho sempre qui. La porti un bacione a Firenze, lavoro solo per rivederla un dì. Son figlia d’emigrante, per questo son distante, lavoro perché un giorno a casa tornerò”…

Que cidade, minha gente! Embalados ao som desta famosa canção de Narciso Parigi regravada por tantos artistas (em tradução livre, “leve um beijão para Florença, que é a minha cidade e que tem meu coração”), começamos este Tudo Sobre Florença! Um post com todas as dicas para você sobre a belíssima e artística capital da Toscana, berço do Renascimento e do Davi de Michelangelo. Delicie-se comendo um delicioso gelato enquanto cruza o rio Arno através da Ponte Vecchia! Caminhe pelas ruas, veja por todas as partes as criações dos mais famosos artistas do Renascimento. Sinta a atmosfera da cidade através destas palavras que levarão a sua imaginação até os museus, palácios e igrejas da cidade que possuem alguns dos maiores tesouros artísticos do mundo. Goditi la lettura!

Tudo sobre Florença

Antes de visitar: conhecendo Florença

A cidade italiana de Florença é uma das cidades mais artísticas da Europa. Os grandes afrescos de Botticelli, Leonardo da Vinci, Giotto e Caravaggio entre tantos outros mestres do Renascimento, juntamente com as esculturas belíssimas (entre elas, o Davi de Michelangelo) tornam essa cidade única no mundo. Mas Florença é mais do que isso. Esta cidade, governada muitos anos pela nobre família Médici, localizada no coração da Toscana, é cortada pelo rio Arno e tem uma população inferior a meio milhão de habitantes, e tem muito, mas muito mais do que arte para oferecer aos seus visitantes.

Florença também é considerada um marco da literatura universal – é a cidade natal de Dante Alighieri e também possui lindas paisagens dominadas pelo Basílica di Santa Maria del Fiore, de origem etrusca, e diversos museus que mostram a história das grandes batalhas medievais. Florença é uma cidade viva, repleta de restaurantes vibrantes e uma cena noturna movida pela juventude. Estivemos lá no último ano – confira aqui o que fizemos em Florença, abra um bom vinho e vamos começar a leitura!

Como ir do aeroporto Firenze Peretola (Amerigo Vespucci) até o seu hotel: chegando em Florença e se locomovendo pela cidade

Florença tem somente um aeroporto. Localizado a quatro quilômetros do centro de Florença, o aeroporto “Amerigo Vespucci” ocupa uma área de aproximadamente 115 hectares entre Castello e a Planície de Sesto Fiorentino. Localizado a noroeste de Florença, fica na saída “Firenze Nord” da autoestrada e perto da área industrial de Florença, nas redondezas de Prato.

Do centro até o aeroporto

Ônibus – Leva cerca de 20 minutos para chegar ao aeroporto com os ônibus públicos da Sita / ATAF com o Vola in Bus, veja aqui. As partidas são da estação de SMN (Santa Maria Novella) a cada meia hora entre 5h da manhã e 20h (e das 8h até as 12h30min com saídas de hora em hora). Preço: €6 por 1 trecho, €10 ida e volta.

Táxi – A melhor maneira é você reservar com antecedência contratando companhias particulares como a Get Transfer. Preço: depende mas, normalmente, é €20 + €1 por mala.

Do aeroporto até o centro

Ônibus – Leva cerca de 20 minutos para chegar ao centro com os ônibus públicos da Sita / ATAF que são chamados de ”Vola in Bus“ entre o aeroporto e a estação ferroviária SMN (Santa Maria Novella). As partidas são a cada meia hora (entre 5h30min da manhã e as 20h30min). Depois disso, das 20h30min até 23h45min, eles saem de hora em hora. Preço: €6 por 1 trecho, €10 ida e volta.

Táxi – A melhor maneira é você reservar com antecedência contratando outras companhias como a que indicamos (Get Transfer). Preço: depende mas, normalmente, é €20 + €1 por mala.

Tudo sobre Florença

Como chegar e se locomover em Florença: dicas de transporte

O transporte público em Florença é dominado pela rede de ônibus, mas existem também os serviços de bonde (tram) e trens, que levam para as estações nos subúrbios de Florença. Como a cidade não é muito grande e a maioria das atrações estão localizadas no centro histórico da cidade, a nossa recomendação para o visitante é, como sempre, caminhar, caminhar e caminhar.

1) Ônibus – A rede ATAF é a responsável pela maioria dos ônibus da cidade. O valor do ticket simples válido por 90 minutos é de €1,20 (ou seja, você pode andar em quantos ônibus quiser durante 90 minutos). Aqui você pode ver uma lista completa de preços e maiores informações.

** Compre seus bilhetes nos postos espalhados pela cidade em tabacarias ou pequenas lojas espalhadas por Florença. Você verá um sinal com a palavra ATAF para identificar. Lembre-se que é mais barato comprar antecipadamente pois, no ônibus, você irá pagar mais caro. Além disso, é preciso validar o ticket dentro do ônibus-tram.

2) Trams – Os bondes são modernos e passeiam pelo centro da cidade, mas não percorrem grandes distâncias (se você está cansado, com frio-calor, ou cheio de sacolas, qualquer transporte vale a pena! hehe). Confira abaixo as linhas do Tram:

3) Trens – Os trens são a forma mais rápida de chegar até as cidades vizinhas a Florença ou até algumas cidades da Europa. A principal estação de trem é a Santa Maria Novella, um excelente exemplo do modernismo italiano da década de 1930. Esta é uma das estações mais movimentadas da Itália com 160 mil pessoas passando por ela todos os dias! Existem ainda as estações Firenze Campo di Marte, mais usada por quem vai assistir a partidas de futebol, a Firenze Statuto, localizada perto da Fortezza da Basso e a Firenze Rifredi, pequena estação localizada a cerca de dez quilômetros do centro de Florença.

4) Táxis – São uma opção, mas não muito utilizados devido ao preço elevado.

5) A pé – Sempre. A melhor forma de conhecer qualquer destino de viagem!

Para conhecer os arredores de Florença: bate-volta para Pisa, San Gimignano e Siena.

Você deve ser mais uma daquelas pessoas que sonha acordado só de imaginar em conhecer Florença, certo? Aquelas paisagens de filme, com os verdes campos de oliveiras, as casas no meio das montanhas… Isso para não falar naquelas mini cidades medievais rodeadas de muros, escadarias e muita história! Então, se está por Florença e tem um pouquinho mais de tempo, que tal fazer um passeio de ida e volta por uma cidade incrível diferente? Estamos indicando três, aqui nós contamos um pouquinho sobre cada uma delas e como chegar.

1) A jovem Pisa

Tudo sobre Florença

Quem nunca viu alguém postando a famosa foto com a mão inclinada “segurando” a Torre de Pisa? Ou ao menos alguém tentando segurar a Torre de Pisa? Mas não é somente da Torre (um dos monumentos italianos mais importantes do mundo) que é feita a cidade universitária de Pisa. Cortada pelo rio Arno, esta cidade vibrante e repleta de estudantes de diversas instituições educacionais, possui muitos museus e palácios, assim como edifícios românicos bem conservados e igrejas góticas.

Mas sabemos, imperdível é mesmo a célebre Piazza del Duomo, mais conhecida como Piazza dei Miracoli, onde está localizada a Torre. Esta praça é composta pela Catedral (Duomo di Pisa), o Batistério (Battistero di San Giovanni), o Cemitério (Campo Santo) e a Torre de Pisa (Campanile), que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1987 (e você saberá o por que quando estiver lá), que dispensa comentários!

Como chegar – De trem partindo da estação Santa Maria Novella até Pisa Centrale (o primeiro trem sai de Florença às 00h45min e o último trem parte às 23h13min). Você pode achar mais informações sobre isso aqui.

Tempo de viagem – De 45min a 1h10min de trem até a estação Pisa Centrale, depende da companhia (algumas delas são a Autostradale, Baltour, Eurolines-France, Flixbus e Trenitalia).

Preço – De €9 a €16 por trecho.

2) A mágica San Gimignano

Tudo sobre Florença

Uma verdadeira cidade amuralhada medieval que mais parece cenário de filme, localizada em uma típica colina de 334 metros acima do nível do mar na Toscana. De acordo com a lenda, em 63 a.C, dois irmãos fugiram de Roma e construíram dois castelos – o Castelo de Mucchio e o Castelo de SIlvia, que se desenvolveria na hoje, San Gimignano.

Hoje, 13 torres permanecem em pé (no passado eram 72 torres do século XIV). Durante a Idade Média, funcionava como um centro de comércio e peregrinos que viajam para ou de Roma na Via Francigena. Para nosso conhecimento, nos tempos medievais, a torre era o símbolo superior do poder, principalmente porque o processo de construção não era simples nem barato. O seu centro histórico é Patrimônio Mundial declarado pela UNESCO e é certamente uma viagem inesquecível no seu passeio para a Toscana.

Como chegar – De trem partindo da estação Santa Maria Novella até Poggibonsi-San Gimignano. Você pode achar mais informações sobre isso aqui.

Tempo de viagem – De 1h até 1h30 de trem até a estação de Poggibonsi-San Gimignano, depende da companhia (Autostradale, Baltour, Euroline-France, Flixbus e Trenitalia).

Preço – De €8 a €10 por trecho.

3) A charmosa Siena, a cidade do Palio

Tudo sobre Florença

Quem já ouviu falar da famosa corrida de cavalos, o “Palio” de Siena? O encanto de Siena começa já na chegada… Você sabia que escadas rolantes te levam até o centro histórico cidade? Siena é um dos lugares mais charmosos da Itália para se visitar e pode ser percorrida a pé sem qualquer desconforto. A cidade foi fundada pelos etruscos e tem uma história interessante: Siena foi governada pela igreja, pela nobreza e pelo povo e tinha sua própria constituição escrita já em 1179.

A Piazza del Campo é de tirar o fôlego e consiste em uma coleção fascinante de edifícios da época em um enorme espaço considerado como um dos mais bonitos do mundo. Antigamente, esse local era o grande centro de atividade social e, até hoje, possui um mercado. Ali também é onde ocorre o famoso Palio. Dica: não deixe de visitar ainda o Duomo de Siena, é simplesmente espetacular!

Como chegar – a opção mais aconselhável é ir com o ônibus da empresa TiemmeSpa.

Tempo de viagem – A duração do percurso é de 1h15min partindo de Firenze Autostazione (Via Luigi Alamanni, ao lado da estação de Santa) e chegando em Siena.

Preço – Por volta de €8 por trecho.

Seguro viagem obrigatório na Europa

Ficou com vontade de conhecer Florença? Se você viajar pra lá, precisa obrigatoriamente contratar o serviço de seguro viagem! Se você nunca ouviu falar sobre isso e quer saber mais, leia este post sobre o seguro viagem e todas as dicas para contratar este serviço.

Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal SegurosMondial Assistance ou World Nomads.

Tudo sobre Florença

Onde ficar em Florença: dicas de acomodação

Indicamos sempre opções para todos os gostos – e bolsos – nos nossos posts de “Tudo Sobre”. Se você quiser, também pode dar uma conferida nas dicas de hospedagem dos nossos roteiros personalizados, testadas e avaliadas pelos clientes do blog.

Opção econômica

Academy Hostel – Esse ótimo hostel fica bem perto do Duomo e, dali, é possível conhecer vários pontos turísticos de Florença a pé. Os funcionários são gentis e atenciosos, os quartos são limpos e espaçosos e tem um armário bem grande para guardar suas coisas com toda a segurança. E, na mesma rua, você encontra um dos melhores gelatos de Florença, o La Strega Nocciola! Se você procura um hostel com qualidade de hotel, antecipe-se e reserve o Academy!

Ostello Archi Rossi – Tudo é excelente no local, desde o tamanho da quarto, passando pelo banheiro e tamanho do respectivo box, até o café da manhã, que é fantástico (parece um supermercado de tantas variedades!). O Wi-Fi é ótimo e o hotel tem elevador, o que sempre facilita com as bagagens. A localização é perfeita também: fica a poucos minutos caminhando da Estação Santa Maria Novella. Do hotel, também, em poucos minutos se vai a pé até os principais pontos turísticos da cidade.

Plus Florence – Mais um hostel com qualidade de hotel: quartos espaçosos, armários individuais, banheiro individual nos quartos e vários serviços extras como piscina, sauna, lavanderia e cozinha. E é super bem localizado, dali você faz vários passeios a pé. A equipe é muito amigável e prestativa, ou seja, essa é uma ótima opção de hospedagem em Florença para quem quer economizar sem perder qualidade!

Wow Florence Hostel –  Mais uma opção de ótimo custo-benefício para sua hospedagem em Florença. Tem ótima localização e instalações. O restaurante tinha boas opções a um preço justo também. E o café da manhã é uma delícia e bastante rico em opções!

Tudo sobre Florença

Opção tradicional/preço médio

Sani Tourist House – Super bem localizado pertinho do centro de Florença e de vários pontos turísticos, ainda conta com outras vantagens: staff muito atencioso e disponível, apartamento muito espaçoso e com todas as comodidades. E ainda oferece um café da manhã muito bom – fora do hotel, em uma padaria parceira.

Hotel Cestelli – Fica a apenas 200 metros da Ponte Velha e a 300 metros da praça Piazza della Signoria. O serviço de concierge está disponível e os quartos são espaçosos, limpos e equipados (copo, armário, cabides, poltronas, mesa, pia). A equipe é atenciosa e banheiro, mesmo sendo compartilhado, fica sempre bem limpo. E é um charme: em toda parte do hotel, há sempre velas acesas e um cheiro agradável de aromatizadores.

Guesthouse Bel Duomo – O hotel oferece quartos com ar-condicionado e Wi-Fi gratuito de boa qualidade. A pousada fica a 50 metros da Catedral e a dez minutos a pé da Estação de Trem Santa Maria Novella. Os quartos são decorados com móveis tradicionais florentinos e dispõem de piso frio e chaleira elétrica com uma seleção de chá e café, de cortesia. Os banheiros privativos podem ser internos ou externos.

Hotel Por Santa Maria – Fica localizado no centro histórico de Florença, a apenas vinte metros da Galeria Uffizi e a cinco minutos a pé da Catedral de Florença. Oferece quartos elegantes, com decoração clássica e Wi-Fi. O banheiro pode ser privativo ou comum e o staff é extremamente atencioso!

Affittacamere Nel Cuore di Firenze – O hotel tem uma localização maravilhosa e fica a poucos passos das melhores atrações. Tem ainda uma equipe amável e prestativa. Oferece a todo momento café expresso, frutas frescas e outros agrados ao hóspedes. O quarto tem agradável decoração e é bem espaçoso, assim como o armário.

Hotel Uffizi Harmony – Excelente localização com quartos lindos, limpos, novos e bem decorados. Fica a 350 metros da Piazza della Signoria e, com dez minutos de caminhada, você chega na Ponte Vecchio e a Catedral de Florença! O atendimento é excelente, atencioso e com vários mimos para os hóspedes!

Hotel Le Contesse – Este excelente B&B fica em um edifício histórico no centro de Florença. A propriedade oferece Wi-Fi gratuito e quartos com design clássico, ar-condicionado e TV. Os quartos possuem móveis de madeira e banheiro privativo. Há itens de café da manhã nos quartos, como bebidas quentes e itens de confeitaria. A Estação de Trem Santa Maria Novella fica a dois quilômetros dali e a Praça Sant’Ambrogio está a dois minutos a pé.

Tourist House Battistero – A localização é muito boa, fica bem no centro e perto de vários pontos turísticos e ótimos restaurantes. Os quartos são bonitos, espaçosos, com ar condicionado e aquecimento – além de uma cama super confortável tinha aquecimento. E o melhor: a equipe é extremamente solícita e simpática, te ajudarão no que você precisar em Florença!

Tudo sobre Florença

Opção alto padrão

Hotel La Casa di Morfeo – Este luxuoso hotel fica na histórica Via Ghibellina no centro de Florença e a uma caminhada de 15 minutos da Piazza della Signoria e da Ponte Vecchio. Os quartos foram projetados utilizando a cromoterapia, visando o bem-estar de seu corpo e mente. Todos possuem ar-condicionado, isolamento acústico e uma TV LCD com canais via satélite – além de chuveiro com hidromassagem. Há um rico buffet de café-da-manhã com iguarias doces e salgadas, servido na sala de refeições e um bar próprio para você relaxar depois e um dia de caminhada!

Hotel Perseo – Esse hotel tem uma localização maravilhosa na rua perto do Duomo e Batistério de Florença. Os funcionários do hotel são muito simpáticos e prestativos e você poderá visitar toda a parte antiga de Florença a pé a partir do Il Perseo, inclusive a Galeria Uffizi, situada a 600 metros. A Estação Santa Maria Novella está a dez minutos a pé do hotel. Ainda oferece luxos como biblioteca, jornais de todo o mundo e bar 24 horas.

Hotel City – Localizado a apenas 200 metros da Estação Firenze Santa Maria Novella, o City é um hotel de gerência familiar situado em um prédio histórico. Tem Wi-Fi gratuito e quartos espaçosos e elegantes, com móveis de estilo toscano e banheiros de luxo. O buffet de café da manhã do City Hotel é variado, e inclui itens de confeitaria, pães, ovos cozidos e frutas da estação. E o staff é muito atencioso!

Hotel Globus – De estilo e decoração super modernos, este hotel é super bem localizado a poucos passos da Igreja de San Lorenzo e a cinco minutos da Estação de Trem de Santa Maria Novella. Alguns quartos oferecem vista dos telhados de Florença, outros oferecem vista da Capela dos Médici. Uma seleção variada de café da manhã é servida diariamente e inclui produtos veganos, vegetarianos, asiáticos e orgânicos. Produtos sem glúten também podem ser fornecidos. O Hotel Globus fica próximo ao famoso Mercado de São Lourenço. A equipe da acomodação oferece assistência personalizada e informações turísticas.

Hotel del Corso – Situado num palácio do século 16, o Hotel del Corso oferece acomodações no centro histórico de Florença, a 300 metros da Catedral, da Piazza della Repubblica e do Palazzo Vecchio. Os elegantes quartos possuem ar-condicionado, TV via satélite, cofre, frigobar e banheiros privativos. Além disso, o hotel dispõe de um terraço com vista panorâmica da cidade. Você terá acesso a uma sala de uso comum com biblioteca e TV 3D. A Estação de Trem Santa Maria Novella fica a 16 minutos a pé do Hotel Del Corso, e o Museu Uffizi está a 500 metros de distância.

Sangallo Palace – Com um jardim florentino, o San Gallo Palace está a 15 minutos a pé da Galeria da Academia. O hotel oferece quartos decorados de forma clássica e WiFi gratuito em todas as áreas. O hotel serve buffet de café da manhã, que inclui cappuccino ou chá de ervas, presunto toscano e itens de confeitaria. Você também poderá pedir o café da manhã através do serviço de quarto. Além disso, um bar americano e uma academia estão disponíveis no local. A equipe do local está à sua disposição para reservar passeios, e você poderá visitar a famosa Galeria Uffizi, a dois quilômetros de distância. Você poderá ainda alugar bicicletas para explorar a Catedral de Florença e o centro histórico!

Onde comer em Florença: dicas de alimentação

Pratos típicos Fiorentinos

Pense em um verdadeiro prosciutto cotto, um queijo pecorino e um bom pão! E que tal umas azeitonas frescas, um bom óleo de oliva e um bom vinho? Na região da Toscana somos felizes! A culinária da região é repleta de pratos tradicionais e super simples, baseada em alimentos naturais e saudáveis (como não podia deixar de ser em uma região dominada pelo verde, oliveiras e solo fértil).

Aqui, algumas delícias da região que você não pode perder:

Bistecca alla Fiorentina: é um corte de carne que vem da raça Chianina que, como o nome já diz, é uma raça italiana de gado originária da área do Val di Chiana. A carne é meio alta, super macia, muito saborosa e claro, tem que ser mal passada!

Pão sem sal: importante na dieta florentina e toscana, onde não pode faltar pão em nenhuma refeição. Acompanhado de antipasto, com salada ou com carne, o pão cozido em forno a lenha não tem sal, é crocante por fora e macio por dentro. Dá para imaginar?

Pappa al pomodoro: Sopa típica da região que combina manjericão, alho, tomates, pão velho e azeite de oliva.

Lampredotto: Comida típica que você pode encontrar em diversos locais na rua, vendida por ambulantes. É a tripa do boi (uma das quatro partes do estômago, isso mesmo), cozida em água, juntamente com tomate, cebola, salsa e aipo. Servido em prato ou em um sanduíche, era um prato muito popular na antiguidade.

Cantuccini: Os famosos biscoitos de amêndoas são uma tradicional sobremesa toscana e ficam ainda mais deliciosos se acompanhados do famoso vinho da região: o Vin Santo.

A famosa bisteca alla fiorentina

Onde comer em Florença: dica de lugares

Mercato Centrale – O melhor lugar em Florença pra quem quer viver as melhores e mais ricas experiências gastronômicas. O Mercado tem de tudo, com uma pegada mais orgânica, natural e artesanal, e foi recentemente restaurado – além da variedade de comidas e bebidas, é um bálsamo para os olhos porque tudo é lindo, lindo demais! As bancas do Mercado funcionam na parte de baixo da construção e os restaurantes ficam no andar superior. E você encontra restaurantes incríveis ali!

Vá lá: Mercato Centrale di Firenze. Endereço: Via dell’Ariento, 50123 Firenze. Telefone: +39 055 239 9798 | Site 

Tudo sobre Florença

La Tosca – Um restaurante perfeito para experimentar a bisteca alla fiorentina. Estive ali em minha viagem mais recente à Itália e o prato preparado à perfeição! Outro prato incrível lá é o Tomahawk – experimente! O restaurante é estrelado pela Michelin e fica dentro do Mercato Centrale, cuja visita é imprescindível. Se você estiver com pouca fome, uma boa pedida pode ser a tábua de carnes com sirloin, linguiça, frango e carneiro!

Vá lá: La Tosca. Endereço: Piazza del Mercato Centrale – Interno Mercato Centrale, 50123 Firenze. Telefone: +39 055 265 7424 | Trip Advisor 

La Menagére – O espaço, que existe desde 1876, é um restaurante conceito: ali funciona o bistrô, uma floricultura e uma lojinha – tudo muito lindo, muito local e perfeito. E prepare-se para comer divinamente bem! Uma boa dica é pedir o Menu Degustação – quem opta por ele come em um lugar diferente, junto dos cozinheiros…

Vá lá: La Menagére. Endereço: Via De’ Ginori 8r, 50123, Florença. Telefone: +39 055 075 0600. | Site | Fanpage | TripAdvisor 

Tudo sobre Florença

Gelateria dei Neri – Buscando o melhor gelato de Florença? Achou! Bem pertinho da Galleria degli Uffizi, é uma ótima pedida depois de aproveitar o museu. Serve gelatos artesanais – nossa dica de sabor é o Caramelo Dei Neri, que tem sabor espetacular- na verdade, este foi o melhor sorvete que tomei em toda a minha vida – a sorveteria é pequenina, um tesouro escondido na Via Dei Neri e o preço é acessível – 2.50€ por três sabores!

Vá lá: Gelateria dei Neri. Endereço: Via De’ Neri 9/11R, 50122, Florença. Telefone: +39 055 210034. | TripAdvisor 

Tudo sobre Florença

Culinária de Gustibus Bistrô – Um bistrô bem local que serve frutos do mar com um toque mediterrâneo e fica perto da Piazza Torquato Tasso! O preço foi bem camarada e a comida é simplesmente incrível! A atmosfera é super agradável, com um jazz tocando de fundo e também uma ótima seleção de vinhos!

Vá lá: Culinária de Gustibus Bistro. Endereço: Piazza Torquato Tasso, 13 Red, 50124, Florença. Telefone: +39 055 229494 | TripAdvisor 

Tudo sobre Florença

Florença imperdível: dicas que todo viajante tem que saber

1. Leve tênis confortável para poder caminhar e se perder pelas deliciosas ruas dessa cidade (o filme Inferno de Dan Brown irá lhe inspirar).

2. Delicie-se comendo um verdadeiro gelato italiano enquanto caminha ao lado do Rio Arno.

3. Vá até o ponto alto da cidade na Piazzale Michelangelo para bater a famosa foto tradicional de Florença vista de cima.

4. Toque as incríveis portas de bronze da Catedral de Santa Maria del Fiore, adornadas com mosaicos que retratam cenas da vida de Maria.

5. Atravesse a famosa Ponte Vecchio.

6. Veja de perto a famosa estátua de Michelangelo (a original que está na Galleria dell’Accademia).

7. Sente em restaurante com mesinhas na rua e se delicie com as bruschettas, os queijos, massas e vinhos que fazem a alegria dos viajantes.

8. Se tiver um tempo extra, visite as lindas galerias repletas de arte do Palazzo Pitti ou Stibbert Museum (medieval), quase ninguém conhece e são fantásticos.

9. Reserve um tempo para observar as estátuas no museu a céu aberto na Piazza della Signoria.

10. Faça um passeio de trem por alguma cidade próxima a Florença, as paisagens são de tirar o fôlego.

Tudo sobre Florença

O que fazer e onde turistar em Florença: duas dicas de passeios diferentes

Em virtude da quantidade de locais para visitar em Florença acabamos dividindo os passeios em dois dias diferentes. O dia 01 contém dois mapas A e B referentes aos principais (e mais turísticos) locais pelo centro histórico de Florença. No dia 02 oferecemos outros locais para visita (e não menos importantes), caso você tenha um pouco mais de tempo na cidade. Lembrando que você poderá ficar à vontade para substituir qualquer uma das visitas por outra!

MAPA DIA 01(A) – A Florença dos cartões postais

A) Igreja de Santa Maria Novella – Começamos nosso roteiro pertinho da estação central de Santa Maria Novella, na igreja de mesmo nome. Aproveite para fazer uma visita dentro de uma das mais importantes igrejas góticas da Toscana (encontre o The Crucifix de Giotto). Acredita-se que foi um trabalho arquitetônico de Brunelleschi, o mesmo arquiteto da cúpula do Duomo.

Existem dois importantes mercados em Florença e eles estão localizados um ao lado do outro. Primeiro você provavelmente passará pelo B) Mercado de São Lorenzo (Mercato di San Lorenzo) onde você encontrará uma grande feira com variedade de roupas, artefatos de couro, acessórios e outros. Depois caminhe até o C) Mercado Central (Mercato Centrale), localizado ao lado, e prove uma das diversas comidas deliciosas que são oferecidas ali.

D) Basílica de São Lourenço (Basílica di San Lorenzo)- Uma das maiores e mais antigas igrejas da cidade, com decorações de Michelangelo e esculturas de Donatello. Ali dentro podem ser encontrados restos mortais da família Médici.

E) Praça do Duomo (Piazza del Duomo) – Considerada o coração da cidade, nesta praça encontramos o complexo religioso mais importante de Florença: o F) Batistério de São João (Battistero di San Giovanni) um dos edifícios mais antigos de Florença, construído entre 1059 e 1128), a G) Catedral de Santa Maria de Fiori (Cattedrale di Santa Maria del Fiore), símbolo de riqueza e poder da Toscana, é a terceira Catedral mais grande do mundo) e o
H) Campanário de Giotto (Campanile di Giotto). Se tiver um tempo, visite ainda o Museo dell’Opera del Duomo (que abriga as obras da Basílica di Santa Maria del Fiore e obras do pintor Donatello).

I) Piazza della Signoria – Centro da história da República Florentina, a praça é dominada pelo Palazzo Vecchio e esculturas ao seu aberto. Siga no outro mapa.

MAPA DIA 01(B) – O centro histórico de Florença

A) Palazzo Vecchio (prefeitura) e sua torre de Arnolfo. Várias estátuas estão alinhadas em frente ao Palazzo, incluindo uma B) Cópia do David de Michelangelo (que substituiu o original em 1873) e o grupo de Hércules e Cacus de Bandinelli. Ainda ali você poderá encontrar a C) Fonte de Neptuno, mais conhecida como Biancone, trabalho de Bartolomeo Ammannati que está situada na praça ao lado do Palazzo Vecchio. Netuno, cujo rosto se parece com Cosimo I de ‘Medici, deveria ser uma alusão ao domínio dos florentinos sobre o mar. E ainda o D) Loggia dei Lazi, um edifício cerimonial do século XIV com arcos largos, uma galeria ao ar livre da escultura renascentista.

E) Galeria dos Ofícios (Galleria Degli Uffizi) – Visita imperdível para quem vai a Florença, a Galeria dos Ofícios é o mais famoso museu de Florença e um dos mais importantes do mundo. A galeria foi se expandindo com o passar dos anos e hoje é preciso algumas horas para visitar a enorme quantidade de salas (Gabinete de Desenhos e Impressões, Sala dos Mapas Geográficos, Sala da Matemática, salas de Caravaggio, salas da Idade Média, salas renascentistas, salas flamencas, sala da Tribuna di Uffizi entre outras). Já imaginou ver de perto os enormes quadros de Botticelli “O Nascimento de Vênus” e “A Primavera”? E ainda conferir outras tantas obras dos artistas Leonardo da Vinci, Michelangelo, Caravaggio e Filippo Lippi? Aqui, tudo é possível! Veja dicas de como evitar as enormes filas na nossa sessão no final do post.

F) Ponte Vecchio – Construída durante a época romana e “poupada” pelas bombas jogadas durante a Segunda Guerra, ela é um dos símbolos da cidade e um dos pontos turísticos mais fotografados. É a ponte mais antiga de Florença e se caracteriza por três arcos e duas arcadas de largura em cada lado e abriga as famosas lojas. O aspecto da ponte mudou significativamente com a construção do Corredor Vasariano em 1565 (que mencionamos anteriormente) construído por Giorgio Vasari por ordem de Cosimo I, para conectar o centro político e administrativo do Palazzo Vecchio com a residência privada dos Medici, o Palazzo Pitti e dar oportunidades aos grandes duques de mover-se livremente e sem perigo.

G) Piazzale Michelangelo – Ponto turístico um pouco mais afastado do centro histórico mas que possui uma belíssima vista do alto da cidade de Florença. O pôr do sol refletindo nos edifícios e na cúpula da Catedral é um belo espetáculo!

MAPA DIA 02 – Mais arte em Florença

Começamos o dia vendo muita arte no A)Palácio Pitti (Palazzo Pitti) que foi construído por volta de 1440, a maior e mais impressionante residência privada da cidade de Florença naquele tempo. Luca Pitti o mandou construir pelo desejo de competir com a família Médici. O edifício é elegantíssimo e foi inovador para a arquitetura residencial da época (teria sido desenhado por Filippo Brunelleschi, mas essa teoria não possui evidências históricas) inovação absoluta na arquitetura residencial. Visite ainda os apartamentos reais e a Galeria Palatina. O palácio sofreu expansões e modificações. Foram criados os encantadores B) Jardins Boboli (Giardino di Boboli) e também construído o famoso corredor Vasari, que conecta ainda hoje o Palazzo Pitti com o Palazzo Vecchio, através da Galeria Uffizi. Os jardins são enormes e lindos!

Cruze a C) Ponte alle Grazie para fazer lindas fotos da Ponte Vecchia e vá até a D) Basilica di Santa Croce, que fica localizada na Piazza di Santa Croce e é onde estão enterrados – no Panteão das Glórias Italianas – alguns dos mais ilustres italianos, tais como Galileo Galilei, Maquiavel, Michelangelo e Rossini.

Caminhe até a E) Via de Tornabuoni – É a High Street de Firenze, uma rua repleta das lojas mais chiques da cidade. Se quiser fazer compras ou matar a curiosidade olhando as belas vitrines, vale a pena. E ali pertinho está o F) Palazzo Davanzati. Este museu guarda os segredos da vida doméstica na Idade Média. Você encontrará as salas com móveis antigos que eram utilizados para reuniões, sala de estudos, sala de jantar, quartos e sala de estar. Um passeio único!

Preste atenção no horário de entrada dos museus, mas indicamos a G) Galeria da Academia (Galleria dell’Accademia) que foi fundada em 1794 para servir como local de estudo para os estudantes da Academia de Belas Artes – primeira academia de desenho da Europa e está associada as belas obras de Michelângelo, com destaque para o símbolo de Florença para o mundo, David (1501). Inicialmente colocado em frente ao Palazzo Vecchio foi deslocado para cá para o proteger das condições meteorológicas. Ainda que uma visita rápida, é um lugar indispensável.

E este impressionante museu, pouco mais afastado, o H) Stibberti Museum – são muitos os motivos para visitá-lo. Fica no alto de uma colina, um pouco afastado do centro da cidade. Se você é apaixonado pela era medieval, você precisa visitar a enorme coleção de 50 mil itens incluindo armas e armaduras (europeias, orientais, islâmicas e japonesas), objetos, figurinos, pinturas, tapeçarias, óculos e demais antiguidades. O museu foi criado por Frederick Stibbert (1838-1906) de pai inglês e mãe italiana. O seu avô Giles era governador de Bengala, na Índia e Giles acumulou uma fortuna incrível, por isso ele começou a colecionar sua vida em um museu real. Impressionante!

Ps. Se tiver um pouco mais de tempo, visite o museu Casa di Dante (Alighieri), a Casa Buonarroti (casa do artista Michelangelo) e o Leonardo da Vinci Museum (com muitas invenções do artista).

Tudo sobre Florença

Cartões de turismo e compra de ingressos

Florença é um excelente destino para os amantes da arte, só que é uma cidade pequena e, dependendo da localização do seu hotel e quantos dias na cidade, você deve estar se perguntando se vale a pena fazer o Firenze Card, o cartão de turismo de Florença. Bom, vamos lá para nossas dicas de cartões de turismo em Florença!

Compre se…

– Você visitará os principais museus da cidade durante os dias da visita como Galleria Degli Uffizi, Galleria d’ Academia, Batistério, Campanário de Giotto, Palazzo Vecchio e Palácio Pitti. Isso inclui entrada para todas as exposições atuais nos museus, mas a vantagem é pular as filas normais (que são enormes, dependendo da época do ano) e você não tem necessidade de reserva.
– Você está em uma acomodação mais afastada do centro e precisa de transporte.
– Você precisa de conexão Wi-Fi.
– Você estará mais de dois dias na cidade.
– Você tem um filho menor de 18 anos, membro da União Europeia. Eles têm direito aos mesmos benefícios dos pais e portanto não pagam entrada (uma criança por adulto).

Não compre se..

– Você vai ficar menos de três dias na cidade.
– Você não tem intenção de entrar nos museus associados.
– Você estiver em um hotel bem localizado e não precisa de transporte público para se locomover.

Adquira os cartões Firenze Card  e reserve os tickets para os museus com antecedência nesta página.

Tudo sobre Florença

Confira as diferenças entre o Firenze Card e o Firenze Card +:

Firenze Card

Incluído no preço: Acesso gratuito aos museus (ver lista) e acesso prioritário (sem filas), com exceção da cúpula. Acesso gratuito para acompanhantes menores de 18 anos (um acompanhante por adulto).
Custo: 72 euros.
Onde comprar: O cartão pode ser adquirido online nesta página oficial. Você precisa preencher as seções do formulário, imprimir o voucher que será enviado por e-mail, retirar o cartão nos postos autorizados em Florença (ver lista).
Validade:O cartão possui 72h de validade – a partir da primeira entrada em qualquer museu. Somente é permitido uma visita por museu dentro das 72 horas.

Firenze Card+

Agora é necessário comprar um cartão separado chamado do FirenzeCard+ pagando 5 euros adicionais (total 77 euros) por pessoa para incluir outros serviços. Note que você somente poderá adquirir o Firenze Card+ se adquirir o Firenze Card. Aqui tem algumas informações.

Incluído no preço: Viagem ilimitada em linhas de ônibus ATAF / linha e bondes durante a duração do cartão (72 horas). Acesso Wi-Fi gratuito e ilimitado fornecido pela cidade de Florença durante as 72 horas em que o cartão está ativo. Você também obtém um Guia do Museu, uma bolsa da Firenzecard + e ofertas especiais como descontos em lojas e restaurantes.
Custo: 5 euros adicionais.
Onde comprar: mesmo site anterior.
Validade: O cartão possui 72h de validade – a partir da primeira entrada em qualquer museu. Somente é permitido uma visita por museu dentro das 72 horas.

Tudo sobre Florença

Florença: contatos e números de emergência

Polícia civil: 113
Polícia militar: 112
Bombeiros: 115
Chamadas de emergência da defesa civil: 055 328 333
Guincho: 116
Prefeitura: 055 278 31
Serviço médico de emergência: 118

Se precisa denunciar um roubo ou uma perda para a polícia e não fala italiano, você pode encontrar assistência nas seguintes delegacias:

Comissariado de Polícia S. Giovanni
Endereço: via Pietrapiana, 50r – Telefone: 055 203 911
Questura
Endereço: Via Zara, 2 – Telefone: 055 497 71

Polícia Militar – Comando Provincial
Endereço: Borgo Ognissanti, 48 – Telefone: 055 248 11

Objetos perdidos
Endereço: Via Circondaria 17b – Telefone: 055 328 3942 – 328 3943

Remoção de carros e outros veículos
Funciona 24 horas por dia e aceita pagamento com cartão de crédito
Endereço: via dell’Arcovata, 6 / via Circondaria, 19 / Viadotto all’Indiano (Ponte a Greve)
Telefone: 055 783 88

Hospitais

Hospital Policlínico de Careggi
Endereço: Viale Morgagni, 85 – Telefone: 055 427 7111

Hospital S. Maria Nuova
Endereço: Piazza S. Maria Nuova, 1 – Telefone: 055 275 81

Centro Traumatológico Ortopédico (CTO)
Endereço: Largo Palagi, 1 – Telefone: 055 427 7111

Istituto Ortopédico Toscano (IOT)
Endereço: Viale Michelangelo, 41 – Telefone: 055 657 71

Hospital infantil – Meyer
Endereço:Via L. Giordano, 13 – Telefone: 055 566 21

Novo Hospital S. Giovanni di Dio
Endereço: Via Torregalli, 3 – Telefone: 055 719 21

Hospital Santa Maria Annunziata (Ponte a Niccheri)
Endereço: Via dell’Antella, 58 – Bagno a Ripoli – Telefone: 055 249 61

Tudo sobre Florença

____

Recomendados pelo blogueiro para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal SegurosMondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

banners05animado01

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *